Vendo o Rio – Jardim de Alah: Atenção !

O Jardim de Alah é bem tombado municipal desde 2001. Qualquer intervenção depende da aprovação do Conselho Municipal de Proteção do Patrimônio Cultural da Cidade do Rio de Janeiro.

O que causa estranheza a este Urbe CaRioca – e nem deveria mais causar – é a repetição sem fim das mesmas justificativas apresentadas para venda ou cessão de determinados espaços públicos: a manutenção dos mesmos. Exemplo recente é a construção do futuro Museu do Holocausto no Morro do Pasmado.[...] Leia mais

Patrimônio cultural desrespeitado: bustos “desaparecem” no Centro do Rio

Depois da obra irregular construída colada a um dos monumentos tombados mais antigos da Cidade do Rio de Janeiro, os Arcos da Lapa, e derrubada posteriormente,  Marconi Andrade, do grupo SOS Patrimônio, mais uma vez, aponta o desrespeito para com o patrimônio cultural da Cidade do Rio de Janeiro. A Prefeitura deve esclarecer e tomar providências a respeito.

“Acho que a cidade está sofrendo uma onda de roubos de bustos, foram três no Passeio Público, um em frente à Escola Nacional de Música,  dois na Praça Mahatma Gandhi, um enfrente ao Hotel Glória, um na Quinta da Boa Vista, entre outros”, afirma Marconi Andrade.[...] Leia mais