ARTIGO: CONCLUIR A LINHA 1 E CONSTRUIR A LINHA 4 ORIGINAL – INDISPENSÁVEL, por Miguel Gonzalez.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

TERRENO DESTINADO À ESTAÇÃO MORRO DE SÃO JOÃO
Rua Álvaro Ramos, Botafogo
Miguel Gonzalez é um estudioso do Metrô carioca. Através do Blog Metrô do Rio divulga informações e analisa vários aspectos sobre este sistema de transportes da cidade. Já publicamos aqui no Urbe CaRioca os textos de sua autoria UM PROJETO REAL E VIÁVEL PARA O METRÔ DO RIO e ENTENDENDO A ESTAÇÃO CARIOCA – PARTE I, ambos com ótima repercussão. Neste novo artigo o autor nos explica a importância das obras que dão título ao texto.
Boa leitura!

CONCLUIR A LINHA 1 E CONSTRUIR A LINHA 4 ORIGINAL – INDISPENSÁVEL
Miguel Gonzalez
A oportunidade de expansão da malha metroviária em Botafogo chegou. Após a polêmica da mudança de traçado da Linha 4, o estado anunciou semana passada que finalmente vai construir o trecho Gávea – Centro por Jardim Botânico, Humaitá, Botafogo e Laranjeiras. Minhas considerações:

1) A atual Estação Botafogo se encontra superlotada com trens vindos da Linha 1 e da Linha 2. A partir de 2016, esta linha também vai receber os trens da Linha 4. A estação (e os trens) ficarão desconfortáveis, muito mais do que já estão.

ESTAÇÃO BOTAFOGO, Fev. 2012 – Globo On Line


2) Todos sabem que ainda há em Botafogo o terreno da Estação Morro de São João, que deveria ter sido inaugurada em 1979 junto com toda a Linha 1. Somente nos anos 90 fizeram as fundações da estação, mas nunca a construíram. O terreno da Estação Morro de São João é pequeno em comparação à atual Estação Botafogo. No entanto, para desafogar a Estação Botafogo, ela deveria ser construída como parte da Linha 1. Sei que ela foi cogitada para ser parte da Linha 4 original mas não há recomendo devido ao seu tamanho.

3) Uma vez concluída a Estação Morro de São João, deve-se fechar temporariamente a Estação Botafogo. Para receber os trens vindos da Gávea e Laranjeiras. Um andar subterrâneo ao atual deve ser construído para receber esta linha. Esta linha já precisa ser bastante funda mesmo para não impactar as raízes das árvores e os lençóis freáticos de Gävea, Horto, Jardim Botânico e Lagoa.

4) Após a conclusão da Estação Uruguai, a concessionária Metrô Rio tem a opção – não a obrigação – de construir a Estação Morro de São João. Se optar por construí-la, ela arcará com todos os custos, segundo o contrato de concessão.


Proposta do movimento LINHA 4 QUE O RIO PRECISA


5) É importante notar que para a cidade ter uma rede metroviária eficaz é necessário que linhas se encontrem em determinadas estações para divisão do fluxo de passageiros que farão baldeações e que estes não precisem ficar horas dentro do metrô passando por dezenas de estações.

6) Após a conclusão destas obras, o bairro de Botafogo especificamente poderia ter até três estações de metrô, desafogando o trânsito que diariamente entope a Voluntários da Pátria, São Clemente, Mena Barreto, Sorocaba, Shopping Rio Sul, etc.

Em suma, a Linha 1 seguiria da seguinte forma: 

Flamengo <—> Botafogo <—> Morro de São João <—> Cardeal Arco Verde.

E a Linha 4 original ou linha Gávea-Centro seria:
Gávea <—> Jardim Botânico <—> Humaitá <—> Dona Marta <—> Botafogo <—> Laranjeiras <—> Centro



Comentários:

  1. Muito boa a análise! Acredito, apenas, ter faltado analisar a situação no Centro. Muitos defendem que a Linha 4 tenha terminal na estação Carioca, alegando "concentração de demanda com esta região de destino", porém, ignoram o gargalo formado na Central do Brasil (estação já subdimensionada e a mais movimentada do sistema hoje).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *