Morro do Pasmado – Prefeitura insiste em macular a paisagem carioca com obra inadequada

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
Simulação do projeto do memorial no Pasmado: os dez mandamentos seriam escritos na estrutura – Reprodução (O Globo)

Sem se importar com o parecer negativo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional  (IPHAN) (veja mais em “Morro do Pasmado – IPHAN protege a paisagem e nega a construção“), para o museu, a Prefeitura do Rio, através do Conselho de Política Urbana – COMPUR, tenta dar legalidade e tirar do papel o Museu do Holocausto.

Vale a pena conferir a matéria “Obelisco em homenagem às vítimas do Holocausto provoca polêmica”, do jornal “O Globo”

Abaixo, a convocação para a reunião do COMPUR:

Notícia sobre a contratação do escritório de Burle Marx

Fonte: Associação de Moradores e Amigos de Botafogo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *