CAMPO DE GOLFE JO 2016, RIO DE JANEIRO – MARACANÃ E PÃO DE AÇÚCAR, QUANTOS CABEM NO TERRENO?

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O prefeito diz que não há Plano B.
Outra autoridade disse que sim, há alternativa.


Na cidade em que “Tudo é pra Olimpíada” mesmo que não o seja, a construção do Campo de Golfe desrespeita o Plano Diretor do Rio de Janeiro – autointitulado ‘sustentável’ – e elimina parte de um Parque Ecológico, é decisão incompreensível e inaceitável, já amplamente divulgada pela grande imprensa e nas redes sociais, e objeto de questionamento por arquitetos, urbanistas, biólogos, engenheiros ambientais e florestais, advogados que tratam do Direito Ambiental, mas, sobretudo, pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro – MPRJ e pela Justiça Estadual.

Sites internacionais divulgaram que o campo de golfe esmagará uma preciosa área ecológica protegida. Só a Prefeitura do Rio e o Comitê Olímpico Internacional – COI, ignoram (em todos os sentidos) e não admitem. 

Conforme noticiado ontem pelo Globo Esporte, durante a recente visita da Comissão do Comitê Olímpico Internacional – COI, o prefeito do Rio, atual presidente do grupo C40, negou que haja “plano B” para o golfe olímpico, “se mostra confiante por não considerar que na Área de Proteção Ambiental do Parque de Marapendi, aonde (sic) o campo está sendo construído, esteja ocorrendo um crime ambiental, como alega o MP” e disse que “Não há um dano ambiental. Ao contrário, aquilo era uma cimenteira muito degradada que se recuperar”.

Essa e outras afirmações igualmente estranhas e já desmentidas – como a alternativa que existe para as ‘tacadas olímpicas’ declarada a jornalistas estrangeiros, o caso do Itanhangá Golfe Clube, e aspectos apontados em O GOLFE, O ARTIGO, A RÉPLICA E A TRÉPLICA (While it raises some interesting points, several of the ‘clarifications’ are prettymisleading” – Elena Hodges), – serão comentadas em nova postagem.


Antes, a responsabilidade era de ninguém ( Jogo de Empurra – LANCEnet – Portal Terra). Em seguida o Prefeito disse que apenas à Prefeitura cabe decidir – embora o processo judicial continue tramitando.

Por enquanto, aos membros da Comissão, mais um vídeo que mostra a devastação da área e dará aos leitores ideia da magnitude das áreas destinadas a completar o Parque Municipal Ecológico de Marapendi, ceifadas antes de nascerem.

Urbe CaRioca
NOTA:

Além do vídeo acima, outras imagens impressionantes estão na reportagem exibida pelo RJTV que pode ser vista neste link.

Por outro lado, o vídeo TODO GOVERNANTE TEM INVEJA DE MIM, ATÉ A DILMA, compartilhado no Youtube, foi assistido mais de 50.000 vezes. Nele aparece a frase célebre sobre usar os Jogos como desculpa para tudo: “Tudo é pra Olimpíada, tem coisa que tem a ver com a Olimpíada, tem coisa que não tem nada a ver, mas eu uso”. Por isso, o Decreto Discreto.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *