Mais Metrô 3

Domingo, no jornal, manchete gigantesca sobre início das obras do Metrô na Zona Sul. O transtorno anunciado desvia a atenção para o ponto principal, já tratado neste Urbe CaRioca: a mudança no traçado anterior com o abandono da Linha 4, A Verdadeira, e o prolongamento da Linha 1, falsamente chamada de 4 (v. post O Metrô e a Praça). Abaixo, algumas cartas de leitores publicadas no jornal O Globo, e a resposta vazia do Governo Estadual, que não apresenta os estudos urbanísticos para comprovar o que diz, tampouco explica a ausência de licitação para a obra, conforme vários veículos na mídia têm divulgado que ocorreu. Quanto a isto, se verdadeiro bastará para a obra ser embargada.
Abaixo, cartas de leitores do OG e depoimentos de usuários do Metrô.
Cartas de leitores publicadas no Jornal o Globo e resposta do Governo do Estado do Rio de Janeiro
abril e maio/2012

Depoimentos prestados a este Blog:
Carla, mora na Tijuca, trabalha no Leblon, usava a Linha 1: “Não venho mais de Metrô para o Leblon. A volta é muito grande. De ônibus é mais rápido”.
Débora, mora no Engenho da Rainha, trabalha em Botafogo, usa a Linha 2: “tenho que estar no trabalho às 7h. Poderia sair de casa às 6h15min, mas, para conseguir entrar e viajar em pé preciso sair às 5h40min. Queria ficar mais tempo com meu nenen. Sentada? Nem pensar!”.
Monique, mora no Engenho da Rainha, trabalha no Leblon, usa as Linhas 1 e 2: “Você não faz ideia de como é andar de Metrô. As pessoas te espremem. Semana passada uma mulher grávida desmaiou. Vou tentar trocar meu horário de trabalho para mais tarde”

*Observação acrescentada ao Post: Notícia no OG de hoje diz que moradores de Ipanema e Leblon propõem ações para reduzir reflexos das obras do Metrô. Este blog estranha. Os bairros têm várias Associações de Moradores, por incrível que pareça, com opiniões diferentes. Presidentes de uma ou duas delas não podem falar pelos bairros como um todo. O Urbe CaRioca pede ao Jornal O Globo que entreviste outras associações e compareça à manifestação que acontecerá na Praça Nossa Senhora da Paz, aquela que foi tombada definitivamente, e que descubra se os órgãos de Patrimônio Cultural da Prefeitura aprovaram as obras nas APACs de Ipanema e Leblon, bairros protegidos por decretos vigentes.

Link para a notícia no O Globo de segunda: http://oglobo.globo.com/rio/moradores-de-ipanema-leblon-propoem-acoes-para-reduzir-reflexos-das-obras-do-metro-4827471 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *