PEDIDO AO PREFEITO 10 – PRAÇAS EM BOTAFOGO, etc.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
Desenho: Nelson Polzin, 2012

Este pedido do blog Urbe CaRioca é antigo. Nova gestão da Cidade do Rio de Janeiro, hora de relembrar.

Em várias postagens sugerimos que a Prefeitura observasse a carência de espaços livres para atividades de lazer e contemplação, ou seja, praças públicas, nos bairros de Botafogo e Humaitá.

Em VENDO O RIO, NO ESTADO – ESTUDO DE CASO: BOTAFOGO (03/07/2012) mostramos que as poucas áreas livres existentes são insuficientes e, por vezes em local inadequado. É o caso do Largo do Humaitá, nesgas verdes entre pistas de automóveis com tráfego intenso, possivelmente lugar agradável há mais de meio século quando Botafogo era ainda aprazível.

De nada adiantaram os pedidos e alertas. Em 09/01/2013 publicamos ADEUS, TERRENO DO BATALHÃO, ADEUS, PRAÇAS EM BOTAFOGO… . Em parte da área do 2º Batalhão da PM já existe um edifício construído após a venda daquele trecho do imóvel Próprio Estadual realizada pelo Governo da época, prenúncio da falência hoje vivida. Por sorte ou devido à polêmica instalada, o terreno histórico que compreende o QG da PM, o antigo Quartel dos Barbonos, no Centro, não foi vendido, como se pretendia, para a Petrobrás!

A Prefeitura não ficou atrás e promoveu a venda de inúmeros terrenos, tanto Próprios Municipais – alguns gravados com o uso de escola – quanto áreas públicas destinadas a praças, lazer e jardins, estas devidamente agraciadas com a fixação de índices construtivos antes inexistentes.

Justamente em Botafogo uma benesse urbanística inexplicável eliminou a possibilidade de que um dia houvesse uma praça na Rua São Clemente, em frente ao Morro Dona Marta, explicado em BOTAFOGO: A PRAÇA CEIFADA ANTES DE NASCER ou… BOTAFOGO: A PRAÇA E A RESOLUÇÃO.

O pedido ao prefeito: (1) transformar o terreno do governo federal – INSS – situado na esquina das ruas Voluntários da Pátria e Conde de Irajá em uma belo parque, central no bairro de Botafogo, fazendo gestões junto à esfera federal; (2) resgatar o PAA nº 8157 de modo a que um dia possa ser implantada a praça prevista na esquina das ruas São Clemente e da Matriz; (3) evitar que o restante do terreno do 2º Batalhão da PM seja vendido – caso ainda não tenha sido – fazendo gestões junto ao falido Estado do Rio de Janeiro.

Abaixo, a lista dos posts que trataram do tema, a qual inclui o famigerado Campo de Golfe dito Olímpico, motivo para retirar 450 ha do Parque Municipal Ecológico Marapendi e impedir a conclusão da Avenida Prefeito Dulcídio Cardoso, na Barra da Tijuca.

Os poeminhas da especulação imobiliária são seriamente bem-humorados.

 

Urbe CaRioca

 

21/06/2012 – VENDO O RIO – POEMINHA DA ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA
22/08/2012 – VENDO O RIO 2 – POEMINHA DA ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA (VENDO O RIO, OUTRA VEZ)
20/09/2012 – VENDO O RIO, 3 – POEMINHA DA ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA (VENDO O RIO, EMBRULHADO)

02/10/2012 – BOTAFOGO: A PRAÇA CEIFADA ANTES DE NASCER ou… BOTAFOGO: A PRAÇA E A RESOLUÇÃO

09/01/2013 – ADEUS, TERRENO DO BATALHÃO, ADEUS, PRAÇAS EM BOTAFOGO…

16/05/2014 – O SAMBA-RAP DO ALCAIDE
03/06/2014 – VENDO O RIO, TERCEIRA TEMPORADA (O PLC analisado aqui foi substituído pelo Projeto de Lei similar – v. texto de 04/06/2014. Os comentários prevalecem)
12/09/2014 – PARE A OBRA DO GOLFE!

18/03/2015  PROJETOS DE LEI COMPLEMENTAR EM 2014 – MAIS VALIA E MUITO MAIS

20/03/2015  VENDO O RIO – REUNIÃO E DEBATE DIA 23/03/2015

23/03/2015  VENDO O RIO – DIREITO DE SUPERFÍCIE: O PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR

24/03/2015  Sonia Rabello – DIREITO DE SUPERFÍCIE NO RIO: NOTA SOBRE UMA TENTATIVA DE IMBRÓGLIO JURÍDICO

30/03/2015  VENDO O RIO – DIREITO DE SUPERFÍCIE: COMENTÁRIOS INICIAIS

14/04/2015  QUINTO POEMINHA – VENDO O RIO, MUITO MAIS! (UM POEMINHA NADA SUPERFICIAL)

16/04/2015 – VENDO O RIO – ALIENAÇÃO DE BENS DO MUNICÍPIO: O PL nº 1115/2015 (Embora não trate do nominado “Direito de Superfície”, o PL nº 1115 promove a venda de próprios municipais é similar ao do PLC nº 96/2015).

08/05/2015 – BALCÃO RJ: VENDE-SE TUDO, de Jean Carlos Novaes

07/08/2015 – DIREITO DE SUPERFÍCIE A CAMINHO, DIREITO À CIDADE IGNORADO

14/08/2015 – PLC Nº 96/2015, UM NOVO RETALHAMENTO DA LEGISLAÇÃO EDILÍCIA, de Canagé Vilhena

08/04/2016 – SÃO CONRADO – UM POSTO MALPOSTO E DEPOSTO … e, mais uma vez, VENDO O RIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *