CAMPO DE GOLFE: UM RESUMO NO SITE DO ‘GLOBO ESPORTE’

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
O Globo



Este é o título da matéria publicada ontem na página www.globoesporte.globo.com, que apresenta histórico e fatos – em ordem cronológica – referentes à construção do polêmico Campo de Golfe dito Olímpico, na Barra da Tijuca, às margens da Lagoa de Marapendi, tema objeto de várias análises divulgadas neste blog, cujos posts estão listados no artigo de ontem.


O subtítulo informa sobre aspectos importantes ainda questionados, não obstante as afirmativas dos responsáveis pelos JO 2016 sobre a construção do campo, sabidamente dentro de uma área de reserva ambiental, a APA Marapendi: “Em área de proteção ambiental, instalação do Rio 2016 é alvo de ações na Justiça, pareceres contrários do Ministério Público e de um biólogo da própria Prefeitura”.

A longa reportagem é bastante elucidativa, inclusive ilustrada com mapas esclarecedores. Porém, não menciona um dos pontos seguidamente contemplado nas análises aqui publicadas: a eliminação da Avenida Prefeito Dulcídio Cardoso entre as Avenidas Mário Fernandes Guedes e Otávio Dupont, o que impede a continuidade da APA ao longo da Lagoa de MarapendiEste aspecto foi explicado, recentemente e de forma bastante didática, em UM CAMPO DE GOLFE ÀS MARGENS DA LAGOA RODRIGO DE FREITAS, uma analogia caso a decisão do Prefeito e de seus vereadores atingisse a lagoa da Zona Sul.


Por outro lado, a reportagem aponta questões fundiárias problemáticas que não foram tratadas nos nossos artigos.

A matéria também informa que no próximo sábado, dia 07/12, às 10h, haverá mais um protesto de manifestantes contrários à instalação do Campo de Golfe e outras intervenções na Barra da Tijuca, partindo do Terminal Alvorada até o terreno do Hotel Hyatt, local simbólico devido a outra benesse urbanística concedida pela atualgestão. O encontro acontecerá, portanto, três dias antes da próxima reunião do Conselho Municipal de Meio Ambiente – CONSEMAC.
Aos interessados no caso vale conhecer. 


NOTAS: 

1- Em fevereiro deste ano o caso do Campo de Golfe foi objeto de um debate no Programa Tema Livre, da Rádio Nacional. Impressionam a lucidez e o conhecimento de Mariana Bruce e Jorge Borges sobre o assunto. Para ouvir, o link é este.

2 – Ontem foi aprovada em primeira discussão mais uma vergonhosa lei urbanística para o Rio de Janeiro: o PLC 114/2012, analisado em PACOTE OLÍMPICO 2 – O “PARQUE” E AS BENESSES URBANÍSTICAS. A lei proposta pelo Executivo chega a ser inqualificável, tamanho o absurdo do seu conteúdo. Será comentada novamente no início da próxima semana.

3 – (acrescentada após a publicação do post) Encontramos esta impressionante entrevista do Secretário Municipal de Meio Ambiente. Depois do arrasamento urbanístico e ambiental que representa a presença do campo, mencionar produtos defensivos beira o ridículo. E mais: ” Como já estava definido por lei que ali seria o campo de golfe, o estudo [de impacto ambiental] não foi feito”. Dispensa comentários.

Boa leitura.


Urbe CaRioca
_____________________

A matéria jornalística:

Matéria publicada no Globo Esporte em 05/12/2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *