Sesc lança curso online gratuito “Arquitetura e Cidade no Brasil”

A partir do dia 31 de março de 2022, o curso Arquitetura e Cidade no Brasil, ministrado pelo arquiteto, curador e professor Guilherme Wisnik, passa a integrar o catálogo de atividades EAD da plataforma Sesc Digital. Inteiramente gratuita e livre, a atividade pode ser assistida no ritmo do aluno.

Urbe CaRioca

Sesc lança curso online gratuito “Arquitetura e Cidade no Brasil” ministrado por Guilherme Wisnik

Link original

O curso Arquitetura e Cidade no Brasil, ministrado pelo arquiteto, curador e professor Guilherme Wisnik, passa a integrar o catálogo de atividades EAD da plataforma Sesc Digital a partir do dia 31 de março. Inteiramente gratuita e livre, a atividade tem formato autoguiado e assíncrono, para ser assistido no ritmo do aluno.

Em seis videoaulas direcionadas para um público interessado na integração entre arquitetura, cidades e artes visuais, Wisnik aborda a questão da modernidade arquitetônica e urbana no Brasil por meio de um conjunto de temas: importação de modelos estrangeiros; busca pela identidade nacional; luta pela habitação social; processo de metropolização e verticalização; criação dos espaços públicos e vãos livres e as práticas ativistas pelo direito à cidade.

O conteúdo é ilustrado com obras e projetos representativos em cidades das cinco regiões do Brasil, assinados por arquitetos relevantes do cenário nacional. Dentre eles estão trabalhos de João Filgueiras Lima (Lelé), Lina Bo Bardi, Severiano Porto, Vilanova Artigas, Oscar Niemeyer, Lucio Costa e Affonso Eduardo Reidy.

Além de um resgate histórico, o professor se debruça sobre exemplos de locais públicos importantes em nossas cidades e suas recentes formas de ocupação pelas pessoas. Esses espaços urbanos de convivência podem ser resultados de investimentos do poder público, como nos casos do Parque Flamengo, no Rio de Janeiro, e da Avenida Paulista, em São Paulo, e também da mobilização da sociedade civil, como nos exemplos do Parque Augusta e do Largo da Batata, em São Paulo; da Praça da Estação, em Belo Horizonte; e do movimento Ocupe Estelita, no Recife, entre outros.

Guilherme Wisnik é arquiteto, crítico, curador e professor na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP). Quando estudante na FAU USP, foi aluno do arquiteto Paulo Mendes da Rocha, com quem trabalhou posteriormente. Em 2001, publicou um livro sobre Lúcio Costa, autor do plano piloto de Brasília, e passou a escrever críticas sobre arquitetura e cidade no jornal Folha de S. Paulo. A partir daí, publicou artigos e ensaios em revistas nacionais e estrangeiras, como Architectural Design (Inglaterra), Artforum (Estados Unidos), 2G e Arquitectura Viva (Espanha) e Urban China (China), entre outras. Em 2013, foi Curador Geral da 10ª Bienal de Arquitetura de São Paulo, que teve como título “Cidade: modos de fazer, modos de usar”. Já em 2018, foi Cocurador da mostra Infinito Vão: 90 Anos de Arquitetura Brasileira, na Casa da Arquitectura de Portugal, em Matosinhos, exibida também no Sesc 24 de Maio, em São Paulo, em 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.