GUARATIBA: DEBATE NO INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL – RJ

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Imagem: CCSNews

Como já divulgado neste blog, o Projeto de Estruturação Urbana para o bairro de Guaratiba e outros vizinhos, em elaboração há alguns anos pela Prefeitura, ainda não foi encaminhado à Câmara de Vereadores. A proposta que chegou a ser anunciada na gestão do Secretário de Urbanismo anterior continua sendo um mistério.

Outro mistério fez com que caísse uma chuva torrencial na região às vésperas da realização da Jornada Mundial da Juventude, em julho/2013.



A lama e a transferência do evento final da JMS para Copacabana lançaram olhares novos para a região carente de tudo. O anúncio, pela voz do Núncio – hoje nosso cardeal -, de que seria construído um conjunto habitacional “tipo Minha Casa Minha Vida”, trouxe desdobramentos, entre eles a reação negativa de urbanistas e arquitetos e, em seguida, a suspensão das licenças de obras nos bairros durante alguns meses, tempo para que o Instituto de Arquitetos do Brasil IAB-RJ opinasse sobre o destino da área, conforme solicitado pelo Prefeito.




O relatório entregue ao Prefeito foi divulgado na página da web do IAB, e pelo Urbe CaRiocaem 20/12/2013 no post GUARATIBA: O RELATÓRIO DO INSTITUTO DOS ARQUITETOS DO BRASIL – IAB.

Dando prosseguimento ao assunto, na próxima segunda-feira dia 17/01/2014 o Instituto promoverá um debate ‘sobre os riscos da plena ocupação de Guaratiba’.

A quem interessar, seguem os artigos de nossa autoria que explicam os antecedentes do caso, e a chamada para o debate publicada no site do IAB.

Nota acrescentada: Notícia publicada no O Globo em 15/02/2014.

25/09/2012 – A CIDADE CRESCE PARA… GUARATIBA

30/07/2013 – O “BRAINSTORM” DO ALCAIDE

02/08/2013 – GUARATIBA: DE ZONA RURAL A LAMAÇAL – Parte 1

11/09/2013 – NOTÍCIAS – 11/09/2013: Jardim Botânico, Paineiras, Guaratiba, e Jogos Olímpicos

13/09/2013 – GUARATIBA: RURAL, LAMA, E URBANA – Parte 2

04.02.2014
Os riscos da plena ocupação de Guaratiba e a criação de mecanismos de proteção do meio ambiente natural e cultural daquela região serão discutidos na sede do IAB-RJ, no Flamengo, no dia 17 de fevereiro, a partir das 10h. O evento vai reunir representantes de diversas entidades de arquitetura e urbanismo, do Ministério Público, das associações de moradores de Guaratiba e de representantes da sociedade civil. A Prefeitura do Rio também foi convidada a participar das discussões.
No período da manhã, o IAB-RJ vai apresentar o documento sobre o quadro urbanístico e socioambiental de Guaratiba, elaborado entre os meses de agosto e outubro de 2013, a pedido da Prefeitura do Rio, e entregue ao prefeito Eduardo Paes em novembro. Na ocasião, os representantes das associações de moradores de Guaratiba apresentarão as principais necessidades das comunidades.
Ainda pela manhã, a Prefeitura do Rio terá espaço para apresentar estudos e propostas de ocupação da região de Guaratiba, que estiverem sendo feitos pelas secretarias da administração municipal.
À tarde, um grupo técnico coordenado pelo IAB-RJ e composto por representantes das entidades de arquitetura, do Ministério Público, das entidades da sociedade civil e da Prefeitura vai se reunir para avaliar as contribuições e recomendações apresentadas para aquela área.
Para o presidente do IAB-RJ, Pedro da Luz Moreira, é preciso que se promova um conjunto de ações de curto, médio e longo prazo visando oferecer meios para o poder público definir os conceitos e critérios para o uso e ocupação da área. “Esse conjunto de ações devem ser coerente com as condições naturais, ambientais e geomorfológicas de Guaratiba”, defendeu Pedro da Luz, presidente do IAB-RJ.

Serviço

Debate sobre Guaratiba

Quando: 17 de fevereiro

Horário: às 10h

Local: sede do IAB-RJ, Casa do Arquiteto Oscar Niemeyer

Endereço: Rua do Pinheiro, 10, Flamengo

Mais informações: (21) 2557-4480

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *