CINEMA LEBLON, UM “BRAINSTORM” NO ESCURO

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Cinema Leblon, Julho 2014
Foto: Urbe CaRioca

NOTA:

Reportagem no Jornal O Globo de ontem sobre o desaparecimento dos cinemas de rua mostra números impressionantes. Uma pena para a cidade, o desaparecimento é o caminho provável do Cinema Leblon. O Grupo Estação, por sua vez, está em busca de novo fôlego. O Dedo do Estadocertamente estará lá de forma indireta. Ao menos, sem revogar tombamentos e aprovar um edifício comercial que contraria os critérios de proteção do patrimônio cultural e não tem o condão de salvar o cinema. Só em filme de ficção ou em um conto de fadas. Enquanto isso, uma visão contundente sobre o caso está no artigo de André Barcinski, publicado no Portal R7.


Urbe CaRioca

Youtube

 Uma luz no escurinho do cinema

Letra/Paródia inspirada na música Flagra*,
de Rita Lee e Roberto de Carvalho
Lará! Lararararará!
Larará! Lararararará!
A melhor solução!!!
Eu já vou encontrar!!!
No escurinho do cinema
A sala é do “Seu Luiz”
Resolvendo o problema
Quero um final feliz…
Se a AMA só quer
Que o Prefeito peque
Eu vou bancar o mocinho
Conselho é bom, tu me deste
Mas a caneta é meu destino…
E de repente o povo acordou
E a outra turma logo chiou
Descobriram a trama
Lama!
Que Flagra!
Que Praga!
Que Drama!
Uauauauauá!
Como vou aprovar…
Uauauauauá!
Como vou aprovar…
Como é que eu “salvo” o cinema?
Projeto que ninguém quis
Tenho agora um dilema
Não crescer o meu nariz…
Se o Sinduscon quer
Mais um faroeste
Eu vou bancar o santinho
Provoco um ato inconteste
Sou o Xerife bonzinho…
Destombo o prédio pra quem me pedir
APPP vai logo rugir
Todos na Justiça
Isso!
APAC!
Deflagra!
Acaba!
Uauauauauá!…
E eu nem vou revogar!
Uauauauauá!…
Nem preciso assinar!
No escurinho do cinema!
Eu escapei por um triz
Me livrei de um problema
A palavra é do Juiz…
__________________
*FLAGRA
Rita Lee (composição: Rita Lee e Roberto de Carvalho)
Fonte: Site Vagalume
Lará! Lararararará!
Larará! Lararararará!
No escurinho do cinema
Chupando drops de anis
Longe de qualquer problema
Perto de um final feliz…
Se a Deborah Kerr
Que o Gregory Peck
Não vou bancar o santinho

Minha garota é Mae West
Eu sou o Sheik Valentino..

Mas de repente o filme pifou
E a turma toda logo vaiou
Acenderam as luzes
Cruzes!
Que Flagra!
Que Flagra!
Que Flagra!
Uauauauauá!
Larará! Larará…
No escurinho do cinema
Chupando drops de anis
Longe de qualquer problema
Perto de um final feliz…
Se a Deborah Kerr
Que o Gregory Peck
Não vou bancar o santinho
Minha garota é Mae West
Eu sou o Sheik Valentino..
Mas de repente o filme pifou
E a turma toda logo vaiou
Acenderam as luzes
Cruzes!
Que Flagra!
Que Flagra!
Que Flagra!
Uauauauauá!…
Lará! Lará! Larará!
Lará! Lará! Larará!
Larará Lalari! Lalari!
No Escurinho do Cinema!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *