MOBILIDADE URBANA – PMUS: OUTRO PLANO SUSTENTÁVEL

www.mobilize.org.br A Prefeitura do Rio lançou o segundo Desafio Ágora, sobre Mobilidade Urbana. Abaixo, explicação sobre o que é o Plano de Mobilidade Urbana Sustentável conforme site da Prefeitura.     O que é o PMUS? O Plano de Mobilidade Urbana Sustentável, desenvolvido pela Prefeitura do Rio por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), vai orientar os investimentos públicos em infraestruturas de transportes da cidade por dez anos, a partir de 2016. O PMUS deverá integrar modais motorizados e não motorizados em um sistema coeso e sustentável, priorizando o transporte público, o deslocamento a pé e por bicicleta e considerando emissões de gases do efeito estufa.O trabalho utiliza os dados do Plano Diretor de Transporte Urbano da Região Metropolitana (PDTU-2013), com foco na cidade do Rio de Janeiro. Ao final de dez meses, será elaborado um documento com as principais(Leia mais)

O MÊS NO URBE CARIOCA – DEZEMBRO 2014

Caros leitores, Em DEZEMBROtivemos as últimas postagens sobre o incrível = não crível Desafio Ágora, da Prefeitura. A proposta do blog – PRESERVAR O PARQUE MUNICIPAL ECOLÓGICO MARAPENDI ÍNTEGRO, a mais comentada e a segunda mais votada entre 378 ideias de apresentadas pelos cariocas fez surgir o também incrível Monólogo do Prefeito, que foi destrinçado pelo blog. Portanto, o espantoso Campo de Golfe construído sobre a reserva ambiental, atingindo o parque, continuou na pauta, a BRAVA GENTE BRASILEIRA OCUPOU O GOLFE e a Guarda Municipal atuou retirando os ocupantes algumas vezes. Mas, o grupo retornou e continua no local, já completados três meses desde o início. Artigos de sobre a Marina da Glória, o Cinema Leblon e o BRT foram muito acessados. O trambolho na Lagoa Rodrigo de Freitas instalado em JUNHO continuou até DEZEMBRO para as festas de fim-de-ano(Leia mais)

O MÊS NO URBE CARIOCA – OUTUBRO 2014

Caros leitores, Em OUTUBRO muitas postagens trataram do Desafio Ágora, da Prefeitura. A proposta do blog – PRESERVAR O PARQUE MUNICIPAL ECOLÓGICO MARAPENDI ÍNTEGRO gerou debates, foi a mais comentada e a segunda mais votada entre 378 ideias de cariocas que atenderam ao chamado institucional. O espantoso Campo de Golfe construído sobre uma reserva ambiental, atingindo o parque citado, continuou na pauta. A Lagoa Rodrigo de Freitas poderá ser objeto de novo ataque urbano-carioca. O guarda voltou a apitar esporadicamente. Além da Marina da Glória e dos novos gabaritos ao longo da Transcarioca, OUTUBROfoi mês de votar com elegância. Boa leitura. Urbe CaRioca Local do Campo de Golfe Olímpico, sobre o PARQUE MUNICIPAL ECOLÓGICO MARAPENDI – Edital do concurso organizado pelo IAB, ainda na vigência do zoneamento ambiental restritivo.A faixa branca, à esquerda foi incorporada. Desta, a parte ao sul,(Leia mais)

MARAPENDI E ÁGORA – O ESPERADO, A VERSÃO OFICIAL, O ENGODO, E A VERDADE

Depois de MARAPENDI – O MONÓLOGO ENGANOSO E O CAMPO PESSOAL, de RESERVA, GOLFE, PARQUES E FAVELAS – MPRJ, VÍDEO E NOTÍCIAS e de POR 45 HECTARES – MANIFESTAÇÃO CONTRA A OBRA DO GOLFE ÀS 15H, a prefeitura publicou o relatório final do Desafio Ágora. As três publicações citadas e outras tantas anteriores explicam o inacreditável caso do campo de Golfe que retirou 45 hectares de um Parque Ecológico situado no Rio de Janeiro, a Cidade Maravilhosa que receberá de braços abertos os Jogos Olímpicos 2016. A considerar investimentos questionáveis, o desprezo pelas verbas públicas – vide o caso do Velódromo – e tantas perdas urbanísticas e ambientais – eliminação do Autódromo do Rio, expansão urbana desenfreada e aumentos de gabaritos na região das Vargens, Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Camorim e Recreio dos Bandeirantes, área Portuária sem habitação substituída por(Leia mais)

RESERVA, GOLFE, PARQUES E FAVELAS – MPRJ, VÍDEO E NOTÍCIAS

APA Marapendi – Rico Surf / P-Reserva NOTA DE ABERTURA “Operação flagra desmatamento e loteamentos irregulares em parque urbano” (RJTV 09/12/2014) Não se trata do desmatamento realizado pela prefeitura para a construção de um do campo de golfe. Segundo o repórter a área desmatada no parque da Pedra Branca equivale a 10 campos de futebol. O ato no maciço da Pedra Branca é crime ambiental. O lugar poderá abrigar mais uma favela. O poder público interveio para impedir. Na reserva ambiental de Marapendi o desmatamento é ato oficial : devasta 45 hectares. Abrigará um campo de golfe dito olímpico. O poder público interveio e mudou a lei para permitir. Não se trata aqui de defender o desmatamento na Pedra Branca e a possível ocupação irregular com moradia: apenas mostrar dois pesos e duas medidas para situação similar na Urbe CaRioca. ______________No post(Leia mais)

MARAPENDI – O MONÓLOGO ENGANOSO E O CAMPO PESSOAL

Outros tempos na Urbe CaRioca, quando proteger o “verde” interessava politicamente.Foto: Internet Na última quinta-feira o Prefeito do Rio comentou as 25 ideias classificadas e incluídas no relatório do Projeto Ágora elaborado pelos organizadores, propostas essas apresentadas pelos cariocas que atenderam ao convite da Prefeitura e apresentaram sugestões de ações públicas a serem adotadas pela administração. Entre elas estava a ideia do blog Urbe CaRioca – PRESERVAR O PARQUE MUNICIPAL ECOLÓGICO MARAPENDI ÍNTEGRO– que foi a mais comentada e a segunda mais votada entre 378 itens. Transmitida ao vivo pela internet, a resposta relativa à ideia deste blog foi incrível, pois nela é impossível acreditar. O conjunto de afirmações inverídicas é de tal ordem que superou as nossas expectativas: foi muito pior do que o imaginado. O Chefe do Executivo misturou alhos com bugalhos para desviar a atenção do cerne do assunto, a(Leia mais)

SEMANA 01/12/2014 a 06/12/2014 – O BAIRRO REJEITADO, A MARINA VOLTA, O MONÓLOGO, E MENOS 45 HECTARES EM MARAPENDI

“Quanto ao Parque Marapendi eliminado para a construção do campo, entretanto, não fará diferença. Sendo o monólogo que se anuncia ou mesmo caso o Sr. Prefeito respondesse a perguntas, sabe-se que virá o conhecido conjunto de falácias ouvidas há mais de dois anos em relação ao esporte que retornou aos JO depois de 1 século.” Trecho de O ÁGORA, O PARQUE MARAPENDI, O GOLFE, E O MONÓLOGO DO PREFEITO DO RIO DE JANEIRO   O chefe do Executivo afirma que retirou 58.000,00 m² do parque.A área eliminada é de mais de 450.000,00 m², conforme polígono indicado.A compensação alegada é falaciosa, além do que tal perda não poderiaser compensada em nenhuma hipótese (v. Parque das Benesses).Indicação sobre imagem do Google Maps.   Publicações da semana anterior e textos mais lidos Postagens imediatamente anteriores; moradores da Barra da Tijuca, de Jacarepaguá, e de Camorim(Leia mais)

POR 45 HECTARES – MANIFESTAÇÃO CONTRA A OBRA DO GOLFE ÀS 15H

Prefeito retirou 45 hectares do Parque Ecológico Marapendi. O chefe do Executivo afirma que retirou 58.000,00 m² do parque.A área eliminada é de mais de 450.000,00 m², conforme polígono indicado. A compensação alegada é falaciosa. Ainda assim, tal perda não se compensaria em nenhuma hipótese.Indicação sobre imagem do Google Maps. Hoje, às 15h, haverá nova manifestação da sociedade civil contra a construção do campo de golfe que retira parte do PARQUE MUNICIPAL ECOLÓGICO DE MARAPENDI. Ao movimento Golfe para Quem? juntou-se o grupo Golfe não, preservação sim que criou o evento GOLFE AQUI NÃO! SALVE A RESERVA AMBIENTAL DE MARAPENDI. DATA – 06/12/2014 Horário – 15h Local – Estação BRT Golfe Olímpico Outras informações: 1-    O vereador Renato Cinco acolheu um requerimento do Movimento Social Golfe para Quem? e solicitou à Mesa Diretora da Câmara a abertura de Comissão Parlamentar(Leia mais)