Morro do Pasmado – Autor de projeto paisagístico explica ações

Divulgação

Após a reprodução da matéria “Moradores de Botafogo reclamam da retirada de árvores no Mirante do Pasmado; veja antes e depois”, na qual é retratada a indignação de algumas pessoas que, através de registros e relatos, mostraram nas redes sociais o desmatamento do local feito pela Prefeitura em menos de um mês, recebemos informações, através do autor do projeto para requalificação do Parque Yitzhak Rabin, no Morro do Pasmado, Salvador Sa, sobre as ações e as medidas compensatórias das obras do Memorial do Holocausto.

Destacamos que a notícia reproduzida anteriormente – extraída da grande mídia – não invalida as ações em desenvolvimento pela Prefeitura que pretendem melhorar o local, fato nem mesmo mencionado por desconhecido, ao contrário do desmatamento visível para todos. Acreditamos que os órgãos competentes devem ser os responsáveis, de forma ampla, pela publicidade ao andamento de todo o processo, levando sobretudo aos moradores da região notícias sobre o planejamento previsto. Cabe ressaltar, mais uma vez, que a matéria postada é baseada sob o ponto de vista de moradores do bairro.

Ratificamos o nosso compromisso com a credibilidade, lembrando que este espaço é igualmente cedido aos interessados nas causas coletivas da Cidade. Desta forma, divulgamos abaixo, o vídeo de autoria de Salvador Sa. Não obstante, mantemos a opinião desde blog sobre a total inadequação do lugar para a construção da edificação que abrigará o Museu do Holocausto, bem como do obelisco impróprio plantado na paisagem.

Urbe CaRioca

“Apresento mais um projeto que elaborei, pela secretaria de meio ambiente, para requalificação do Parque Yitzhak Rabin, no Morro do Pasmado, custeado pela medida compensatória das obras do Memorial do Holocausto. O projeto contempla a remoção das espécies exóticas, substituição por espécies da Mata Atlântica carioca, com atenção paisagística”.

Leia tambem:

Mirante do Pasmado – obra do Prefeito na paisagem carioca

Museu do Holocausto será mesmo no Pasmado

Rio: Por que a “Audiência Pública” para justificar construção no Mirante do Pasmado virou questão de Estado nacional ?, de Sonia Rabello

Morro do Pasmado: o tombamento ignorado! , de Sonia Rabello

Vende-se um morro – Pasmado anos 60, de André Decourt

Morro do Pasmado: Manifestação pela proteção do Parque Público

Não é a primeira vez que querem ocupar o Morro do Pasmado

Aniversário do Rio, pedido ao Prefeito: Sim ao Museu do Holocausto, não no Morro do Pasmado

Sim ao Museu do Holocausto, não no Morro do Pasmado

“Rio e o nosso Mirante do Pasmado: por que cedê-lo a uma associação privada por 30 anos?”, de Sonia Rabello

Morro do Pasmado – Prefeitura insiste em macular a paisagem carioca com obra inadequada 

“Morro e Mirante do Pasmado no caminho da proteção da Paisagem Cultural Mundial”, de Sonia Rabello

Morro do Pasmado – Iphan protege a Paisagem e nega a construção 

Morro do Pasmado e a Paisagem Maculada – Uma polêmica quase internacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *