A capacidade das redes sociais: Com a Palavra, o CaRioca!

Nos últimos dias, denúncia feita em uma rede social movimentou centenas de pessoas, indignadas com a obra mal executada que provocara o “estrangulamento” de uma árvore, em um dos endereços mais “badalados” da Zona Sul do Rio de Janeiro: a Rua Dias Ferreira, no bairro do Leblon.

O caso veio à tona no último dia 14, quando a árvore situada em frente ao gastrobar Stuzzi teve a sua raiz coberta por uma camada de cimento, o que certamente provocaria a sua gradual morte ao longo do tempo por estar impedida de ser irrigada ou absorver nutrientes.

Ocorre que uma moradora da região fotografou o ‘cimentado’ e publicou a imagem em uma rede social direcionando-a a um grupo do bairro. A divulgação provocou grande repercussão, com a publicação do caso, inclusive, na Revista Veja Rio, ratificando a gravidade da questão. Segundo a Revista, “Paula Prandini, dona do restaurante, conta que sua intenção era construir um canteiro bonito, e que para isso, contratou um pedreiro. No entanto, diz a empresária, o funcionário responsável pela obra ‘errou a mão’ e fechou 100% da área em volta do tronco. “Ele fez um trabalho diferente do combinado. Voltou à noite e já está consertando.”, afirmou.

Procurada pela Veja Rio, a Fundação Parques e Jardins diz que não tem poder fiscalizador e, por isso, entrou em contato com a Patrulha Ambiental, que enviou uma equipe ao local para analisar o estado atual da árvore e decidir que providências serão tomadas.

Versões à parte, vale destacar a importância cada vez maior que os movimentos virtuais têm tido sobre a realidade das cidades, os desmandos dos nossos governantes e dos nossos representantes nas Casas Legislativas. Ainda que a passos não tão largos como esperado, cada vitória rubrica a necessidade de continuarmos exigindo melhores condições para toda a sociedade, além do cumprimento das normas em prol do bem comum.

O exemplo reforça a capacidade que as redes sociais têm de sensibilizar a população e obter respostas – no caso, a discordância e divulgação do descontentamento – e também conseguir ações até do Poder Público. Por esse motivo criamos o espaço Com a Palavra, o CaRioca, com o intuito de dar publicidade a questões relatadas pelos leitores, e reiterar as demandas para que os órgãos competentes e responsáveis estejam atentos à efetiva resolução.

Urbe CaRioca

Árvore cimentada
Situação da árvore na tarde do dia 15 com o  canteiro refeito – Stuzzi/Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *