Sobre o Congresso Mundial de Arquitetos em 2020

Post.Zitivo

Palácio Gustavo Capanema, Centro, Rio de Janeiro
Crédito: henri-koga (imagem obtida na internet)

Após a paisagem carioca ser motivo de divulgação de nossas belezas naturais mundo afora, agora um importante conjunto de construções da Cidade do Rio de Janeiro, erguidas ao longo de sua História, leva também o nome da Cidade Maravilhosa a receber mais um título e o reconhecimento internacional. Parabéns aos que se empenharam, mais uma vez, em valorizar o que temos de melhor no Rio e na Arquitetura brasileira.

A notícia abaixo foi divulgada ontem no site da Prefeitura do Rio de Janeiro.

Urbe CaRioca

Crivella assina acordo de cooperação para Congresso Mundial de Arquitetos

18/02/2019

O prefeito Marcelo Crivella assinou, nesta segunda-feira (18/02), um acordo de cooperação entre a Prefeitura e o Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB) para a realização da programação relativa ao Congresso Mundial de Arquitetos, que a cidade vai receber em julho do ano que vem. A parceria garante também a realização de eventos em comemoração ao título de primeira Capital Mundial da Arquitetura, concedido ao Rio pela Unesco, agência da Organização das Nações Unidas (ONU) para educação, ciência e cultura e pela União Internacional dos Arquitetos (UIA). O anúncio do prêmio foi feito no mês passado, em Paris.

– Nós precisamos levar esse evento ao coração do nosso povo. A arquitetura influencia muito o espírito das pessoas. A alma das pessoas é um espelho do local onde habitam, e ao longo da História sempre foi assim. Às vezes, a arquitetura das pequenas obras age mais na vida das pessoas do que a das grandes obras. Calçadas, travessias, sinais, pontos de ônibus e ciclovias as aproximam de uma cidade, que essas pessoas precisam entender que é delas. É preciso que a arquitetura chegue também ao povo simples da nossa cidade, e que ele não se sinta excluído. É o grande desafio nosso, e fica aqui o compromisso da Prefeitura do Rio de prestar todo apoio – afirmou Crivella, ao lado da secretária Municipal de Urbanismo, Verena Andreatta, e do Presidente do 27º Congresso Mundial de Arquitetos, Sérgio Magalhães.

A Cidade Maravilhosa, conhecida mundialmente por suas belezas naturais, é considerada Patrimônio Mundial por sua paisagem cultural, título que já tinha sido atribuído também pela Unesco. O reconhecimento a seus espaços urbanos, prédios e monumentos é uma oportunidade de mostrar um lado menos divulgado da cidade: o do valor arquitetônico.

– É fundamental garantir o acesso da arquitetura e do urbanismo a todos. E o Rio é um laboratório valioso para o mundo, no sentido de se debater que tipo de ajuda a arquitetura pode dar para os desafios que as grandes cidades do mundo propõem – destacou Nivaldo Andrade, presidente nacional do IAB.

Legado para a cidade

Além de atrair novamente as atenções internacionais de forma positiva, o título de Capital Mundial da Arquitetura destaca um aspecto ainda pouco difundido do Rio: seu valor arquitetônico. A cidade tem muito a oferecer nesse sentido: construções do período colonial; prédios no estilo art-déco, que marcou as primeiras décadas do século passado; e os primeiros edifícios modernistas e pérolas da arquitetura de Oscar Niemeyer, maior nome brasileiro, reconhecido mundialmente. No entanto, segundo especialistas, o principal legado será o de identificar metas que possam ser traçadas para os próximos dez anos, o que ajudará a construir políticas públicas para a melhoria do projeto urbanístico da cidade.

Sobre o Congresso

Maior fórum mundial de arquitetura, o Congresso Mundial de Arquitetos UIA 2020 RIO é promovido pela União Internacional dos Arquitetos (UIA) – sediada em Paris – e organizado pelo Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB). Ocorre a cada três anos, e, a partir da edição carioca, a cidade que sediar o evento receberá também o título de Capital Mundial da Arquitetura.

Pela primeira vez no Brasil, o evento será realizado entre 19 e 26 de julho de 2020, no Rio, com atividades em locais diversos da cidade, entre eles o Palácio Gustavo Capanema, que deverá receber exposições, palestras e workshops. A expectativa é que 25 mil arquitetos e acadêmicos de arquitetura de todo o mundo visitem o Rio durante a realização do UIA2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *