O FLAMENGO E O TRAMBOLHO – SÓ UMA BENESSE PARA O CLUBE É POUCO

A postagem do último dia 26 sobre uma estrutura gigantesca sendo erguida sobre o edifício que pertence ao Clube Flamengo situado na Avenida Rui Barbosa – FLAMENGO: UM TRAMBOLHO NO PRÉDIO ABANDONADO – FIM DO MISTÉRIO – teve recorde de acessos no blog, praticamente u’a marca olímpica. No fim-de-semana a figura tomou forma. Parece um personagem forte e invencível saído de histórias em quadrinhos, provavelmente retratando a modalidade do atletismo, quem sabe um salto com vara, ou sem, que quis vencer o gabarito do edifício rubro-negro? Foto: Fábio Schor, 29/07/2016 Além da surpresa causada pela interferência negativa na preciosa paisagem da cidade do Rio de Janeiro, uma reportagem publicada no Caderno de Bairros do Jornal O Globo dois dias depois daquele post informa que há mais por vir: o prefeito do Rio enviou à Câmara de Vereadores um projeto de(Leia mais)

OS JOGOS – VERBAS PÚBLICAS x VERBAS PRIVADAS: ANÁLISE DA NEWSLETTER EX-BLOG

Intriga a insistência com que os gestores públicos divulgam que os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro demandaram o aporte de poucas verbas públicas perante os investimentos feitos pela iniciativa privada através de “parcerias”. O discurso recorrente – que inclusive cita Londres como exemplo inverso, com a maioria de recursos proveniente do governo – , no mínimo planta um canguru atrás da orelha. Ontem a newsletter Ex-Blog fez uma análise a respeito, tratando especificamente de “quando o setor público transfere patrimônio ao setor privado” e “a redução de tributos, a isenção de tributos, a anistia e a remissão de dívidas tributárias para as empresas construtoras e a hotelaria”. Por outro lado, noticiário recente informa sobre gastos de R$ 233 milhões, com os Jogos, sem licitação. Conforme a lei, segundo a notícia, mas, verba pública, é claro. Nesse contexto é muito(Leia mais)

FLAMENGO: UM TRAMBOLHO NO PRÉDIO ABANDONADO – FIM DO MISTÉRIO

Foto: Antonio Pedral, 21/07/2016 No fim de semana postamos na página Urbe CaRioca do Facebook imagens de uma estrutura metálica que estava sendo construída dia e noite no telhado do prédio do Clube Flamengo, situado na Avenida Rui Barbosa, no bairro de mesmo nome. Como se sabe, o edifício seria transformado em mais um hotel “olímpico”, obra que não prosperou tanto quanto a reforma do Hotel Glória, na direção inversa do que pretendia o empresário Eike Batista quando ainda se cogitava erguer um Centro de Convenções na Marina da Glória, Parque do Flamengo. O Hotel Glória, de muitas glórias, hoje é uma carcaça desfigurada. O prédio do Clube Flamengo chegou a ser invadido, e hoje está abandonado. Alguns comentários nas redes sociais: “Alguém em sã consciência consegue explicar o que é isso que estão construindo na cobertura da antiga sede(Leia mais)

MARINA DA GLÓRIA – NOTÍCIA E ANÁLISE NO SITE DE SONIA RABELLO

GOVERNADOR CARLOS LACERDA APREENSIVO POR CAUSA DO ELEFANTE QUE ATERRISSA NA MARINA DA GLÓRIA ENQUANTO EMPREENDEDOR E PREFEITURA CUIDAM DAS FORMIGAS.Arte Livre do Blog Urbe CaRioca criada para o texto ‘Marina da Glória – Os Mistérios não Interessam’ sobre imagem do Jornal O Globo publicada no Caderno Especial de aniversário da Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, em 01/03/2013. “Nova decisão judicial considera nulo contrato da Marina da Glória” A notícia tem mais de dez dias: foi publicada no Jornal O Globo no último dia 04/02. Entretanto, não poderia deixar de ser divulgada neste blog que, desde 2013, tem publicado e reproduzido artigos e análises sobre o tema, inclusive de Sonia Rabello e Canagé Vilhena, entre outros. MARINA DA GLÓRIA: ESTE PROJETO É IMPOSSÍVEL, MARINA DA GLÓRIA – OS MISTÉRIOS NÃO INTERESSAM, MARINA DA GLÓRIA x IPHAN: ÍNDICES IGUAIS OU MENORES. MAIORES, JAMAIS!, e(Leia mais)

O HOTEL GLÓRIA, OS ÁRABES, E O TRIÂNGULO DO Sr. X

Hotel Glória após a demolição do Teatro Glória e da parte interna da construção.Foto: Folha de São Paulo Segundo informa o jornal O Globo de hoje, um fundo árabe adquiriu o finado Hotel Glória (e mais parte da OSX, empresa naval do grupo X), e pretende ressuscitá-lo, o que é uma ótima notícia para a Cidade do Rio de Janeiro, muito embora saibamos que a glória do Glória e o teatro de mesmo nome jamais retornarão. Quem acompanha este blog conhece a história sobre o “Triângulo da EBX-REX” e também o polêmico Projeto Impossível que quase foi aprovado para ocupar espaços públicos na Marina da Glória com um complexo comercial. Foto: O Globo Resta saber se as benesses urbanísticas e fiscais eventualmente recebidas em nome dos Jogos Olímpicos serão revertidas, e o que acontecerá com os outros dois vértices do(Leia mais)

SEM GLÓRIAS – DOIS FINADOS HOTÉIS E A MARINA

*Atualização em 14/01/2015 no final da postagem. Folha de São Paulo Em 2013/2014 a tentativa – mais uma – de construir um empreendimento de grande porte na Marina da Glória, situada no Parque do Flamengo, objeto de polêmica, críticas negativas e alguns debates, foi tema de várias postagens neste blog. Entre os muitos aspectos analisados apontamos que a proposta de criar um Centro de Convenções, restaurantes, lojas e centenas de vagas de veículos, naquela área pública, era parte de um conjunto que extrapolava os limites do parque, na figura que chamamos de O TRIÂNGULO DA EBX-REX: HOTEL GLÓRIA, HOTEL PARQUE DO FLAMENGO E MARINA DA GLÓRIA. Não obstante as muitas benesses que os empresários receberam, e a condescendência dos órgãos de patrimônio cultural, como se soube através da grande imprensa nenhum dos empreendimentos daquele triângulo foi adiante, principalmente porque as empresas envolvidas(Leia mais)

A RODA-GIGANTE, A MARINA DA GLÓRIA, E AS PAINEIRAS

Parque do Flamengo e Marina da GlóriaImagem: Revista Veja O post A RODA GIGANTE E O PÉ DE FEIJÃO, de Carla Crocchi– Um conto infantil sobre alturas e paisagens já estava preparado para ser divulgado no último o fim-de-semana quando, em 05/11/2015, foi publicada reportagem de capa no Caderno de Bairros Zona Sul com o título: OG, 05/11/2015 – ‘Grupo luta por roda gigante como a de Londres no Parque do Flamengo’ – ‘Arquiteta Lotta de Macedo Soares tinha a ideia de instalar uma atração do tipo no local’. Tanto quanto as notas publicadas pelo mesmo jornal nos dias anteriores, a manchete quer fazer crer que se trata de uma conquista positiva para a cidade, sem mostrar os aspectos questionáveis envolvidos, todos tratados neste blog nos últimos anos, bem como as análises jurídicas de Sonia Rabello. A expressão “grupo luta”(Leia mais)

A RODA GIGANTE E O PÉ DE FEIJÃO, de Carla Crocchi

UM CONTO INFANTIL SOBRE ALTURAS E PAISAGENS Inspirada pelas idas e voltas de uma roda-gigante*que volta e meia volta a ameaçar a paisagem do Rio de Janeiro, a arquiteta e artista plástica presenteia este blog com uma breve narrativa que traz poesia e magia para cariocas e amantes da cidade, além de uma bela ilustração também de sua autoria. Boa leitura. Urbe CaRioca Fonte: Carla Crocchi Fotos em Arte  A RODA GIGANTE E O PÉ DE FEIJÃO UM CONTO INFANTIL SOBRE ALTURAS E PAISAGENS Autoria de Carla Crocchi  ERA UMA VEZ UMA RODA GIGANTE . RODAVA, RODAVA E SÓ SABIA RODAR. MUITOS RODAVAM COM ELA ATÉ CANSAR. ENTÃO A POBRE RODA ERA OBRIGADA A MUDAR DE LUGAR ONDE MAIS PESSOAS GOSTASSEM DE RODAR. O PROBLEMA É QUE TANTA GENTE FICAVA QUERENDO SABER POR QUAL MOTIVO A RODA FAZIA TANTA QUESTÃO(Leia mais)