MORRO DA PROVIDÊNCIA – NO RIO E EM NOVA YORK

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page



MORRO DA PROVIDÊNCIA, Gamboa, Rio de Janeiro
Imagem: GEP Morro da Providência
No mesmo dia em que a bandeira olímpica chegou à cidade o Jornal New York Times publicou em 12/8/2012 – The Opinion Pages – crítica contundente às intervenções que serão feitas no Morro da Providência, previstas no plano de revitalização da Zona Portuária.

O título da matéria impressiona: ‘Em nome do futuro, Rio está destruindo o passado’. Entre outros comentários impactantes inclui-se ‘as Olimpíadas do Rio parecem dispostas a aumentar a desigualdade em uma cidade já conhecida por essa característica’. Fala-se em remoções, despejo e falta de orientação aos moradores, tratados na matéria por “pobres”.

É péssimo para o Rio, que tem sua imagem divulgada mundialmente como lugar de ações questionáveis do ponto de vista social, justo após o recebimento do título Patrimônio da Humanidade e às vésperas dos Jogos Olímpicos.
A PRIMEIRA FAVELA – O BRASIL POR EDUARDO BUENO – 23/5/2012

Dois vídeos institucionais podem ser encontrados na internet: o primeiro, Museu Aberto do Morro da Providência e o Favela-Bairro, conta a história do Morro e mostra a urbanização de caminhos e lugares que são marcos da ocupação, no âmbito de projeto de valorização do espaço e da comunidade. O segundo chama-se Morar Carioca no Morro da Providência e mostra o projeto futurista criticado na Matéria do NYT.
O Blog gostaria de presumir que os autores da matéria estão equivocados, e espera o pronunciamento público da Prefeitura a respeito.

NOTA 1: “Morar Carioca” foi o novo nome atribuído ao bem-sucedido programa Favela-Bairro. O conceito deste, no entanto, não considerava o procedimento das remoções, exceto em áreas consideradas de risco para os moradores, sendo os mesmos, nesse caso, transferidos para áreas seguras.

Por curiosidade, o espaço de tempo que separa as postagens dos filmes é de exatos quatro anos – são de 18/01/2007 e de 18/01/2011.

NOTA 2: Link para o artigo publicado no NYT: Em nome do futuro, Rio está destruindo o passado.

NOTA 3: O Malho – revista humorística de 1902 – publicou o versinho,



Tomara que não despejem
A gente lá da Favela
Gente pobre, miserável,
Não há outra como ela.
Todavia, se, porém,
For avante o torniquete,
Aconselho aos da Favela
Que se mudem pro Catete.
UMA LIMPEZA INDISPENSÁVEL
Caricatura de 1908: O governo e as favelas. Osvaldo Cruz
pede a evacuação dos moradores do morro da Favela

  1. Lamentavelmente a matéria do NYT está corretissima. A prefeitura está fazendo uma higienização social tal qual aconteceu no tempo de Pereira Passos. E as denúncias não estão chegando ao grande público. Cadê a resposta da prefeitura? Não tem! o povo não lê os jornais daqui, o que dirá o NYT?

  2. Bom comentário. Muito oportuno. O editorial do NYTimes é prejudicial à imagem do Rio como sede olímpica… Espero que a prefeitura responda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *