VAMOS, URBANILDO, O CARNAVAL CHEGOU MAIS CEDO!

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

CrôniCaRioca

por AAGR

Estou fugindo de uma linda Colombina
Que eu deixei parada, esperando na esquina!
A esta hora deve estar desesperada,
Já comeu salada de confete e serpentina!
Ficou sozinha, lá na calçada,
A Colombina, abandonada!
E eu, seu Pierrot do coração,
Caí no brinquedo e entrei no cordão!
Marchinha de Carnaval, anos 1950.
Autor: Adelcio de Almeida e Albuquerque



CARIOCA CARNIVAL – 1955
Youtube


Rio de Janeiro, Rio de Fevereiro. URBANILDO BARBOSA caminha no calçadão. CREMILDO de ALMEIDA no quiosque, fantasia na mão. Chove, chove, nada desanima o carioca.

URBANILDO BARBOSA – Nem adianta insistir, Cremildo! Adoro Carnaval, eu cá e ele lá, bem longe de mim! Que bloco, que nada, amigo, vê se vou me meter naquilo… Quero sossego!

CREMILDO DE ALMEIDA – Pô Barbosa! Bora logo, larga de ser chato, vamos nos divertir, desenferrujar os quadris, mexer as cadeiras enquanto dá! Os tamborins já esquentaram, tá todo mundo lá… Vambora! Samba é Rio, é carioca! É Carnaval, Urbanildo! Este ano chegou mais cedo!



BARBOSA E O COCO,
 CUIDADO COM O MEIO AMBIENTE

Ilustração: Nelson Polzin, Junho 2012
Urbanildo Barbosa foi criado na
CrôniCaRioca
 NEM MAIS UMA TONINHA




BARBOSA – Amigo, sou da MPB, da Bossa Nova, Tom e Vinícius. Me deixa quieto. Vou à praia, ao cinema, ler um livro, minhas revistas, e até dormir, se a batucada deixar! Tem um bloco que passa na minha porta!!!



ALMEIDA – Não acredito! Um carioca da gema que não gosta de Carnaval! Acho que no fundo, no fundo, você gosta, tá afinzão de ir!








BARBOSA – Nem pensar! Há tempos, na Bahia, quase fui amassado pelo povo correndo atrás do Trio Elétrico. Escapei e fiquei todo roxo. Sabe por quê? Sabe aquela música que diz “Mete o cotovelo e vai abrindo caminho!”? É literal, Crê, literal!! Levei muita cotovelada! Nunca mais!


Sou do tempo das marchinhas, do Pierrot, da Colombina…

♪♪♪“BANDEIRA BRANCA AMOOOOOOOR!!!!!!”  ♪♪♪ “NA MESMA MÁSCARA NEGRA, QUE ESCONDE O TEU ROSTO…”♪♪♪…




O Abraço do Pierrot
Seignac  – 1870-1924




ALMEIDA – Tá bem, tá bem, eu me lembro! Mas aqui é o Rio, Barbosa! Não tem cotovelada, todo mundo feliz, sem briga, só animação! Tocam marchinha, sim! Tocam todas aquelas do nosso tempo! Tem bandinha! Tem até Beatles, quem diria!!


E tem paquera! Xi, os jovens lá do bloco nem sabem como ‘paqueram’. Acho que eles falam ‘azaração’…


Vamos! Só prá sambar, a paquera é com eles!


BARBOSA – Eu sei, Almeida, o clima é legal, é família, tem até criança de colo… Concordo, é bacana, mas não vou! Os amigos que se vestem iguaizinhos, a criatividade, a batida animada… Depois que acaba o papo estica no bar da esquina… Muitas risadas… Combinam o encontro do dia seguinte… Que fantasia vão inventar…



portalctb




ALMEIDA – Hummmmm… Sinto a animação brotar! Tenho aqui uma fantasia para te emprestar. Está em alta e combina com o seu nome… Topa?



BARBOSA – Ai, Cremildo, será? Depende, vamos ver!


???????


ALMEIDA – Aqui, olha só, o que acha?


!!!!!!!!!


BARBOSA – Meu amigo, assim não resisto! É perfeita! Esse cara não brinca em serviço! Essa fantasia eu ponho!


ALMEIDA – Vamos logo, então, tá na hora!
Último Segundo – IG
BOM CARNAVAL!

URBE CARIOCA
CARNAVAL NO RIO – Warner Bross – 1955
Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *