NOTÍCIAS URBANO-CARIOCAS 28/03/2014 – PÍER, ZP, PARQUE RADICAL, VARGENS, GOLFE, DEBATE IAB

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O PÍER DA POLÊMICA

De A a Z, agora letra nenhuma. Depois da polêmica sobre localização de um novo Píer na Zona Portuária – considerado fundamental para abrigar os navios que chegariam com muitos visitantes durante os grandes eventos e ao mesmo tempo os hospedariam – mostrou-se que a solução não era imprescindível. O número de quartos de hotel já é considerado excessivo; o Píer, rejeitado por arquitetos, urbanistas, e responsáveis pelos novos museus na Praça Mauá, foi descartado. Ao menos por hora.





MAIS SOBRE ÁRBITROS E MÍDIA NA ZP



O Vai e Vem das Vilas de Árbitros e de Mídia – da Barra para a Zona Portuária e da Zona Portuária para Curicicafoi criticado por especialistas, que defendiam a instalação dentro do projeto chamado Porto Maravilha, no mínimo para incluir o uso residencial na região, não incentivado pelo Pacote Olímpico 1 – conjunto de benesses urbanísticas e fiscais para o mercado imobiliário com foco nos prédios comerciais e hotéis. O Sr. Prefeito afirma que “o empreendimento (o conjunto de sete edifícios) se transformou em realidade, e o condomínio será construído independentemente das Olimpíadas”. A solução, no entanto, impede os olhares que se voltariam para a região degradada há décadas, e reduz a necessidade imediata de prover infraestrutura para a mesma, pela ausência de prazos. A Newsletter Ex-Blog comentou a surpresa do diretor executivodo COI para os Jogos Olímpicos, Gilbert Felli, com a decisão e afirmou que, nos bastidores, a reação foi de indignação e raiva.


MUDANÇA RADICAL NO PARQUE RADICAL



Até hoje o prometido Parque Radical na Lagoa Rodrigo de Freitas não foi construído. Tratamos do assunto em julho/2012 com O HANGAR PARA HELICÓPTEROS E A LAGOA RODRIGO DE FREITAS. O terreno já serviu para estacionamento na época da Copa das Confederações. O que restou da Academia do Corpo continua abandonado. Ou servindo a usos menos nobres do que já deveria ter acontecido há muito: integrar à área ao Parque Público que contorna a magnífica Lagoa. Talvez esteja mais uma vez reservado aos figurões ligados aos grandes eventos, e não à população carioca. Foi o que informou a nota publicada em 17/02/2014 no jornal O Globo, segundo a qual o lugar será utilizado para abrigar as instalações de apoio à provas de canoagem (provisório, então?) e o “QG” de logística da Fifa durante a Copa do Mundo, decisão esta incompreensível por tratar-se de área nobre, tombada e de interesse paisagístico. Porque não em um galpão abandonado na Região Portuária? 

REGIÃO DAS VARGENS – ABAIXO-ASSINADO



Corre na internet um abaixo-assinado que pede ao Prefeito a prorrogação do ‘congelamento’ das licenças de construção na Região das Vargens objeto da Lei Complementar nº 104/2009, conhecida por PEU Vargens, que aumentou expressivamente o potencial construtivo dos bairros, inclusive em áreas frágeis sujeitas a alagamentos e encostas com risco de deslizamento. Nenhuma surpresa, pois, quanto ao PEU VARGENS – MAIS QUE SABIDO, ERA UMA CERTEZA. Para assinar acessar AQUITermos que constam no abaixo-assinado:

“A edição do DECRETO 37.958/2013, que criou a AEIA DAS VARGENS é o reconhecimento, pela própria PREFEITURA DO RIO, da inadequação do PEU DAS VARGENS para garantia da proteção do Meio Ambiente.
Vários estudos científicos demonstram os efeitos negativos do PEU DAS VARGENS, aprovado pela LEI COMPLEMENTAR 104/2009, para a proteção do meio ambiente, bem como para o desenvolvimento urbano equilibrado.
O ESTATUTO DA CIDADE, LEI 10.257/2001, garante a participação popular no processo de elaboração das normas de controle do uso e ocupação do solo para garantia da sua eficácia.
Apesar do PARÁGRAFO 1º DO ARTIGO 108, DO PLANO DIRETOR, LEI COMPLEMENTAR 111/2011 , prever o prazo de 360 DIAS para duração das ÁREAS DE ESPECIAL INTERESSE AMBIENTAL- AEIA, a Prefeitura estabeleceu apenas 180 dias, isto é, a metade do prazo legal para a AEIA DAS VARGENS.

Tendo em vista o pouco, ou quase nenhum, conhecimento da maioria dos moradores da região das Vargens a respeito do processo de regulamentação da AEIA DAS VARGENS, nós moradores da REGIÃO DAS VARGENS e de TODA A CIDADE DO RIO DE JANEIRO, esperamos que seja imediatamente prorrogado por mais 6 meses, ou mais 180 dias, o prazo de validade inicialmente previsto no DECRETO 37.958, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2013, como prevê o PLANO DIRETOR”.


FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DE GOLFE



Gostaríamos de saber se nos países dos membros da Federação Internacional de Golfe, e da ‘família’ COI, sacrificariam uma Reserva Ambiental concebida e construída durante mais de meio século e em fase final de consolidação, para criar um Campo de Golfe a ser usado durante 15 dias, em uma cidade cuja paisagem é o seu maior bem, e que, além disso, dispõe de dois campos para o esporte de elite que, inexplicavelmente, voltou aos Jogos Olímpicos depois de 100 anos. Cremos que não. Salvo se lá, como cá, o interesse privado e os negócios imobiliários prevaleçam sobre o interesse público e as leis urbanísticas de proteção mudem de modo nocivo, em condições questionáveis e furtivas.


DEBATE NO INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL – IAB



No próximo dia 14/04/2014 haverá debate no Instituto de Arquitetos do Brasil – IAB. O tema é “UMA AGENDA PARA AS CIDADES”. O evento ocorrerá junto com o lançamento oficial da revista ARQUITETURA, edição especial sobre o Q+50. Rua do Pinheiro nº 10 – Flamengo. Horário: 18 h 30 min

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *