NOVIDADES EM CRÔNICARIOQUINHAS

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
CRÔNICARIOCA


As novidades legislativo-urbano-cariocas nos últimos dias em historietas: são dez CrôniCaRioquinhas! Novidades boas? Mais ou menos? Más? O leitor decidirá!

Boa leitura!


URBE CARIOCA


1.    Fim da Reserva Ambiental a qualquer momento. É o famigerado Campo de Golfe, licença a caminho. Já tem lei e decreto,este, discreto. Falta a última tacada, dada à caneta. Que venha o MP, última esperança para salvar Marapendi!

Edital de lançamento de concurso de arquitetura para projeto do Campo de GolfeIndicação do local – Note-se a vegetação existente ao longo das margens da Lagoa
Instituto de Arquitetos do Brasil


2.    Foi longo o texto que explica porque órgãos de patrimônio cultural extrapolam suas funções. Exemplos recentes, na Marina da Glória e Jardim Botânico, desprotegem. Na outra ponta, o QG, proteger prá que? O Rio já nem é capital… Bota abaixo!


3.    Pó. Destino do QG secular. 200 anos de História, ao chão. Edifícios, mais edifícios, enquanto a Zona Portuária clama por eles desesperadamente. Sem valor histórico? Claro que não! Claro que tem! É o furor legislativo-urbano-carioca que assola a cidade.

Iluchar Desmons – Panorama da Cidade do Rio de Janeiro tomado de
Santo Antônio a voo de pássaro – 1854. Vista tomada do Morro de
Santo Antônio, vendo-se o quartel da Rua dos Barbonos (atual
Evaristo da Veiga), hoje Quartel da Polícia Militar.

 Texto: Paisagem do Rio de Janeiro, George Ermakoff
Imagem:  Iba Mendes Pesquisa a partir da Biblioteca Nacional Digital do Brasil

4.  Urgente! Quem conhece o artista plástico Sr. Sérgio Cezar, da arquitetura do papelão? Vamos pedir maquete do QG da PM, o do pó. É Rio Antigo, do pó ao papelão, em Arte. Mora nas Laranjeiras, parece. Nireu, conhece? Cobra do Cabral!
Escultura em papelaão do artista plástico Sérgio Cezar
Imagem: Flickr



5.  Outro batalhão, Adeus, Praça em Botafogo… Mais edifícios, que desperdício. Melhor seria um benefício. Ao bairro, aos moradores. No posto, chance de outra, bom pro morro em frente, o Dona Marta. Pena, morreu antes de nascer, coitada
PROJETO APROVADO DE ALINHAMENTO
Rua São Clemente, Botafogo
Site Prefeitura




6.    –“Oi, Monique, Quero escrever sobre a Zona Norte, fala do Engenho da Rainha, foi lugar nobre, sabe? A rainha era de verdade, Carlota Joaquina”. _ “Meu bairro não tem nada. Odeio”. _ “Então me conta o que falta, eu ponho no blog”. _ “Tudo”.

Mapa de 1928 mostrando o trecho inicial do ramal da Penha
(detalhe para a estação Engenho do Matto, que foi substituida
por Engenho da Rainha, construída próxima dali)
Imagem: TGVBR


7.   Poda louca, sem razão, ninguém deu explicação. A defesa aparece! Mas é tarde, quando o pobre Açacu, já pelado e despido, sente frio, está nu. Na Pompeu do ‘seu Loureiro’, tinha belo Açacu. Isso passa, logo cresce, tenha calma, Açacu!

Blog Alto e Bom Português


O Globo


8.   O Ed Motta disse que tinha espaço, cadê a van? Ruim prá trabalhar, piorou! O moço bonito disse que tem transporte na Zona Sul. Tem, sim, verdade! Prá ficar rodando por lá, beleza! Mas o negócio é chegar no trabalho lá na Zona Sul, moço!

Espaço na Van – Ed Motta




9.   Perimetral, elevado bonzinho – horroroso, è vero – vai ao chão; o remendado, rachado “estava bom”, meia sola resolve, cai não… Agora já mudouvem um novo, também tem túnel, haja tutu público… Rio rico, benza Deus! Menos prá hospital, pobres de nós!


Elevado do Joá (Foto: Marco Antônio Cavalcanti Agência O Globo)


10.Jogou lixo no chão? Teje multado! Muito bem! Peraí! Na minha família ninguém joga. Dez anos catando caca da Nina, coleira e saquinho de lixo na mão. Tem prêmio por bom comportamento? E crédito? Posso jogar só um pouquinho, depois de mais de meio século ajudando a Comlurb a economizar $$ público? _”Ora, minha filha, não fez mais do que a sua obrigação! Vá se catar! Melhor dizendo, vai catar mais lixo! Hummmm… Você tem mesmo cara de quem paga IPTU em dia”. (Penso eu, cara de boba?)

O Globo



  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *