MARAPENDI E ÁGORA – O ESPERADO, A VERSÃO OFICIAL, O ENGODO, E A VERDADE

Depois de MARAPENDI – O MONÓLOGO ENGANOSO E O CAMPO PESSOAL, de RESERVA, GOLFE, PARQUES E FAVELAS – MPRJ, VÍDEO E NOTÍCIAS e de POR 45 HECTARES – MANIFESTAÇÃO CONTRA A OBRA DO GOLFE ÀS 15H, a prefeitura publicou o relatório final do Desafio Ágora. As três publicações citadas e outras tantas anteriores explicam o inacreditável caso do campo de Golfe que retirou 45 hectares de um Parque Ecológico situado no Rio de Janeiro, a Cidade Maravilhosa que receberá de braços abertos os Jogos Olímpicos 2016.

A considerar investimentos questionáveis, o desprezo pelas verbas públicas – vide o caso do Velódromo – e tantas perdas urbanísticas e ambientais – eliminação do Autódromo do Rio, expansão urbana desenfreada e aumentos de gabaritos na região das Vargens, Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Camorim e Recreio dos Bandeirantes, área Portuária sem habitação substituída por mais conjuntos Minha Casa Minha Vida, incentivos para hotéis predadores da cidade, e os desejos que pairam sobre a Marina da Glória e a Lagoa Rodrigo de Freitas – de braços abertos, sim, mas de cabeça baixa. Resta aguardar o Ministério Público do Rio de Janeiro, enquanto os defensores da APA Marapendi continuam a lutar contra a desinformação geral, acampados em frente ao terreno situado na Avenida das Américas nº 10333, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, e divulgam desmandos olímpicos em vários pontos da cidade,

como ontem na Cinelândia Leia mais

SEMANA 01/12/2014 a 06/12/2014 – O BAIRRO REJEITADO, A MARINA VOLTA, O MONÓLOGO, E MENOS 45 HECTARES EM MARAPENDI

“Quanto ao Parque Marapendi eliminado para a construção do campo, entretanto, não fará diferença. Sendo o monólogo que se anuncia ou mesmo caso o Sr. Prefeito respondesse a perguntas, sabe-se que virá o conhecido conjunto de falácias ouvidas há mais de dois anos em relação ao esporte que retornou aos JO depois de 1 século.”

Trecho de O ÁGORA, O PARQUE MARAPENDI, O GOLFE, E O MONÓLOGO DO PREFEITO DO RIO DE JANEIRO

 

O chefe do Executivo afirma que retirou 58.000,00 m² do parque.
A área eliminada é de mais de 450.000,00 m², conforme polígono indicado.
A compensação alegada é falaciosa, além do que tal perda não poderia
ser compensada em nenhuma hipótese (v. Parque das Benesses).

Indicação sobre imagem do Google Maps.

 

Publicações da semana anterior e textos mais lidos

Postagens imediatamente anteriores; moradores da Barra da Tijuca, de Jacarepaguá, e de Camorim não querem que seus bairros mudem de nome; IPHAN aprova novo projeto para a Marina da Glória; prefeito do rio comenta as ideias classificadas no projeto Ágora, das quais PRESERVAR O PARQUE MUNICIPAL ECOLÓGICO DE MARAPENDI ÍNTEGRO apresentada por este blog foi a mais comentada e a segunda mais votada entre 378 propostas; e nova manifestação contra a obra do campo de golfe sobre a reserva ambiental.

NOTAS:

1.    Sobre os mascotes dos Jogos Olímpicos – que não são o Macaco nem a Arara – batizados pelos cariocas com nomes curiosos, uma declaração do presidente do COI deixou a todos espantados. A as justificativas apresentadas na entrevista causam vergonha.

2.    “Caso o Prefeito do Rio, presidente do C40, queira ouvir a voz da sociedade civil carioca, respeitar o Parque Ecológico Marapendi, e garantir a construção da Avenida Prefeito Dulcídio Cardoso, que protege a reserva, nada o impedirá. É a oportunidade que tem para apresentar-se como um verdadeiro estadista”. O Chefe do Executivo não ouviu. Em breve, comentários sobre o Monólogo do Prefeito que discorreu sobre o resultado do Desafio Ágora, convite feito aos cariocas para sugerirem ações a serem incluídas no chamado “legado olímpico”. O link para o vídeo ainda não está disponível.

3.    O movimento Ocupa Golfe está previsto para continuar até o dia 31/12. Corre nas redes sociais abaixo-assinado divulgado pelo site Panela de Pressão que pede o apoio dos vereadores para instalação de CPI sobre a obra do campo. Assinar é bem simples. O link está AQUI.

=&2=&

Foto: Golfe para Quem?

 

=&4=&