Mais de 80% dos brasileiros fazem obra sem arquiteto ou engenheiro

Neste artigo, publicado originalmente no Estadão, Nadia Somekh, professora emérita da FAU-Mackenzie e presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU Brasil) destaca que, dentre 50 milhões de brasileiros que já fizeram obras de reformas ou construção, 82% não contrataram serviços de profissionais tecnicamente habilitados, arquitetos ou engenheiros.  São obras irregulares, sem registro de projeto e execução junto aos órgãos competentes. Vale a leitura ! Urbe CaRioca 82% das moradias brasileiras são construídas sem arquitetos ou engenheiros *Nadia Somekh, professora emérita da FAU-Mackenzie e presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU Brasil) Link original Na semana de maio em que será debatida a “Carta Aberta dos Arquitetos aos Pré-Candidatos nas Eleições 2022”, nesta quarta-feira, 25, e inaugurada a 13ª. Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo, no dia 27, o Conselho de Arquitetura e Urbanismo(Leia mais)

Moradores da Tijuca criam petição pública contra a expansão de construções irregulares no Morro da Formiga

Fonte: Portal Grande Tijuca Moradores da região da Tijuca, na Zona Norte do Rio, estão promovendo uma petição pública contra a expansão de construções irregulares na área do Morro da Formiga. Segundo a petição, que já está disponível para assinatura eletrônica, o crescimento desordenado da invasão no local está adentrando uma área de preservação ambiental. Ainda de acordo com o documento, os ocupantes das moradias irregulares também estão desmatando a vegetação local e se aproximando de torres de alta tensão. Diante da situação, os organizadores do movimento pedem a ajuda dos interessados para assinarem e cobrarem da Prefeitura do Rio de Janeiro uma ação efetiva, com o objetivo de impedir a continuação das construções. Isso porque, os imóveis construídos não contaram com uma supervisão técnica ou qualquer tipo de autorização. Além disso, há o desmatamento e o risco para os(Leia mais)

Condomínio irregular é construído em área de proteção ambiental em Copacabana

A notícia veiculada pela grande mídia há alguns dias sobre mais uma obra irregular circula pelas redes sociais e não poderia deixar de ser citada neste espaço urbano-carioca. É construção imponente. Assim pode ser descrito o condomínio “Alto Copa”, onde unidades têm vista para Copacabana, na Zona Sul do Rio, área de lazer, piscina, sauna, academia, entre outros atrativos. O imóvel está sendo erguido na Ladeira dos Tabajaras, e já em estágio avançado, pasmem, não tem qualquer licença ou documentação. Para piorar a gravidade do caso, está localizado em uma área de proteção ambiental. As obras já destruíram parte da Mata Atlântica. A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente disse que só foi notificada pela Prefeitura sobre a construção na última segunda-feira. Infelizmente, no Rio reina a anomia. Confiram no vídeo abaixo. Urbe CaRioca