Artigo: CEM BANHEIROS PÚBLICOS PARA O RIO, de Jane Santucci

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Neste artigo a arquiteta faz considerações sobre os problemas causados pelo uso das chamadas UFAs – Unidades Fornecedoras de Alívio, apelido dado aos novos modelos de banheiros públicos instalados em praças e calçadas da cidade.

Na visão da autora, os aspectos negativos decorrentes da ineficiência e má implantação, em especial quanto à interferência na paisagem urbana – deixada em segundo plano -, podem ser revertidos, precedidos de estudos e adaptações. O título alude à notícia publicada no jornal O Globo em 26/06/2014.

Boa leitura.

Urbe CaRioca

CEM BANHEIROS PÚBLICOS PARA O RIO

Jane Santucci


A notícia que a Prefeitura vai instalar mais cem unidades de banheiros públicos denominados Ufa’s merece algumas considerações.

O modelo sem dúvida é mais adequado para a cidade que as cabines fechadas, consideradas inseguras. No entanto, os equipamentos atuais deveriam ser aperfeiçoados com a introdução de um piso na superfície interna, com caimento direcionado a um ralo a fim de evitar vazamentos pela calçada e forte odor.
 
Mas, um ponto importante a considerar em relação aos banheiros – assim como para todo equipamento urbano -, é que sua implantação deveria ser precedida de um estudo paisagístico.  O banheiro deve ser visível, porém discreto. Afinal, não se trata de um ponto focal como um chafariz ou monumento, e é desejável que sua presença não se torne um destaque, algo que infelizmente vem acontecendo com muita frequência.



LARGO DO MACHADO
Acessos à estação do Metrô – Elevador, cobertura da escada rolante, cercamento com grades. Ao fundo, ponto de ônibus. Em primeiro plano, dois banheiros públicos UFAs em fase de instalação.
Foto: Urbe CaRioca, junho 2014














Nossas praças têm sido poluídas com equipamentos diversos, muitas vezes colocados aleatoriamente.  

Tempos atrás foi anunciada a criação de uma Comissão de Paisagem Urbana, mas talvez não esteja atuando porque não vimos nenhum avanço nesse sentido.

Nossas principais praças, entregues a diferentes interesses, se apresentam fragmentadas por equipamentos que não respeitam o traçado de sua concepção, se impõem como obstáculo ao fluxo dos pedestres, quando não obstruem o caminho em sua totalidade: romper a perspectiva e desequilibrar a simetria estão entre as situações mais comuns.

Não apenas as praças estão poluídas visualmente com cabines diversas – seja para a oferta de serviços públicos ou particulares -, elevadores para o Metrô, coberturas nos acesso a estações, e todo tipo de apetrechos, sem dúvida necessários em alguns casos, dispensáveis em tantos outros, porém invariavelmente colocados sem critério algum de ordenação ou equilíbrio em respeito às características locais: o mesmo ocorre nas calçadas, canteiros e outras áreas públicas, por exemplo com a instalação de bancas de jornal e letreiros de propaganda que sobrecarregam as vias, empacham a vista e comprometem o fluxo de pedestres.

O resultado é um visual conflitante que compromete a qualificação da paisagem urbana.


Jane Santucci é Arquiteta e Professora adjunta
do Curso de Paisagismo da EBA/UFRJ.

_________________

NOTA: Abaixo, outras imagens do Largo do Machado demonstram o comprometimento da paisagem urbana, questão ampliada neste caso por tratar-se de uma área de proteção do ambiente cultural – APAC e devido à presença de bens culturais tombados na própria praça e no seu entorno (Monumento a Nossa Senhora da Conceição, Colégio Santo Amaro – uma das Escolas do Imperador – e o edifício conhecido como Palácio Rosa). Em seguida o símbolo da UFA – de gosto, no mínimo, duvidoso -, e detalhes da obra de instalação.

Fotos: Urbe CaRioca, junho 2014


LARGO DO MACHADO
Cabine da PM e local para esterilização de animais
Foto: Urbe CaRioca, junho 2014 

LARGO DO MACHADO
Acesso à estação do Metrô – Cobertura da escada rolante, grades e bicicletário.

LARGO DO MACHADO
Acessos à estação do Metrô – Elevador enfeitado para a Copa do Mundo, e rampa. À esquerda dois banheiros públicos UFAs em fase de instalação.

LARGO DO MACHADO
Quiosque de plantas e monumento a Nossa Senhora da Conceição. Ao fundo, a Igreja Matriz da Glória.


LARGO DO MACHADO
O símbolo das UFAs.
LARGO DO MACHADO
Detalhe da obra para instalação de dois banheiros públicos UFAs.

LARGO DO MACHADO
Detalhe da obra para instalação de dois banheiros públicos UFAs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *