O ASSACU DE COPACABANA SALVO EM 2014 E A AUDITORIA

Em 2014 moradores se mobilizaram para salvar a árvore que havia sido declarada imune ao corte.
Deu resultado! Na imagem, o folder distribuído há quase um ano.
=&0=& A Urbe CaRioca tem um assacu famoso. Fica em Copacabana e quase morreu. Porém, o indivíduo arbóreo teve mais sorte do que as árvores da Freguesia, em Jacarepaguá, as da Marina da Glória, no Parque do Flamengo e as da Praça Nossa Senhora da Paz, estas centenárias, retiradas para dar lugar à Estação do Metrô da Linha 1, rebatizada de Linha 4 por conveniência e interesse dos gestores públicos, enquanto a Linha 4 virou Linha 5! =&1=&

EXTRA! EXTRA! PÃO DE AÇÚCAR SERÁ DEMOLIDO!

CrôniCaRioca
Foto: Camila A. G. R.

A notícia: “A municipalidade acaba de anunciar mais uma decisão em prol da Cidade do Rio de Janeiro: o Pão de Açúcar será demolido. Para compensar tal perda fica proibido construir no Recreio dos Bandeirantes. Os terrenos vazios do Recreio dos Bandeirantes serão transformados em praças, beneficiando toda a população carioca. Os proprietários desses terrenos, com baixo aproveitamento e em área pouco valorizada, também serão compensados. Poderão usar o potencial construtivo (isto é, os metros quadrados que poderiam construir em seus terrenos QUE AGORA SERÃO PRAÇAS) em outros lugares na Barra da Tijuca, em Jacarepaguá e em outras ruas do Recreio, que, para tanto, terão seus gabaritos de altura aumentados, a ATE também aumentada, e a área livre exigida no lote, diminuída. Por exemplo, em vez de construírem predinhos, restaurantezinhos e casinhas-de-chá, usarão esse potencial para construir edifícios grandes, shoppings, hotéis, etc.”. =&2=& =&3=& =&4=&E o Pão de Açúcar? Onde ele está nessa história? 
Responde a Municipalidade: “O Pão de Açúcar tem problemas, as trilhas estão cheias de mato, o bondinho balança muito, o calor refletido na pedra aumenta a temperatura da cidade e, além de tudo, não há necessidade daquele mirante, o Rio de Janeiro tem muitos outros. Bem melhor do que aquela pedra sem-graça (não fará falta, a cidade tem muitas por aí!) será criada uma grande esplanada à beira-mar, em parte para construção de grandes edifícios de luxo com vista para a Baía de Guanabara, para o oceano e para Niterói. Na outra parte será construído um imenso campo para o mais um esporte popular que, após 80 anos, retornará aos Jogos Olímpicos 2028, evento internacional a ser mais uma vez realizado na Cidade Maravilhosa: o Pólo Equestre, ou Hockey com Cavalos”.
Guia da Semana

Indaga novamente o ouvinte: “O Rio de Janeiro tem Campo de Pólo no Itanhangá. O Pólo poderia ser disputado lá, e o Pão de Açúcar continuar onde está?”.



Esclarece a Municipalidade: “Não, o campo do Itanhangá não atende aos padrões olímpicos. O campo para o Esporte dos Príncipes, ôpa, quero dizer, esporte popular, será no lugar do Pão de Açúcar, eu já disse! E o Recreio ganhará muitas praças com enormes benefícios para a população. Se o Carlos Sampaio demoliu o Morro do Castelo, por que eu não posso pôr abaixo o Sugar Loaf?”.

The End=&15=& =&16=&