MARINA DA GLÓRIA, NOVOS CAPÍTULOS

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page


…presidente do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade,
também presidente do Conselho Municipal de Proteção 
do Patrimônio Cultural do Rio de Janeiro, informou que
 a proposta para a construção do
empreendimento comercial no Parque do Flamengo
entraria em pauta na reunião de Conselho hoje, 18/04/2013.

Em primeiro plano, o parque integrado visualmente à Praça Paris, o Monumento aos Mortos na II Guerra e a pista de aeromodelismo. À esquerda, o terreno da Marina da Glória com edificações de apoio às atividades náuticas. Ao Fundo, Praia do Flamengo, Baía de Guanabara,  Morro Cara de Cão, Pão de Açúcar e Morro da Urca e Morro da Babilônia.

À direita as construções dos bairros da Glória e Flamengo, com destaque para o prédio do Hotel Glória, inaugurado em 1922, hoje de propriedade da EBX. A imagem mostra com clareza a separação entre área urbana edificável – os bairros – e a área pública non-aedificandi, o Parque do Flamengo, bem de uso comum do povo.

É HOJE.


Segue o “road-show” da empresa que pretende, com o apoio da Prefeitura, IPHAN e diversos vereadores, construir Shopping e Centro de Convenções em parte do Parque do Flamengo, onde funciona a Marina da Glória, equipamento urbano público municipal da Cidade do Rio de Janeiro.


Na próxima quarta-feira, dia 24, às 18h, ‘CAU/RJ e IAB-RJ promovem debate sobre o Projeto Rio Marina da Glória’, na sede do Instituto.


Esperamos que desta vez o debate ocorra.


Em 02/04/2013, na Câmara de Vereadores, após a fala de vários nobres edis ocorreu apenas uma longa apresentação feita pela EBX-REX tecendo loas ao projeto, reservando-se pouco tempo a alguns vereadores e representantes da sociedade civil. Réplicas, só para a REX.


Naquela ocasião constatamos uma verdade nas afirmações da concessionária: a Marina precisa, de fato, ser bem cuidada. Curiosamente, nas críticas feitas ao mau estado das instalações a empresa parecia referir-se a terceiros, esquecendo-se de que é a responsável pela manutenção do espaço desde 2009.


Outra estranheza foi a informação de que havia apresentado a proposta a alguns grupos sociais, políticos e aos velejadores, deixando no ar a insinuação de que cumpria seu dever de dar publicidade ao assunto, muito embora não tenha revelado a opinião daqueles grupos.


No caso dos velejadores, alguns dias após a ‘audiência pública a ASSUMA – Associação de Usuários da Marina da Glória distribuiu Nota de Esclarecimento à imprensa e pelas redes sociais informando que é contra o projeto apresentado, copiada abaixo.



IPHAN – Brasília, tudo certo.
Só falta o Prefeito do Rio. Marina da Glória, estou chegando!

Imagem: Internet

Na mesma reunião dita ‘audiência pública’, o representante da Prefeitura, presidente do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade, também presidente do Conselho Municipal de Proteção do Patrimônio Cultural do Rio de Janeiro, informou que a proposta para a construção do empreendimento comercial no Parque do Flamengo entraria em pauta na reunião de Conselho hoje, 18/04/2013.


Após o espantoso ‘de acordo’ do IPHAN, suposto guardião federal do Parque, aguardemos o que dirá o colegiado municipal que tem a missão de proteger o patrimônio cultural carioca.


Que São Sebastião do Rio de Janeiro os ilumine.


E, para lembrar, Marina é Lugar de Barco.



NOTA 1:

Trecho de ata de reunião do IPHAN realizada em 2006, ocasião de tentativa anterior para construir Centro de Convenções e lojas na Marina – ‘Entendemos, por uma questão de princípio, que o Centro de Eventos é absolutamente incompatível com o uso do parque público, mas que um eventual projeto de revitalizagão, não havendo mudança de uso, é passível de ser analisado. Mas está aberta a discussão‘.
A íntegra da ata pode ser conhecida aqui.

NOTA 2:

ESCLARECIMENTO DA ASSOCIAÇÃO DE USUÁRIOS DA MARINA DA GLÓRIA – ASSUMA

NOTA DE ESCLARECIMENTO DA ASSOCIAÇÃO DE
USUÁRIOS DA MARINA DA GLÓRIA – ASSUMA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *