IDEB NO RIO DE JANEIRO, A URBE CARIOCA: SALVE MARACANÃ, SALVE SANTA CRUZ!

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
“O Antigo Museu do Índio não apenas foi poupado pelo governador como, ontem, surpreendentemente, foi tombado PELO PREFEITO, tal como o Parque Aquático Julio Delamare e o Estádio de Atletismo Célio de Barros, antes condenados com veemência, foram destombados e agora des-destombados! Até a Escola Municipal – que não precisava ser tombada, diga-se, bastava deixá-la, e aos pais e alunos, sossegados – foi alvo das reflexões preservacionistas”.

Trecho de O INCRÍVEL TOMBAMENTO DO ANTIGO MUSEU DO ÍNDIO E DOS EQUIPAMENTOS DESPORTIVOS VIZINHOS AO MARACANÃ



Internet

  
A divulgação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em toda a grande imprensa, nos últimos dias, foi nada alentadora, salvo algumas exceções.
Na Cidade do Rio de Janeiro, uma grata surpresa: a Escola Municipal Roberto Coelho e a Escola Municipal Friedenreich receberam a melhor nota da rede municipal no primeiro segmento de avaliação – Ensino Fundamental – 1º até o 5º. A primeira fica em Santa Cruz e a segunda, no Maracanã.
A Escola Municipal Friedenreich frequentou os posts deste blog por um motivo curioso. Como explica a reportagem publicada no Jornal O Globo de hoje, a escola, que é vizinha ao Estádio do Maracanã, quase foi demolida. Junto com a demolição do prédio do antigo Museu do Índio, do Parque Aquático Julio Delamare e do Estádio de Atletismo Célio de Barros o espaço daria lugar a um empreendimento comercial e um edifício-garagem, no escopo da concessão do Maracanã pleiteada pelo empresário Eike Batista.

Governador e Prefeito desistiram da empreitada após instalada grande polêmica sobre as demolições com protesto de vários segmentos da sociedade civil, inclusive de alunos da escola, de seus pais e professores.

ANTIGO MUSEU DO ÍNDIO: PARECER CONTRÁRIO À DEMOLIÇÃO

ANTIGO MUSEU DO ÍNDIO – 2: POR QUE DEMOLIR?

MAIS MUSEU, 4 – GOVERNADOR DESISTE DA DEMOLIÇÃO, DIZ O JORNAL

VOU DEMOLIR! HUMMM.. REFLETI… NÃO VOU DEMOLIR…

O INCRÍVEL TOMBAMENTO DO ANTIGO MUSEU DO ÍNDIO E DOS EQUIPAMENTOS DESPORTIVOS VIZINHOS AO MARACANÃ

 

A reportagem citada menciona alguns motivos pelos quais a Escola Municipal Friedenreich teria apresentado bons resultados, entre os quais o estímulo à leitura e a participação ativa dos pais dos alunos.

É de se indagar se, uma vez transferido de local, o colégio teria apresentado os mesmos resultados. É impossível saber, mas, podemos intuir que não, a partir da constatação de que grupos de alunos seriam ser desfeitos, professores transferidos, fora o período de adaptação inerente às novas condições, com a distribuição dos alunos por outras escolas caso uma nova unidade não fosse construída. Um assunto tipicamente “urbano-carioca” que poderia ter tido consequências desastrosas do ponto de vista da Educação.

Este blog comemora a permanência daqueles equipamentos públicos, os resultados apresentados pelas escolas municipais Roberto Coelho e Friedenreich, entende que um conjunto de fatores contribuiu para a conquista – o interesse de alunos, pais e professores – e recorda o depoimento recente de uma conhecida jornalista ao contar que progrediu nos estudos após uma professora da escola pública que frequentava ter percebido o talento da menina, sugeriu a transferência da aluna para uma escola “melhor”, onde ela pode desenvolver suas aptidões e ser hoje uma profissional de sucesso.

A todos, a melhor Educação, ótimas escolas, e muitas oportunidades.


Urbe CaRioca


Parque Aquático Julio Delamare

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *