Nota sobre a Cobal – Leblon e Humaitá

Proprietários e moradores se unem em defesa da Cobal – Foto: Fabio Cordeiro

Publicada na coluna do Ancelmo Gois, no O Globo, a notícia de que a ministra da Agricultura protelou uma possível solução para a Cobal do Humaitá e a do Leblon.

“A ministra Tereza Cristina, da Agricultura, empurrou uma solução para a Cobal do Humaitá e a do Leblon para as calendas gregas — talvez algo seja decidido no segundo semestre de 2022”.

Lembramos que o imbróglio se arrasta há muito tempo, com registros feitos pelo nosso blog que acompanha atentamente a insegurança vivenciada pelos diversos trabalhadores que dependem da continuidade do funcionamento dos espaços para o execício de suas atividades, além do fato de, como sempre destacamos, serem essas verdadeiras áreas de “respiro” nos bairros respectivos, com construções baixas que criam espaços agradáveis e ventilados, cercados por áreas livres e bem iluminadas, configurando-se como verdadeiros patrimônios afetivos de seus frequentadores.

Leia mais:

Cobal do Leblon e do Humaitá, outra vez – Sempre o Gabarito

Cobal do Humaitá – mais um capítulo

Cobal e Cobal: Vem gabarito?

Sobre o possível tombamento da Cobal de Botafogo

Cobal Humaitá e Leblon – abaixo-assinado pede manutenção das atividades

Cobal Humaitá e Leblon: Há que esclarecer

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.