UMA CIDADE, DOIS TÍTULOS, MIL CARIOCAS!

RIO DE JANEIRO, CIDADE MARAVILHOSA
CORCOVADO, CRISTO REDENTOR, ENSEADA DE BOTAFOGO, PRAIA DO FLAMENGO E NITERÓI
Blog Sempre à Mão

“Em matéria de etimologias túpicas*, cada cabeça, cada sentença. A palavra cariocanão escapou a essa garabulha*.

Para alguns ela traduziria água corrente da pedra, para outros, casa da fonte, ou ainda, casa do branco, corrente saída do mato ou do monte, casa da corrente, do mato… Há também quem lhe vá procurar origem na palavra cari ou acari, o peixe cascudo, tão comum nos nossos rios e muito comido pelos silvícolas. Carioca seria paradeiro, abrigo, casa dos acaris.

Três razões poderiam ter levado os nativos a chamar o português de carioca: ou porque o vindiço houvesse feito a sua casa à beira do rio que já lhe era conhecido por Cariocaou Acarioca, uma vez que era a morada dos acaris; ou ainda porque a casa feita pelos reinóis*, tôda de pedra, dava-lhes a idéia do indumento* do referido peixe. Assim, carioca seria a casa dos acaris de fato, ou em sentido figurado.

Se o leitor é carioca e quer saber por que é carioca, nada mais lhe resta do que optar por qualquer daquelas traduções ou alguma dessas explicações”. 


GASTÃO CRULS em Aparência do Rio de Janeiro.

* Dicionário Houaiss

Túpica– Relativa ou pertencente a tupi (povo ou tronco linguístico); de origem tupi.
Garabulha– (1) Confusão, embrulhada, trapalhada.
Reinóis(plural de reinol) – (1) Relativo a ou próprio do reino (2) diz-se de ou indivíduo natural do reino.
Indumento– (2) Envoltória, revestimento.

A Mui Leal e Heróica Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro foi fundada em um dia 1º, no mês de março, 1565. O título de Patrimônio Mundial recebido há duas semanas também chegou em um dia 1º, no mês de julho, 2012.

PRAIA DE COPACABANA, RIO DE JANEIRO
www.riodejaneiroturismo.org

A notícia explicou que apenas uma parte do Rio de Janeiro foi submetida ao julgamento: o lindíssimo conjunto formado por “Pão de Açúcar, o Corcovado, a Floresta da Tijuca, o Aterro do Flamengo, o Jardim Botânico, a Praia de Copacabana, e a entrada da Baía de Guanabara. As belezas cariocas incluem o Forte e o Morro do Leme, o Forte de Copacabana e o Arpoador, o Parque do Flamengo e a Enseada de Botafogo”.

No mapa abaixo, a parte reconhecida como Patrimônio da Humanidade está delimitada com vermelho e a zona de amortecimento é azul. Nossa amiga Niterói está lá com os Fortes magníficos que ajudaram a conquista.

RIO DE JANEIRO, PATRIMÔNIO CULTURAL
CATEGORIA PAISAGEM URBANA – JULHO, 2012

O filme de apresentação da candidatura enche os olhos e alimenta a alma. Homenageia a Urbe CaRioca, canta suas belezas naturais, e vai além: mostra a importância do cidadão carioca e quase diz que sem ele… não haveria o título. Que coisa! Foram os “fatores humanos”, então!




Uma frase do narrador é curiosa: “Ser candidata a patrimônio cultural … contém o crescimento desordenado… acentua a preservação de monumentos e prédios urbanos e amplia o enorme prestígio internacional que o Rio já possui”. Quanto à parte final, sem dúvida. Quanto ao resto… “ser candidata” não resolverá o problema algum, nem ter ganhado o título, o que o texto realmente gostaria de dizer. Apenas ações  firmes para tanto poderão ajudar a melhorar esses aspectos tão complexos e contínuos.
Mas, é hora de comemorar os fatores humanos fundamentais para a conquista!

Cariocas natos, sem precipitação! Os louros não são nossos. Os personagens do filme são os que vivem ou viveram aqui nos últimos 447 anos, muito fizeram pelo Rio, e assim são chamados – CARIOCAS – mesmo que não tenham nascido na Cidade Maravilhosa e independentemente da sua origem.

RODA DE SAMBA – Andaraí
Blog Jornal do Samba

Nos dias de hoje é evidente que estão nesse grupo não apenas os que moram no “sítio” físico e geográfico da Zona Sul que nos elevou a Patrimônio na categoria Paisagem Cultural Urbana, mas todos os demais: do Centro, Zona Norte, Zona Oeste, e, porque não, Região Metropolitana e outros Municípios vizinhos?

LUAU EM NITERÓI
Portal Canção Nova
Afinal, são apenas eles os responsáveis por outro título que chegou bem antes, aquele que revelou ser o Rio “A Cidade Mais Simpática do Mundo”.  São aqueles que entre cariocadas e carioquices, moram ou transitam pelo Rio de Janeiro a trabalho ou a passeio, e estão sempre prontos para ajudar um turista a encontrar o que procura, com um sorriso nos lábios.

Por isso é possível afirmar que através do seu povo o sítio reconhecido extrapola os limites físicos objeto da candidatura.

                                      Cidade Maravilhosa e seu povo. Maravilhe-se

O cidadão de só um  lugar – natural ou adotivo – leva o nome da sua cidade misturado com o apelido que recebeu dos índios. O gentílico que recebeu dos primeiros habitantes  ficou para sempre.

O CaRIOca tem sempre o Rio consigo
Ilustração: Nelson Polzin

O CaRIOca  tem sempre o Rio consigo, bem no meio do peito tal qual o coração que bateu mais forte esperando o título como se fosse final de Copa do Mundo.

Se cariocaé água, rio, peixe, casa, paradeiro ou abrigo, tanto faz optar por uma ou juntar todas as traduções em uma só palavra: o que são moradia, água e comida senão Vida?
Como o Rio de Janeiro é o coração do Brasil, cariocas somos todos nós, os brasileiros!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *