Prefeitura do Rio analisa descontos de IPTU

Reportagem publicada no jornal O Globo informa que a Secretaria Municipal de Fazenda e Planejamento (SMFP) está fazendo um pente-fino nos cadastros de cerca de 2,7 mil imóveis que tiveram isenções ou abatimentos previstos em leis. Entre eles está  o antigo Hotel Glória, ícone da arquitetura neoclássica da Cidade e fechado desde 2013 como reflexo de problemas financeiros do ex-proprietário, o empresário Eike Batista.  Segundo a reportagem o imóvel deixou de recolher pelo menos R$ 1,9 milhão de IPTU em 2019 e 2020 por falhas no cadastro da Prefeitura. O prédio era beneficiado por um desconto de 40%, aplicável somente para estabelecimentos que hospedem visitantes, como forma de estimular a atividade. Leia mais