ABAIXO-ASSINADO CONTRA O CAMPO DE GOLFE

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Um abaixo-assinado que corre na internet pede ao Prefeito do Rio que o Campo de Golfe Olímpico (!) seja transferido para o Itanhangá Golf Club, também na Zona Oeste da cidade. O título da petição é Transformar a Área de Preservação Ambiental de Marapendi, na Barra (RJ), em Parque Municipal.


Blog Galera do Processo


Diz o texto:

“Ao excelentíssimo Senhor Prefeito Eduardo Paes e seus representantes. Os cidadãos aqui abaixo-assinados exigem que: 1) O Campo de Golfe Olímpico seja transferido para o Itanhangá Golf Club, na Zona Oeste. Além deste campo já receber eventos mundiais, as obras de adaptação são viáveis e seriam a custos bem mais modestos. 2) A anulação do PLC 113/2012 devido a sua inconstitucionalidade, pois contribui para a devastação da Mata Atlântica, tornada Patrimônio Nacional pela Lei Federal 11428/2006. 3) A alteração da categoria de unidade de conservação de Área de Preservação Ambiental/APA para Parque Municipal de Marapendi evitando, assim, suas sistemáticas dilapidações ao proibir definitivamente qualquer construção na região e viabilizando investimentos de pesquisa, desenvolvimento e recreação”.

A página da petição esclarece a importância do pedido:

“A atual Área de Preservação Ambiental/APA de Marapendi, na Barra da Tijuca, vem sendo alvo de sistemáticas dilapidações. A APA é uma categoria de unidade de conservação mais flexível, pois, em certas circunstâncias, permite construções. Deste modo, ao longo dos anos, acompanhado da crescente especulação imobiliária na Barra da Tijuca, as áreas de preservação tem sido modificadas para viabilizar a construção de condomínios residenciais e grandes edifícios. O último atentado a APA se deu com a proposta da Prefeitura de construir um novo Campo de Golfe no local em razão dos jogos olímpicos. O PLC 113/2012 foi aprovado em caráter emergencial na CMRJ em dezembro do ano passado liberando uma área de 58 mil metros quadrados para a construção do campo, bem como liberando o gabarito das áreas edificáveis do entorno, alterando de seis para vinte e dois andares. Por essa razão, devido à importância da manutenção da reserva ambiental de Marapendi, cujo bioma pertence à Mata Atlântica, tornada Patrimônio Nacional (Lei Federal 11428/2006), é imperativa a alteração da categoria de unidade de conservação de Área de Preservação Ambiental/APA para Parque Municipal de Marapendi, proibindo definitivamente qualquer construção na região e viabilizando investimentos de pesquisa, desenvolvimento e recreação”.

O último post sobre o caso do Campo que mutila a APA Marapendi foi CAMPO DE GOLFE E APA MARAPENDI, DUAS OPINIÕES: do JORNAL O GLOBO e de ANDRÉA REDONDO.

Aos novos leitores do blog e da Página Urbe CaRioca na rede social Facebook – www.facebook.com/UrbeCaRioca – explicações detalhadas sobre o assunto podem ser conhecidas em O PREFEITO, O C40, O GOLFE, O DISCURSO, A PRÁTICA, E O MPe nos vários textos citados ao final desse artigo.

Para assinar a petição o link está AQUI.



Página FB Golfe para Quem? 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *