GOLFE – O MINISTÉRIO PÚBLICO E PREFEITO DO RIO

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O caso do Campo de Golfe construído em Reserva Ambiental volta ao blog.

Notícia de ontem no jornal Folha de São Paulo – que já corre nas redes sociais – informou que “o Ministério Público do Rio instaurou inquérito para investigar eventual ato de improbidade administrativa do Prefeito do Rio (…) na operação que viabilizou a construção do campo de golfe da Olimpíada de 2016”.




A reportagem tem o título PROMOTORIA ABRE INVESTIGAÇÃO CONTRA PAES POR CAMPO DE GOLFE DA OLIMPÍADA, e pode ser lida na íntegra NESTE LINK.



Caso os promotores queiram conhecer aspectos urbanísticos e ambientais envolvidos no assunto – inclusive sobre a eliminação de uma importante avenida da Barra da Tijuca justamente enquanto a péssima mobilidade urbana na cidade é tema recorrente nas queixas da população e nas discussões entre técnicos, e está diariamente em todas as mídias  – encontrarão várias análises e artigos neste blog, mapas, vídeos e imagens do local antes e depois da devastação.

Área retirada do Parque Municipal Ecológico Marapendi, reserva ambiental integrante da Área de Proteção Ambiental Marapendi, para a construção de um Campo de Golfe: aproximadamente 450.000,00 m², ou, 45 ha. Obs. Nessa medida está incluída a parte de 58.000,00 m² doada ao antigo Estado da Guanabara, portanto área já tornada pública e pertencente ao Parque. o restante seria obrigação do empreendedor dos condomínios Riserva também passar para a Prefeitura como parte do processo de licenciamento para construir, obrigação esta que, junto com a de construir a Avenida Prefeito Dulcídio Cardoso, foi dispensada em mais uma benesse urbanística prejudicial à cidade com a qual proprietários do terreno e construtores foram agraciados, entre outros favores.




Todos os posts foram listados em GOLFE – MUITAS FACES, UMA SÓ MOEDA, dos quais o primeiro,  PACOTE OLÍMPICO 2 – O CAMPO DE GOLFE E APA MARAPENDI , de novembro/2012, foi o texto mais acessados no Urbe CaRioca desde a sua criação. Entre muitos recomendamos os artigos de Elena Hodges – em especial sua resposta à Empresa Olímpica (v. agosto e setembro/2014) – os de Sonia Rabello, Pedro Paulo da Poian, Sonia Peixoto, e o da responsável por este blog publicado em 24/02/2014 no jornal O Globo.





Boa leitura, e, já que é tempo de diversão, com todo o respeito aos promotores, vale rever  ASSESSOR CONTA A HITLER SOBRE PROTESTO CONTRA OBRA DO GOLFE NA RESERVA AMBIENTAL e PARE A OBRA DO GOLFE! (ou, O Pedido da Capivara).


Bom Carnaval!





Urbe CaRioca
CAPIVARAS DESNORTEADAS
Desenho: Urbe CaRioca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *