A Urca é um bairro singular, por Hugo Hamann

Em continuidade ao assunto trazido por Luís Fernando Janot, no post “Preservar é preciso”, publicamos o artigo do arquiteto Hugo Hamann.

Urbe CaRioca

A Urca é um bairro singular, por Hugo Hamann

A Urca é um bairro singular, tão singular que há 43 anos, por iniciativa de seus moradores, a Prefeitura editou uma legislação especial de proteção do bairro – Decreto 1446/78 – primeiro Projeto de Estruturação Urbana no Rio, que conseguiu impedir a especulação imobiliária no bairro e preservar, quase que integralmente, a ambiência urbana original da década de 20.

Singular por suas características Ambientais e Paisagísticas protegidas, há mais de 30 anos, por legislação especial com o tombamento do antigo Cassino, da amurada e da ponte, além da preservação de mais de duas centenas de imóveis.

Singular por sua História, antes mesmo de existir como bairro, local da Fundação da Cidade do Rio de Janeiro, na Fortaleza de São João, e da Feira Nacional de 1908, na Praia Vermelha, abrigando, posteriormente, o famoso Cassino da Urca e TV Tupi em imóvel ainda existente.

Singular por sua localização aos pés do Pão de Açúcar e do Morro da Urca, monumentos naturais declarados, pela UNESCO, Patrimônio Mundial da Humanidade.

Singular por sua conformação, bairro planejado, predominantemente residencial e de pequena extensão territorial, fruto de um aterro sinuoso sobre as águas da Enseada de Botafogo.

Singular por seu precário sistema viário, original da década de 20, sem qualquer benfeitoria, com pouco mais de uma dezena de ruas estreitas e apenas uma entrada e uma saída.

Singular por sua obsoleta infraestrutura de água / luz / esgoto em constantes reparos, já incapaz de atender às demandas atuais do bairro.

Uma legislação urbana municipal deve ter, como objetivo principal, promover a qualidade de vida de seus habitantes e essa qualidade, no caso da Urca, está garantida pelas legislações vigentes para o bairro, legislações que não podem ser modificadas sem os devidos estudos de impacto viário, ambiental, de vizinhança e de densidade no bairro.

Causa, por conseguinte, enorme e justificada preocupação aos moradores da Urca, as eventuais propostas de modificação das legislações em vigor para o bairro, ora em tramitação na Câmara de Vereadores, como a flexibilização de usos de residências para clínicas, escritórios, sedes de empresas, creches e outras atividades comerciais que irão comprometer, irremediavelmente, a qualidade de vida de um dos mais bucólicos e tradicionais redutos cariocas, verdadeiro patrimônio da Cidade do Rio de Janeiro.

Uma cidade, basicamente, é um conjunto de bairros interligados e nesse mosaico carioca a Urca se destaca como um bairro diferenciado e, como tal, deve ficar à margem de eventuais legislações genéricas propostas para o restante da cidade.

Comentários:

  1. Se não tentarem apoio da imprensa vai ficar difícil.Os moradores antigos sabem que na época o apoio da imprensa foi essencial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.