A RODA-GIGANTE DÁ VOLTAS, VOLTA…

…E QUER PARAR DE ROLAR NO BAIRRO DO FLAMENGO uma CrôniCaRioca redonda O Globo 16/10/2015 Este tipo de instalação – inaceitável em um cartão-postal perfeito do Rio que dispensa adereços – poderia ser bem-vindo em outra região ou bairro carioca, muitos deles sem opção de lazer para os moradores e carentes de tudo. Trecho de RODA-GIGANTE NA ENSEADA DE BOTAFOGO É VETADA A roda-gigante gigante agigantou-se, rodou, rolou, e quer parar de rolar no Parque do Flamengo para começar a rodar sobre seu próprio eixo: é a intenção do Rio View e do Instituto Lotta como conta hoje Ancelmo Góis, o conhecido colunista do O Globo. Há algum tempo os empresários pretendiam instalar o equipamento na ponta da Enseada de Botafogo, instalando-se, ao mesmo tempo, uma polêmica na Urbe CaRioca. Em 2014 publicamos RODA-GIGANTE GIGANTE NA PRAIA DE BOTAFOGO (10/01);(Leia mais)

ATERRARAM A BAÍA! UM ATERRO SALVO PELO PARQUE, de Sonia Rabello

PARQUE DO FLAMENGO, RIO DE JANEIRO – Em primeiro plano, o parque integrado visualmente à Praça Paris, o Monumento aos Mortos na II Guerra e a pista de aeromodelismo. À esquerda, o terreno da Marina da Glória com edificações de apoio às atividades náuticas. Ao Fundo, Praia do Flamengo, Baía de Guanabara,  Morro Cara de Cão, Pão de Açúcar, Morro da Urca e Morro da Babilônia. À direita as construções dos bairros da Glória e Flamengo, destaque para o prédio do Hotel Glória, inaugurado em 1922, demolido internamente pela empresa EBX. A imagem mostra com clareza a separação entre área urbana edificável – os bairros – e a área pública non-aedificandi, o Parque do Flamengo, bem de uso comum do povo. Prezada Sonia Rabello, Quando trabalhava na Prefeitura, em meados dos anos 1990 um escritório de arquitetura apresentou-me, em audiência, uma proposta salvadora para acabar(Leia mais)

MARINA DA GLÓRIA, OBRAS DESAUTORIZADAS – POLÊMICA ANTIGA, CAPÍTULO NOVO

Conforme noticiado há alguns dias pela imprensa, a Justiça Federal desautorizou obras em andamento na Marina da Glória, em tese permitidas pelo Iphan, aspecto controverso como explicou a jurista Sonia Rabello em seu site há alguns meses. O Globo, 06/07/2015, Emanuel Alencar Justiça Federal desautoriza obras na Marina da Glória permitidas pelo Iphan / Desembargador do TRF considera ilegal permissão para intervenções em área tombada do Parque do Flamengo O assunto foi objeto de dezenas de postagens neste blog, desde sua criação, com análises, artigos de colaboradores, depoimentos, vídeos, slides, e a reprodução de textos importantes publicados em outros sites. Abaixo, alguns dos posts mais recentes sobre o assunto (para pesquisar outros ver marcadores ‘Marina da Glória’, ‘Parque do Flamengo’, ‘Tombamento’, ‘Árvores’), e a sentença proferida pelo Desembargador Federal Marcelo Pereira da Silva, conforme mensagem enviada ao blog por um atento leitor(Leia mais)

O MÊS NO URBE CARIOCA – ABRIL 2015

Caros leitores, Em ABRILo blog completou 3 anos! Obrigada, mais uma vez, a todos que nos prestigiam e compartilham as postagens. Um dos posts com maior repercussão foi MARINA DA GLÓRIA – RESENHA DOS ASPECTOS JURÍDICOS NA AUDIÊNCIA PÚBLICA REALIZADA EM 17/04/2015, artigo dos advogados Natasha Zadorosny e Luiz Fernando Padilha, a quem agradecemos por colaborar com o Urbe CaRioca. Do mesmo modo agradecemos a Jean Carlos Novaes, Marbel Klein, Sonia Rabello e Sérgio Magalhães, que autorizam a reprodução de artigos igualmente importantes. Mais uma série de textos sobre o inexplicável Campo de Golfe dito olímpico, os novos cortes de árvores na Marina da Glória, o quinto poeminha da especulação imobiliária, as discussões sobre a alienação de terrenos do município e a venda do chamado Direito de Superfície, foram os outros temas polêmicos que estiveram em pauta. Do mesmo modo, a invasão do(Leia mais)

MARINA DA GLÓRIA – AÇÃO CIVIL PÚBLICA

Marina da Glória, Parque do Flamengo, bairros da Glória e Flamengo. Ao fundo e à esquerda, Pão de Açúcar e Morro Cara de Cão. Aos pés, o bairro da Urca.Foto: Wikimedia Notícia recebida em 05/06/2015 sobre abertura de Ação Civil Pública a respeito das obras a serem realizadas na Marina da Glória. Há várias postagem recentes neste Urbe CaRioca, desde que, no final de 2014, aconteceu o corte de árvores – cerca de 300 conforme noticiado pelo jornal O Globo. Marcadores: Marina da Glória, Parque do Flamengo, Tombamento, Áreas de Lazer, Áreas Públicas, Paisagem Urbana. Nota: importante também conhecer as informações completas publicadas por Sônia Rabello em seu site. NESTE LINK. Urbe CaRioca MARINA DA GLÓRIA: FAM-RIO dá entrada em Ação Civil Pública pedindo nulidade de ato do IPHAN. A Federação das Associações de Moradores do Rio de Janeiro, FAM-RIO,(Leia mais)

MARINA DA GLÓRIA – UM DESVIO DE FINALIDADE

.  Vídeo de apresentação dos usuários no MPF .  Projeto ainda não aprovado, churrascaria, sim MARINA DA GLÓRIA – DESVIO DE FINALIDADE Apresentação no Ministério Público Federal O título do post é emprestado da apresentação feita pelos usuários da Marina da Glória durante a Audiência Pública realizada no Ministério Público Federal no último dia 17/04. Também já divulgamos neste no blog, em 20/04, a resenha feita por Natasha Zadorosny e Luiz Fernando Padilha, advogados que assessoram juridicamente o movimento Ocupa Marina, na postagem MARINA DA GLÓRIA – RESENHA DOS ASPECTOS JURÍDICOS NA AUDIÊNCIA PÚBLICA REALIZADA EM 17/04/2015, que teve enorme repercussão. Trabalho primoroso e completo, o vídeo MARINA DA GLÓRIA – DESVIO DE FINALIDADE apresenta desde os primórdios da criação daquele espaço público até à série de divergências que envolvem várias tentativas de construir prédios de grande porte e inserir atividades estranhas(Leia mais)

MARINA DA GLÓRIA – RESENHA DOS ASPECTOS JURÍDICOS NA AUDIÊNCIA PÚBLICA REALIZADA EM 17/04/2015

Conforme divulgamos em MARINA DA GLÓRIA – A DERRUBADA CONTINUA, na última sexta-feira “foi realizada audiência pública sobre o projeto da Marina da Glória, no Ministério Público Federal do Rio, assunto polêmico que ronda o Parque do Flamengo há muitos anos: a intenção de construir um empreendimento comercial na área pública tombada, destinada à atividade de marina”. Os advogados Natasha Zadorosny e Luiz Fernando Padilha, que assessoram juridicamente o movimento Ocupa Marina, estiveram na audiência e, gentilmente disponibilizaram a resenha abaixo, pelo que muito agradecemos. Esperamos contribuir para divulgar alguns dos inúmeros questionamentos que o novo projeto para ocupar esse trecho do Parque Público tem suscitado, em especial após o corte de árvores realizado no final de 2014 e que, como pode ser constatado abaixo, continua. Urbe CaRioca Publicado em 16 de abr de 2015 Crédito: Luiz Goldfeld Resenha dos(Leia mais)

MARINA DA GLÓRIA – A DERRUBADA CONTINUA

FOTO: Camila Redondo HOJE pela manhã foi realizada audiência pública sobre o projeto da Marina da Glória, no Ministério Público Federal do Rio, assunto polêmico que ronda o Parque do Flamengo há muitos anos: a intenção de construir um empreendimento comercial na área pública tombada, destinada à atividade de marina. Como havia informado ontem o site de Sonia Rabello, a derrubada de árvores continua.  Surpreendentemente, na audiência de hoje soube-se que o IPHAN não havia autorizado o corte, o que, não obstante as perdas já comentadas aqui em outras postagens, traz certo alívio a notícia de que o Instituto não compactuou com a atitude da empresa. Mais artigos aqui no www.urbecarioca.blogspot.com.br Os marcadores são “Parque do Flamengo, Marina da Glória, Tombamento, IPHAN, Patrimônio Cultural”, entre outros. Abaixo, links para os textos de Sonia Rabello. Urbe CaRioca Motosserra no Parque do Flamengo:(Leia mais)