MARINA DA GLÓRIA – MANIFESTAÇÃO AMANHÃ ÀS 15H e MAIS NOTÍCIAS

Rio, 50 graus
Dizem que uma imagem vale mais do que mil palavras – Marina da Glória, Parque do Flamengo. 
Foto: Valéria H. Goldfeld, 
09/01/2015
Em 2013 os leitores deste blog acompanharam as tentativas para construir um empreendimento comercial com Centro de Convenções, restaurantes e shopping na Marina da Glória, obra incompatível com o local que é bem cultural tombado e área pública e, ainda, por óbvio, Lugar de Barco. A proposta não se concretizou: houve intensa mobilização da sociedade civil contra o projeto que não obedecia aos critérios de proteção do Parque do Flamengo nem ao projeto original que prevê ocupação restrita e específica. =&1=&

Artigo: BOLA FORA DA PREFEITURA, de Renato Cinco


Desenho – Urbe CaRioca



O artigo sobre o inaceitável Campo de Golfe construído em reserva ambiental, no Rio de Janeiro, cidade prestes a completar 450 anos de fundação, reproduzido a seguir, foi publicado no jornal O Globo em 30/12/2014. O autor, vereador Renato Cinco, traça um bom panorama sobre o assunto.

Infelizmente o texto não menciona a supressão da Avenida Prefeito Dulcídio Cardoso, mais um aspecto urbanístico sério entre tantas decisões equivocadas, conforme analisado em várias postagens neste blog. O assunto, de fato, tem muitas faces!

Por outro lado, o site G1 de notícias divulgou a manifestação ocorrida no último sábado contra a falta d’água em diversos bairros da Zona Oeste  – relatada no post de ontem neste Urbe CaRioca – enquanto, segundo os manifestantes, milhares de litros são gastos diariamente para irrigar o terreno onde o campo de golfe, dito olímpico para os jogos 2016, está em construção, parte dele sobre área de reserva ambiental às margens da Lagoa de Marapendi. E, ontem, mais uma entrevista, com a falácia de sempre por parte da prefeitura, foi publicada no site Bloomberg.


Boa leitura.

Urbe CaRioca




Renato Cinco


Município atropela legislação para construir campo de golfe

Passada a Copa, a lógica dos megaeventos persiste na preparação para as Olimpíadas: atropelo e violação de parâmetros urbanísticos e ambientais em prejuízo da população. O local escolhido pela prefeitura para construir o Campo de Golfe Olímpico, às margens da Lagoa de Marapendi, na Barra, é um raro reduto de Mata Atlântica, de restingas e manguezais com espécies ameaçadas de extinção.
Com a proximidade dos Jogos, a prefeitura celebrou um acordo com Pasquale Mauro, transferindo a responsabilidade pela construção do campo. Em contrapartida, ele receberia o aumento do gabarito para construção de prédios na área.
As licenças ambientais foram concedidas em tramitação acelerada e anormal, mesmo com manifestações de técnicos da prefeitura contrárias ao projeto. Diante das ilegalidades detectadas no licenciamento e do avançar da devastação no local em função das obras, uma ação civil pública foi ajuizada.
Segundo o Ministério Público, o projeto “não atende aos objetivos de criação da Área de Proteção Ambiental, já que aniquila por completo todos os atributos ambientais e funções ecológicas daquele ecossistema”.
Recentemente, o juiz do caso afirmou que são justas as dúvidas sobre a legalidade do licenciamento e que a devastação ambiental causada pela obra olímpica é inegável, e ainda maior do que ele mesmo imaginava.
A prefeitura e a Fiori Empreendimentos (responsável pela construção) afirmam que a área já estava degradada. Contudo, tal fato não retira seus atributos ambientais. Segundo biólogos que visitaram o local, ela estava em processo de autorregeneração. Ademais, o próprio “proprietário” é apontado como responsável pelos danos ambientais anteriores.
Curiosamente, em vez de exigir a recuperação da área, o poder público optou por autorizar a implantação de um campo de golfe, atividade de luxo e bastante lucrativa ao “proprietário”, considerando a valorização da região e a contrapartida oferecida, com aumento do gabarito para construção de prédios residenciais.
A prefeitura alega ainda que o acordo significou grande economia aos cofres públicos, já que a construção ficará a cargo do setor privado. Mas o valor global das vantagens econômicas oferecidas a Pasquale Mauro constitui um montante até agora incalculável. Muito provavelmente este pode ser um dos campos de golfe mais caros da história.
Além disso, enquanto a prefeitura atropela a legislação para garantir a construção de um novo campo de golfe em uma reserva ambiental, comunidades inteiras, estabelecidas há dezenas de anos na própria região da Barra, sofrem com as tentativas de remoção sob a justificativa de proteção ambiental.
Essas são apenas algumas das razões que nos levaram a apresentar na Câmara Municipal do Rio um requerimento de CPI para investigar o processo de construção do chamado Campo de Golfe Olímpico. Esperamos, assim, que o Poder Legislativo cumpra sua função fiscalizadora, tão necessária no caso em questão.
Renato Cinco é vereador no Rio pelo PSOL
O Golfe dito “Olímpico” na Urbe CaRioca
Devastação da APA e Parque Municipal Ecológico Marapendi – Janeiro 2015

Foto: Divulgação movimento Golfe para Quem?


NOTA:
A quem interessar, repetimos o vídeo abaixo.

Leia mais

SEMANA 19 a 23/01/2015 – RECLAMILDA e SÃO SEBASTIÃO NO METRÔ, NOVEMBRO, NOTÍCIAS SOBRE O ASSACU e A AUDITORIA

Pensar em coisa boa… Já sei! Elogilda que contou. Aquele pessoal da prefeitura, lembra, São Sebastião, que quer proteger o Rio mais do que o senhor – vê se pode? – convidou para outro “desafio”, justamente sobre Mobilidade Urbana! Parece bom, né meu santo? O povo dá ideia, o alcaide ouve, atende… Ora, pipocas, depois do fiasco que foi o do “legado olímpico”(…) Trecho de

RECLAMILDA E SÃO SEBASTIÃO – O METRÔ, A IMOBILIDADE, E A BARCA DA CANTAREIRA Leia mais

O ASSACU DE COPACABANA SALVO EM 2014 E A AUDITORIA

Em 2014 moradores se mobilizaram para salvar a árvore que havia sido declarada imune ao corte.
Deu resultado! Na imagem, o folder distribuído há quase um ano.
=&0=& A Urbe CaRioca tem um assacu famoso. Fica em Copacabana e quase morreu. Porém, o indivíduo arbóreo teve mais sorte do que as árvores da Freguesia, em Jacarepaguá, as da Marina da Glória, no Parque do Flamengo e as da Praça Nossa Senhora da Paz, estas centenárias, retiradas para dar lugar à Estação do Metrô da Linha 1, rebatizada de Linha 4 por conveniência e interesse dos gestores públicos, enquanto a Linha 4 virou Linha 5! =&1=&

O MÊS NO URBE CARIOCA – NOVEMBRO 2014

Quanto mais desmandos na Urbe CaRioca sobre a Reserva de Marapendi, maior a indignação dos que acompanham as inverdades, e mais fortalecido fica o movimento Golfe para Quem?

Cena do filme GUERRA NAS ESTRELAS

Caros leitores, Em NOVEMBROuma das postagens mais acessadas foi a paródia ASSESSOR CONTA A HITLER SOBRE PROTESTO CONTRA OBRA DO GOLFE NA RESERVA AMBIENTAL, uma dose de bom-humor necessária diante de tantos desmandos e desfaçatez que tratam o caso espantoso do campo de golfe construído sobre uma reserva ambiental, destruindo o parque ecológico, como “restaurador do meio ambiente”, entre outros sofismas. Outro espanto foi a Linha 4 do Metrô ser renomeada de Linha 5! À Lagoa Rodrigo de Freitas, possível ataque urbano-carioca alerta os defensores do Estádio de Remo. Na pobreza espiritual e cultural reinante, o Macaco Muriqui foi descartado porque os bonecos coloridos com jeito de desenho animado japonês “vendem mais”… Pelo menos que não usassem os nomes dos nossos grandes poetas e músicos Vinícius de Moraes e Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim! Uma ofensa a quem difundiu a cultura e a música brasileiras pelo mundo! Em NOVEMBRO faltaram Post.zitivos…=&2=& Boa leitura.=&2=& =&4=&



(2) GLOBO ESPORTE 19/11, O PARQUE MARAPENDI E A PALAVRA DO MINISTÉRIO PÚBLICO: SUSPENSÃO
SEMANA 27/10/2014 a 01/11/2014 – DO GOLFE PARA QUEM? À REVISTA EXAME, BÚSSOLAS E TERRITÓRIOS, e NOVO PROTESTO CONTRA O GOLFE NA RESERVA AMBIENTAL

RECLAMILDA E SÃO SEBASTIÃO – O METRÔ, A IMOBILIDADE, E A BARCA DA CANTAREIRA

=&0=&=&1=&
Vinte de janeiro, Dia de São Sebastião,santo padroeiro da Cidade do Rio de Janeiro.


São Sebastião, por Marco Palmezzano.
Wikipedia
Estou eu aqui de novo nesse Metrô, perdida em pensamentos enquanto o trem não anda… Sim, trem de Metrô, não trem daquele que já foi do D. Pedro e da Imperatriz Leopoldina, anda nos trilhos em cima da terra. Estou no outro, o vagão que anda por baixo da cidade igual minhoca, dizem que é “transporte de massa”. Deve ser mesmo porque estou aqui toda amassada, o ar-condicionado quebrou e a minhoca não anda. Ai, que calor! E nem encontro Elogilda para papear e me distrair as ideias!
Pois é, está paradinho aqui no túnel, não é na estação, não! O alto-falante avisou que tem que esperar desafogar o trânsito lá na frente… Não, não é ônibus, meu São Sebastião, é trem mesmo, mas de Metrô, no seu tempo não tinha nem um nem outro, aliás, nem tinha bonde…
Tá difícil ficar neste sufoco, viu? Tá bem, concordo, levar flechada no peito é pior, mas, sei não, isso aqui também é um sofrimento! Eu que desmaio à toa com falta de ar, que martírio! Hummm… Pensar em outra coisa? Tem que ser boa?
Ah! O trem andou!
Cadê Elô? Deve estar lá no vagão das mulheres, todo rosa, que vergonha… Um vagão “feminino” porque os homens não se comportam bem, onde já viu, padroeiro? Parece a piada de tirar o sofá da sala. Não sabe? Claro, me desculpe, esqueci que o senhor é santo, depois eu conto…
Quando eu era garota e os ônibus ficavam lotados, o trocador dizia “Um passinho à frente aí, por favor!”, o pessoal se espremia pra perto do motorista, a roleta rolava, e entrava mais gente no lotação, no ônibus, no ‘chifrudo’… Pois é, agora nem querem pagar passagem, querem de graça, “passe-livre”, fazem manifestação na rua… Bem que a passagem podia baixar de preço! Aqui nesse buraco de tatu sem trocador nem passinho à frente, uns homens empurram o povo vagão adentro, igual no Japão, e cabe mais gente.
Já viu sardinha em lata?
Pensar em coisa boa… Já sei! Elogilda que contou. Aquele pessoal da prefeitura, lembra, São Sebastião, que quer proteger o Rio mais do que o senhor – vê se pode? – convidou para outro “desafio”, justamente sobre Mobilidade Urbana! Parece bom, né meu santo? O povo dá ideia, o alcaide ouve, atende… Ora, pipocas, depois do fiasco que foi o do “legado olímpico” – desculpe a intimidade, chamar o senhor assim – mas será que é bom mesmo, SanSebá? A tal “mobilidade”, virou palavra da moda, na época da Copa só se falava nisso, e aqui o trem parou de novo, é só imobilidade!


Se a prefeitura quisesse ajudar mesmo não ficava fazendo brincadeirinha na internet, conversava com o pessoal do Estado e mandava completar a Linha 2 do Metrô até a Carioca e fazer a Linha 4 de verdade até à Gávea, pelo Humaitá e Jardim Botânico. Afinal, quem é que manda na Cidade?
Soube das novidades? Juntaram as Linhas 1 e  2, por isso estamos nesse sufoco aqui, tudo lotado! Tem mais, estão espichando a Linha 1 pra juntar com o pedaço da 4 da Gávea em diante, e a Linha 4 original foi rebatizada de Linha 5!
Isso não é rede, é nó górdio! Agora querem fazer a 3, até São Gonçalo, será que sai?
Não entendeu? Complicado? Depois mando uns mapinhas pro senhor aí no céu, vai ajudar!




Tem mais ainda.
A Estação Gávea só vai ficar pronta depois da Olímpiada. Por quê? Ora, só pode ser para facilitar a vida de quem for à Barra para os Jogos, os visitantes! Ao morador, nada! Não duvido que tenha bilhete especial e horário fixado para pegar o Metrô, muita segurança, tudo civilizado ‘pra inglês ver’.

Guaratiba, Campo da Fé, Julho 2013.
Imagem: Conexão Jornalismo

Não vão deixar acontecer de novo a confusão que aconteceu na Jornada Mundial da Juventude. O Metrô não deu vazão, os jovens desesperados na rua, lembra, meu Sebá? Quando o representante do seu chefe esteve por aqui, o Papa Francisco, naquele mês de julho em que choveu à beça, foi lama pra todo lado?!

Bom, olha a tal Mobilidade funcionando, ó, o trem andou, já quase chegando na Estação Carioca!



Por falar em carioca, o carioca é crédulo mesmo, veja a Elogilda, tão boa, mas tão ingênua, achando que esse metrô-tripa é para a população, que todos os ônibus vão ter ar-condicionado, que esse BRT resolve… Pode ter resolvido lá nas cidades pequenas, mas aqui? Faça-me o favor! Isso é i-m-e-d-i-a-t-i-s-m-o, fazer obra rápida e dizer que é eficiente! Ora, Transporte é coisa séria, é assunto de Estado, não pode ser projeto só de um governo…
E o povo acredita!
Hummmmm… Será que é por isso que o símbolo dos 450 anos é daquele jeito? Cá pra nós, não espalha pra ninguém, que cara de bocó!

Ai, desculpe! Era para pensar em coisa boa… Não há de ser nada, tudo vai melhorar, com muita fé a gente chega lá, veja que pensamento bom, SanSebá! Leia mais

SEMANA 12 a 16/01/2015 – MARINA x FAM-RIO x IPHAN, e MAIS GOLFE PREDADOR NA MÍDIA INTERNACIONAL


Em 2011, de fato, o Itanhangá Golf Club estava disponível e apto a receber as tacadas do golfe olímpico, conformeessa reportagem. ORei Peléapoiou a iniciativa.

 

Trecho de GOLFE ABERRAÇÃO – NOTÍCIAS INTERNACIONAIS, PELÉ E SILVIO TENDLER

 

Rio, 50 graus
Dizem que uma imagem vale mais do que mil palavras – Marina da Glória, Parque do Flamengo. 
Foto: Valéria H. Goldfeld, 
09/01/2015

 

 

Semana anterior e textos mais lidos

A semana passada; prossegue o tema ‘árvores cortadas no Parque do Flamengo e o novo projeto para a Marina da Glória’, a carta da FAM-Rio ao IPHAN; e o movimento Ocupa Golfe, que defende a reserva ambiental de Marapendi continua a repercutir internacionalmente, ganhou o apoio do cineasta Silvio Tendler.


Em 2011 Pelé apoiou a realização dos torneios no Itanhangá Golf Club. Mas, os gestores públicos e o COI preferiram eliminar 450 ha do Parque Municipal Ecológico Marapendi, na Barra da Tijuca.


 

Blog Urbe CaRioca





Segunda, 12/01/2015

SEMANA 05 a 10/01/2015 – MARINA DA GLÓRIA, RIO À BEIRA D’ ÁGUA, e GOLFE PREDADOR NA MÍDIA INTERNACIONAL

=&14=&

SEMANA 29 a 31/12/2014 – MOEDAS E TUDO SOBRE O CAMPO DE GOLFE NA RESERVA AMBIENTAL, e PÃO DE AÇÚCAR DEMOLIDO

Artigo: “PRESENTE” DO PREFEITO AOS CARIOCAS NOS 450 ANOS DO RIO: AUTORIZA DESMATAR SEU PARQUE SÍMBOLO!, de Sonia Rabello

O RIO DE JANEIRO À BEIRA D’ÀGUA, de Andréa Redondo

GOLFE NA RESERVA AMBIENTAL – NOTÍCIAS MUNDO AFORA, e LUAU

=&14=& Terça, 13/01/2015

MARINA DA GLÓRIA – FAM-RIO PEDIU VISTAS AO PROCESSO

 

=&17=&

GOLFE ABERRAÇÃO – NOTÍCIAS INTERNACIONAIS, PELÉ E SILVIO TENDLER

Os postsmais lidos da semana =&18=&