Mais um bem tombado para a lista do obituário patrimonial carioca, de Cláudio Prado De Mello

Publicado originalmente na página do autor em sua rede social

Por Cláudio Prado de Mello

Recebemos hoje de manhã (13 de fevereiro de 2022) pela Brigada do Patrimônio ( 21-989131561) informações sobre o Solar do Visconde de São Lourenço ( BTF) que fica na esquina da Rua da Riachuelo com Inválidos. Tal edifício em muito se aproxima dos módulos construtivos do Paço Imperial da Praça XV e além de sua importância histórica e afetiva, o elemento arquitetônico é de grande importância para a Memória Nacional. Leia mais

O estranho ‘destombamento’ do Solar do Visconde de São Lourenço, no Centro, pelo IPHAN, de Quintino Gomes Freire

Publicado originalmente no Diário do Rio

O imóvel, na esquina da Riachuelo com a Inválidos, era tombado desde 1938 e tem grande relevância histórica, tendo sido construído no século XVIII. Um processo administrativo do IPHAN ocasionou seu destombamento diretamente pela Presidente do IPHAN, publicado no Diário Oficial a 25/01/2022. Especialistas temem outros “destombamentos”.

Por Quintino Gomes Freire Leia mais

Câmara aprova por unanimidade criação de Refúgio de Vida Silvestre na Floresta do Camboatá

A Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro aprovou por unanimidade nesta quinta-feira, dia 11 de novembro, em segunda discussão, o Projeto de Lei 1345-A/2019, que cria o Refúgio de Vida Silvestre da Floresta do Camboatá, no bairro de Deodoro. O PL que recebeu um substitutivo, tem como objetivo proteger o último trecho de Mata Atlântica plana do município do Rio, onde já houve um projeto absurdo para transformar essa área de preservação ambiental em um autódromo, e que implicaria na derrubada de mais de 200 mil árvores e o desmatamento de uma área de quase 160 hectares. Leia mais

Prefeitura do Rio lança Painel de Monitoramento do Plano Urbano Reviver Centro

A Prefeitura do Rio lançou na última sexta-feira, dia 8, em evento conjunto com a Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi) e o Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Rio de Janeiro (Sinduscon-Rio), o Painel de Monitoramento 3D do Plano Urbano Reviver Centro.

Hospedado no site Reviver.Rio, o painel de monitoramento permitirá a qualquer carioca acompanhar a evolução do projeto urbano, uma vez que será atualizado periodicamente com informações sobre os empreendimentos residenciais e mistos que forem licenciados dentro do escopo da nova legislação do Reviver Centro. Em versão beta desde o mês de julho, o painel foi colocado no ar há três semanas e já apresenta as duas primeiras licenças concedidas e um licenciamento já em andamento, desde que o conjunto de leis entrou em vigor. Leia mais

Projeto de Lei cria o Refúgio da Vida Silvestre da Floresta do Camboatá

Após uma década de muita luta, muito trabalho e muita participação ativa da sociedade civil reivindicando o seu direito à qualidade de vida, à uma cidade mais verde, mais saudável e contra a instalação de um hipotético novo Autódromo do Rio no bairro de Deodoro, mais um passo importante foi dado com a publicação do  PL 1345/ 2019, no Diário da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, no último dia 10 de setembro, que cria o Refúgio da Vida Silvestre (Revis) da Floresta do Camboatá! Leia mais

Imóveis preservados x IPTU – Informações

Em matéria publicada nesta quarta-feira, dia 1° de setembro,  no jornal “O Dia”,  o colunista Nuno Vasconcelos destaca a aprovação, em primeira discussão, pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro, do projeto de lei nº 418/2021 que prorroga o prazo para que o contribuinte possa cumprir as exigências e manter a isenção do IPTU dos imóveis que compõem o grupamento de interesse histórico, cultural ou de preservação paisagística. Leia mais

A Urca é um bairro singular, por Hugo Hamann

Em continuidade ao assunto trazido por Luís Fernando Janot, no post “Preservar é preciso”, publicamos o artigo do arquiteto Hugo Hamann.

Urbe CaRioca

A Urca é um bairro singular, por Hugo Hamann

A Urca é um bairro singular, tão singular que há 43 anos, por iniciativa de seus moradores, a Prefeitura editou uma legislação especial de proteção do bairro – Decreto 1446/78 – primeiro Projeto de Estruturação Urbana no Rio, que conseguiu impedir a especulação imobiliária no bairro e preservar, quase que integralmente, a ambiência urbana original da década de 20. Leia mais

Palácio Capanema – outras opinões

O debate sobre a possível venda do Palácio Gustavo Capanema, famoso prédio modernista situado no Centro do Rio de Janeiro, Bem Tombado Federal e imóvel Próprio Federal, tomou as mídias sociais e a imprensa. A respeito publicamos “Palácio Gustavo Capanema é tema de audiência pública nesta segunda” e “Palácio Capanema nas palavras de Lia Motta e Sonia Rabello”. Em sua grande maioria, as manifestações foram contrárias à alienação. Leia mais

Palácio Gustavo Capanema é tema de audiência pública nesta segunda

Divulgamos a notícia de que a Comissão de Cultura da Câmara do Rio realiza nesta 2ª feira, dia 23 de agosto, uma audiência pública virtual nesta a partir das 10h, com o tema “Patrimônio Histórico Cultural Palácio Gustavo Capanema”.

A reunião foi motivada pela notícia de que o icônico prédio de 16 andares no Centro do Rio poderia ser vendido pela União em um leilão este ano, o que provocou uma série de reações da sociedade, arquitetos, urbanistas, entidades e de parentes de seus idealizadores. A audiência pública será transmitida pelo Youtube da Rio TV Câmara. Leia mais

Palácio Capanema nas palavras de Lia Motta e Sonia Rabello

Hoje, 17 de agosto, é o Dia do Patrimônio Cultural. Data adequada para reproduzirmos o excelente artigo de Lia Motta sobre o Palácio Gustavo Capanema, onde funcionou o antigo Ministério da Educação e Cultura – MEC, texto capitaneado pelas considerações de Sonia Rabello. A primeira, arquiteta, e a segunda, jurista. Ambas incansáveis na defesa do Patrimônio Cultural brasileiro.

Urbe CaRioca Leia mais

Participação Social no planejamento urbano no Rio: ainda uma dificuldade, de Sonia Rabello

Neste artigo, publicado originalmente no site “A Sociedade em Busca do seu Direito”, a professora e jurista Sonia Rabello alerta para a tramitação na Câmara Municipal do Rio do projeto de lei que, motivado por tentar resolver problemas com imóveis preservados na cidade, pode constituir uma carta branca urbanística com significativos impactos em alguns bairros da Cidade.

“O PLC nº 136, assim como a aprovada Lei do Reviver Centro e a famigerada Lei dos `Puxadinhos´, guardam uma característica comum: nenhum deles foi submetida à audiências públicas em seu processo de elaboração”, destaca.

Urbe CaRioca Leia mais