URBE CARIOCA CHEGA A 400.000 VISUALIZAÇÕES! OBRIGADA, LEITORES!

Urbe CaRioca. Foto: H. E.
No último fim-de-semana o blog alcançou 400 mil visualizações!
O Urbe CaRioca foi criado em abril de 2012 com o objetivo de “abrir um espaço para troca de informações, opiniões e sugestões que possam ser divulgadas, as quais, esperamos, transformem-se em ações que venham a melhorar o dia-a-dia de cariocas e visitantes da Cidade Maravilhosa e contribuir para o desenvolvimento urbano do Rio”. Apresentamos o blog com um convite: “Todos os interessados na Urbe CaRioca – a Cidade do Rio de Janeiro – estão convidados a participar”. =&1=&

AS FÉRIAS DO URBE CARIOCA

Caros leitores,

Após três anos desde sua criação, o blog Urbe CaRioca fará uma breve pausa. Porém muitos assuntos urbano-cariocas, que continuam em pauta, poderão ser acompanhados.

Durante junho/2015 publicaremos a tradução do artigo O RIO DE JANEIRO À BEIRA D’ÀGUA, de nossa autoria, que fez parte do grupo de textos do mês de janeiro último no site The Nature of Cities – TNOC. Originalmente divulgado em inglês, respondia à pergunta:


GLOBAL ROUNDTABLE

Urban water fronts have typically been sites of heavy development and often are sites of pollution or exclusive access. But they have enormous potential benefits. How can we unlock these benefits for everyone?

Are there ecological vs. social vs. economic tradeoffs? Leia mais

ANIVERSÁRIO DO BLOG – 3 ANOS!

Hoje a primeira postagem do blog Urbe CaRioca​ completa 3 anos: foi o artigo SOBRE FECHAR VARANDAS, originalmente publicado no Portal Vitruvius​ de Arquitetura e Urbanismo. Desde então o ‘fechamento de varandas’ perante a legislação urbanística do Rio tem mudado.  Se antes, pagava-se para legalizar o irregular, medida que estimulava construir sem licença, hoje, paga-se “adiantado”. O Parque Ecológico Municipal de Marapendi foi mutilado e perdeu sua continuidade para abrigar o campo de golfe dito Olímpico, bem como a Avenida Prefeito Dulcídio Cardoso, uma via parque importante para o sistema viário da Barra da Tijuca.

O Maracanã – nosso Gigante – não é  mais o mesmo. Sua marquise de concreto, símbolo do Estádio e obra de Engenharia espetacular, foi demolida com o inexplicável ‘de acordo’ do IPHAN e sob o silêncio do governo municipal.

O Metrô adotou prioridades questionáveis: os governos preferiram descartar a Linha 4 original – Centro-Barra via Botafogo, Humaitá e Jardim Botânico -, e alongar a Linha 1 que, por sua vez, foi unida à Linha 2, uma decisão que fez o Metrô do Rio ficar superlotado e engarrafar! E a Linha 4 virou Linha 5! A Zona Portuária está em processo de reforma urbana com vistas à sua revitalização, mas a ‘ilha da fantasia’ que receberá um VLT de primeiro mundo enfrenta a falta de interessados em construir as moradias que trariam vitalidade àquele espaço urbano ansioso por melhorias há décadas! Vistas só das futuras torres com 30 a 50 andares, que por enquanto abrigarão uso comercial e impactarão a paisagem urbana cercando morros históricos, fadados a ficarem escondidos como aconteceu com o Morro da Viúva…

Para tentar remediar, o Executivo e sua bancada no Legislativo liberaram a construção de quitinetes sem estacionamento. Dotar a região de Metrô dando-se início a uma rede verdadeira seria medida estruturante para toda a cidade, mas foi descartada, embora a região tenha sido escavada para a construção de modernos… túneis! Uma ironia: a Linha 5 verdadeira estaria nessa região… Linha 5 Original: Galeão – Carioca, mas nosso aeroporto ganhou um BRT e uma linda ponte estaiada só para ele… Leia mais

Em defesa da Cidade do Rio de Janeiro

Meu nome é Andréa Albuquerque Garcia Redondo. Sou carioca e arquiteta. Trabalhei durante mais de 30 anos na Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, nos setores responsáveis pelo Urbanismo relacionados à Legislação Urbanística do Uso do Solo e à Proteção do Patrimônio Histórico-Cultural do Município.

Este blog destina-se a abrir um espaço para troca de informações, opiniões e sugestões que possam ser divulgadas, as quais, esperamos, transformem-se em ações que venham a melhorar o dia-a-dia de cariocas e visitantes da Cidade Maravilhosa e contribuir para o desenvolvimento urbano do Rio. Todos os interessados na Urbe CaRioca estão convidados a participar. Leia mais