A SEMANA – 11/03/2013 A 15/03/2013


Publicações da semana que passou e textos mais lidos.

É doutrinação para que os olhares se dirijam às Formigas enquanto o Elefante caminha devagar e discretamente.  É fazer aflorar a vaidade dos que detém o poder no momento, chamados a opinar, por conveniência. E cultivar essa vaidade até obter a aprovação final. Trecho de‘Os Mistérios Não Interessam


O ‘ROAD-SHOW’ CONTINUA. DOMINGO, ORLA DO RIO DE JANEIRO: PROPAGANDA SOBRE DUAS RODAS. Onde se lê: ‘UMA NOVA MARINA…” Leia-se: SHOPPING COM 50 LOJAS E CENTRO DE CONVENÇÕES.

Foto: Urbe CaRioca, 17/03/2013


=&2=&

MARINA DA GLÓRIA: CENTRO DE CONVENÇÕES E SHOPPING – DUAS OPINIÕES

“Ciente de que o uso pretendido não é permitido no local, após a inexplicável liberação pelo IPHAN o interessado iniciou o processo de sedução via propaganda: liberou o projeto para a imprensa, e esta para leitores e espectadores; expôs a maquete no Parque; convidou instituições, vários profissionais e políticos, ditos ‘formadores de opinião’, para apresentar-lhes a proposta. Doutrina os incautos para desviar os olhares do cerne da questão e dirígi-los aos detalhes: chama a opinar, por conveniência, os que detêm o poder no momento, para fazer aflorar a vaidade e cultivá-la até obter a aprovação final”. =&0=&

MARINA DA GLÓRIA: OUTRAS OPINIÕES – Jornalista ELIO GASPARI / Arquiteto PASCAL CRIBIER

Foto: Cláudia Girão

Reproduzimos artigos do jornalista Elio Gaspari sobre o projeto para construção de Centro de Convenções e Shopping no terreno do Parque do Flamengo onde funciona a Marina da Glória: (1) A MARINAX DE EIKE BATISTA e (2) a carta fantástica do Governador Carlos Lacerda para o prefeito Eduardo Paes, =&1=&. =&2=&

A SEMANA – 04/03/2013 A 08/03/2013

Publicações da semana que passou e textos mais lidos.=&1=&
IPHAN – Brasília, tudo certo.
Só falta o Prefeito do Rio. Marina da Glória, estou chegando!

Imagem: Internet
Os posts imediatamente anteriores, o caso polêmico da Marina da Glória e os mistérios que não interessam, mas são usados para seduzir os que detêm o poder da decisão, e a CrôniCaRioca – adiada duas vezes por causa da Marina com O Elefante e As Formigas sedutoras – finalmente publicada com a incrível invasão de outros bichos: outros, não os que querem invadir e ocupar para sempre o Parque do Flamengo. Boa leitura! Blog Urbe CaRioca =&3=& =&4=&



Charge de AROEIRA no Jornal o Dia
=&5=& =&6=& =&7=& =&8=& =&9=&



=&10=& =&11=&

MARINA DA GLÓRIA – OS MISTÉRIOS NÃO INTERESSAM


O assunto da Marina Pública do Rio, situada no Parque do Flamengo, tem sido tratado por este Blog. Segue em evidência.



GOVERNADOR CARLOS LACERDA ESPANTADO COM O ELEFANTE QUE ATERRISSA NA MARINA DA GLÓRIA
Arte livre sobre imagem do Jornal O Globo publicada no caderno especial do dia 01/03/2013, aniversário de fundação do Rio.


O post MARINA DA GLÓRIA, O PROJETO IMPOSSÍVEL, publicado na última sexta-feira, dia do aniversário da Mui Leal e Heroica Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro repercutiu nas redes sociais. Foi o quarto da série iniciada com AI! QUE A MARINA VOLTOU, prosseguiu com MARINA DA GLÓRIA, 2 -ENTREVISTA AO BLOG ELIOMAR, seguido de EXTRA, EXTRA! – AI! QUE A MARINA DA GLÓRIAFOI APROVADA! SERÁ MESMO?
O PROJETO IMPOSSÍVEL resumiu as análises anteriores e apontou a essência do caso: o uso pretendido de Centro de Convenções e Shopping é vedado pelas normas urbanísticas e pelos critérios que nortearam tombamento do bem cultural ímpar que é o Parque do Flamengo.

A afirmação da empresa que apresentaria o projeto tão logo aprovado confirmou-se. Após a espantosa aprovação dada pelo órgão federal de tutela do patrimônio histórico e cultural, notícia publicada no último sábado pela imprensa (Desvendados os Mistérios…) informou-nos, finalmente, algumas características do projeto.

A revelação do misterioso projeto tem por objetivo provocar a discussão sobre sua qualidade, se feio ou bonito, arrojado ou conservador, adequado ou inadequado. No caso, não interessa. O que deve ser levado em conta é a sua natureza. Sendo proibidos os usos de shopping e Centro de Convenções não há o que discutir ou apreciar. Mesmo com o apoio do Prefeito, do IPHAN e da imprensa. É perda de tempo.

Mas, os interessados na construção – Prefeitura e empresa concessionária, conforme consta no parecer do órgão federal -, têm tempo.

Após o sinal verde do IPHAN, o concessionário da Marina deu início ao processo de “road show” da sedução através da propaganda: liberou o projeto para a imprensa que se encarregou de divulgá-lo para o público leitor e a

audiência da televisão Leia mais

A SEMANA – 25/02/2013 a 01/03/2013


Charge de AROEIRA no Jornal o Dia
=&0=& =&1=& =&2=& =&3=& =&4=&=&4=& =&4=&=&4=& =&8=& =&8=& =&10=& =&11=& =&10=& =&13=& =&14=& POSTAGENS – 11/02/2013 a 15/02/2013 =&16=& Artigo: A CIDADE SE TRANSFORMA, por Luiz Fernando Janot =&16=& Artigo: PRÉDIO DE ANTIGO MUSEU É PATRIMÔNIO CULTURAL CARIOCA =&16=& AI! QUE TERRA ENCANTADA É O RIO! =&16=& EXTRA, EXTRA! – AI! QUE A MARINA DA GLÓRIA FOI APROVADA! SERÁ MESMO? =&10=& =&25=& =&10=& =&27=&=&16=&
Edição de Arte sobre imagem da estação do BRT em frente ao terreno do futuro Campo de Golfe que será construído sobre área de Reserva Ambiental, conforme lei aprovada por vereadores e prefeito na primeira semana de 2013 explicada em Sancionado o Pacote. Sem o Bode.
Imagem: Urbe CaRioca


Quinta, 28/02/2013


Sexta, 01/03/2013

QUERIDO RIO, PARABÉNS PRÁ VOCÊ!

=&10=& =&10=& =&31=& =&10=& =&33=&


Imagem que o Jornal O Globo, talvez o mais carioca dos jornais, escolheu para capa do caderno especial publicado no dia do 448º aniversário da Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro.

Posts mais lidos da semana
Para acessar copie o título na caixa de pesquisa acima.
MARINA DA GLÓRIA, O PROJETO IMPOSSÍVEL

CAMPO DE GOLFE: UM DECRETO DISCRETO

VENDO O RIO, NO ESTADO – ESTUDO DE CASO: BOTAFOGO

O BANCO IMOBILIÁRIO DO RIO: DO PÚBLICO PARA O PRIVADO, Sonia Rabello Leia mais

MARINA DA GLÓRIA, O PROJETO IMPOSSÍVEL

Primeiro de março de 2013, data do 448º aniversário de fundação da Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro
Flickr


“Quando examinar um projeto cuidado para o elefante não passar!
Depois não adianta preocupar-se com as formigas”.


Ensinamentos de Diretor do antigo
Departamento de Edificações – DED -, Anos 1980.


A nota que circulou na internet segundo a qual o IPHAN de Brasília aprovara projeto para a construção de Shopping e Centro de Convenções da empresa EBX – controlada pelo empresário Eike Batista -, para a área pública onde funciona a Marina Pública do Rio de Janeiro, foi confirmada pelo jornal O Globo com extensa e detalhada matéria a respeito. Segundo a reportagem a assessoria do IPHAN declarou que as intervenções não ferem a paisagem cultural do Rio (?!).

O jornal O Dia teve acesso à planta esquemática do empreendimento e apontou, entre outras questões, que o desenho não prevê local para os barcos que ficam em terra – o dique seco -, e esclarece o que disse a assessoria do empresário: “o projeto de revitalização da Marina da Glória contempla melhorias e será apresentado tão logo aprovado”.

Quanto a ferir a paisagem, é incrível que o órgão federal de patrimônio histórico e cultural tenha se limitado a analisar este aspecto. Do ponto de vista urbanístico há muito mais a ser visto: por exemplo, se as normas vigentes permitem instalar uma nova atividade no Parque do Flamengo fora do padrão das poucas e esparsas construções excepcionais, que foram estipuladas no projeto original para atrair frequentadores ao parque, garantir sua animação, e manter sua característica de ser um espaço absolutamente democrático.
Se o competente órgão federal não considerar apenas um ponto da questão, isto é, medidas e inserção na paisagem, e ignorar a atividade comercial, demonstrará que muitas outras construções poderão ser erguidas no Parque com os usos e atividades de toda a ordem; afinal, em espaço tão gigantesco e generoso será fácil encontrar soluções arquitetônicas que se encaixem na paisagem discretamente ao longo de seus 1.200.000m². Bons profissionais não faltarão! E, por isonomia, o que é permitido a um empresário perante o Poder Público, deve ser possível para qualquer cidadão!

Não, a exceção não é possível porque o terreno da Marina fica fora do tecido urbano edificável nos bairros cariocas, dos terrenos próprios para construir e investir, não pertence às áreas da cidade destinadas a atividades comerciais de grande porte. A empresa foi…


Criada em 2008 para identificar oportunidades de negócios no segmento imobiliário, a REX, empresa do segmento imobiliário do Grupo EBX, entrou em operação em 2011 com dois focos de atuação: desenvolvimento de projetos urbanísticos e investimentos em ativos imobiliários para renda“. Leia mais

AI! QUE TERRA ENCANTADA É O RIO!

RBP Designer – Flirck
Notinha discreta publicada no Jornal O Globo nos informa que o empresário Eike Batista e um grupo de fundos de pensão devem participar “do projeto de construção de um novo bairro onde funcionou o natimorto parque Terra Encantada, na Barra, no Rio”. =&0=&

MARINA DA GLÓRIA, 2 – Entrevista concedida ao Blog Eliomar

agenciat1.com.br
A polêmica sobre a ocupação da Marina da Glória foi reacesa nas últimas semanas com notícias publicadas pela imprensa sobre a reapresentação de um projeto arquitetônico para sua ocupação. =&0=& tratou do assunto no post AI! QUE A MARINA DA GLÓRIA VOLTOU! -, título cujo arranjo de palavras lembra o nome do empresário que detém a concessão para explorar a área pública pertencente ao Parque do Flamengo. Seguindo o mesmo tema reproduzimos entrevista concedida ao Blog Eliomar e aproveitamos para agradecer ao Vereador Eliomar Coelho pelo convite, bem como pela a oportunidade de divulgar nossa visão sobre a proposta, em espaço que discute assuntos de interesse do Rio de Janeiro. Agradecemos também à jornalista Claudia Rodrigues. Andréa Redondo / Blog Urbe CaRioca
Marina da Glória não pode virar empreendimento comercial

Publicado em 24 de janeiro de 2013 por Eliomar Coelho Em entrevista ao site, a consultora em legislação edilícia e urbanística, Andréa Redondo faz críticas que vão ao encontro da opinião do mandato: “a Marina da Glória é um equipamento urbano público que não pode ser destinado a empreendimento comercial”. O empresário Eike Batista apresentou novo projeto simplificado de revitalização da área que já vem levantando polêmica, a exemplo do original. Em seu blog, Urbe CaRioca, a urbanista, que presidiu o Conselho Municipal de Proteção do Patrimônio Cultural do Rio de Janeiro de 2001 a 2007, publicou um longo artigo sobre o assunto. Ela destaca um depoimento em que o próprio Eike chama seu projeto original de “devaneio” que “já está na lata do lixo”. No entanto, a proposta inicial do empresário foi, inexplicavelmente, aprovada pelo Iphan. Na época, a polêmica foi tanta que Eike desistiu. O novo projeto só pode sair do papel se tiver nova aprovação do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) uma vez que a Marina da Glória faz parte do Parque do Flamengo que é tombado. A reestruturação prevê a construção de um prédio de 15 metros de altura, lojas e um centro de convenções, com a ocupação de um área de 20 mil metros quadrados, cinco vezes maior do que a prevista no plano original do Parque do Flamengo. Leia, a seguir, a entrevista. =&5=& O processo baseia-se, mais uma vez, no discurso de que é necessário trazer a iniciativa privada para gerir equipamentos públicos de modo a economizar recursos públicos. O problema ocorre quando o concessionário exige contrapartidas inadmissíveis, como é o caso da Marina da Glória, por isso é um caminho equivocado na origem. Quanto ao projeto, embora não tenha conhecimento sobre a dita ‘proposta simplificada’, isto não é necessário. O local não pode ser destinado a um empreendimento comercial de tal natureza, seja qual for o seu porte. Em um equipamento urbano público como é a Marina da Glória entendo que possam ser toleradas apenas atividades econômicas de pequeníssimo porte, para apoio ao único possível destino que a área deve cumprir: ser a Marina do Rio de Janeiro. =&6=&

A SEMANA – 14/01/2013 a 18/01/2013

Prédio do Antigo Museu do Índio, Maracanã, Rio de Janeiro
CMI –  Brasil
=&0=& =&1=& =&2=&
Os postsimediatamente anteriores, o prédio histórico que prefeito e governador querem demolir – Antigo Museu do Índio – o projeto da Marina da Glória de ressurge das trevas com carimbo poderoso, e a aprovação do Pacote Olímpico 2 (primeira parte), lei perniciosa da qual foi retirado O BODE a título de iludir os crédulos.

E a CrôniCaRioca da semana, um alento que nos incentiva a procurar e conhecer o que o Rio tem de melhor, seja a paisagem ou o que foi feito por mãos humanas e está escondido em cantos admiráveis. Antes que queiram pôr abaixo!

Boa leitura e ótimo passeio!
Blog Urbe CaRioca

 

Segunda, 14/01/2013 – 1

A SEMANA 07/01/2013 a 11/01/2013


Segunda, 14/01/2013 – 2

Terça, 15/01/2013

AI! QUE A MARINA DA GLÓRIA VOLTOU!


Quinta, 17/01/2013

SANCIONADO O PACOTE. SEM O BODE.

 

Sexta, 18/01/2013

E O CARIOCA VEIO DE FILIPEIA PASSEAR PELO CENTRO DO RIO DE JANEIRO

 CrôniCaRioca de Ailton Mascarenhas


***

Parque do Flamengo, local onde o Prefeito pretende autorizar a construção de um Centro de Convenções e Shopping Center. Elio Gaspari perguntou se poderia ser feito no Central Park. Assim como este Blog, o jornalista sugeriu que a Zona Portuária receba a construção (v. O Globo, 20/01/2013, coluna publicada no Dia de São Sebastião, Santo Padroeiro da Cidade do Rio de Janeiro).



Marina da Glória, Rio de Janeiro
Imagem: Alex Uchoa, 2008

***

 

Posts mais lidos da semana
Para acessar copie o título na caixa de pesquisa acima.


PACOTE OLÍMPICO 2 – O CAMPO DE GOLFE E A APA MARAPENDI

E O CARIOCA VEIO DE FILIPEIA PASSEAR PELO CENTRO DO RIO

AI! QUE A MARINA DA GLÓRIA VOLTOU!

PEDRAS PORTUGUESAS E CARIOCAS

SANCIONADO O PACOTE. SEM O BODE.

A SEMANA – 04/6/2012 a 07/6/2012

ANTIGO MUSEU DO ÍNDIO: PARECER CONTRÁRIO À DEMOLIÇÃO

ANTIGA FÁBRICA BHERING 2 – CONFETE PARA A MÍDIA Leia mais