PARE A OBRA DO GOLFE!

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
ou, O Pedido da Capivara Esperançosa
CrôniCaRioca
Internet


Em uma das últimas postagens sobre a polêmica obra do Campo de Golfe na Barra da Tijuca da Urbe CaRioca divulgamos que há alternativa no caso de alguma eventualidade, conforme publicado no The Washington Times (v. GOLFE – PARA NÃO ESMAGAR A RESERVA AMBIENTAL, HÁ ALTERNATIVA).

Portanto, já sabemos que as tacadas olímpicas não necessariamente devem acontecer lá: há outros planos. Abaixo, o argumento definitivo que fará o juiz mandar paralisar a obra do famigerado Campo de Golfe.
Afinal, se o Campo de Golfe for feito, as capivaras não prosseguirão no passeio pelo Parque Ecológico Natural naturalmente. Terão que marchar até à beira da Lagoa de Marapendi e nadar até o outro lado do parque cortado, ou caminhar até a Avenida das Américas, contornar os condomínios Riserva e o campo, costeando os muros, e continuar pelo asfalto passando pelas duas avenidas perpendiculares à lagoa até alcançar o ‘outro lado’ da Reserva e do Riserva. Ficaria feio para o presidente do C40.
Ligue o som baixinho e divirta-se com esta brincadeira muito séria!
Urbe CaRioca

Urbe CaRioca

PARE A OBRA DO GOLFE!
Capivara Esperançosa
Por favor, pare a obra,
Senhor juiz, pare agora!

Senhor juiz, pode me dizer?
Sem esse Parque o que vou fazer?
Pois se o senhor esse Golfe aprovar,
Morta, sem meu verde, sei que vou ficar!
Por favor, pare a obra,
Senhor juiz, negue, é hora!

Senhor juiz ouça o meu lamento,
A Natureza é o nosso alento!
Salve a Reserva, ouça quem entende,
Pois nossa alegria é o Meio Ambiente!
Por favor, vete a obra!
Caro juiz, seu senso aflora!

(falado)
Senhor juiz, é de Lei e de Justiça,
Dessa APA,
A Cidade precisa,
Direito que o Rio tem,
E eu estou certa, os cariocas também!
Por favor, pare agora,
Senhor juiz, ou vou embora…

Por favor, obste agora,
Para salvar, Fauna e Flora)

(falado)
Senhor Juiz,
O Rio já sofreu demais,
Escute-me, um Parque não se desfaz,
Todo mundo sabe que o senhor é a Esperança.
Por favor, pense!
A APA está por um triz!
Pare o casamento – Youtube 
Pare o Casamento

Por favor, pare agora, senhor juiz, pare agora
Senhor juiz eu quero saber, sem esse amor o que vou fazer,
Pois se o senhor esse
Homem casar, morta de tristeza sei que vou ficar.
Por favor, pare agora, senhor juiz, pare agora
Senhor juiz esse casamento, será pra mim todo meu tormento,
Não faça isto peço por favor, pois minha alegria vive desse amor.
Por favor, pare agora, senhor juiz, pare agora
Senhor juiz, eu sei que o senhor é bonzinho, por favor,
Ele é tudo que eu amo, è tudo que eu quero,
E eu estou certa de que ele também me quer.
Por favor, pare agora, senhor juiz, pare agora
Por favor, pare agora, senhor juiz, pare agora
Por favor, não me deixe sofre assim senhor juiz,
Escute-me isto não se faz, todo mundo sabe que eu amo esse rapaz.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *