SEMANA 05 a 10/01/2015 – MARINA DA GLÓRIA, RIO À BEIRA D’ ÁGUA, e GOLFE PREDADOR NA MÍDIA INTERNACIONAL

O caso do Campo de Golfe construído na Área de Proteção Ambiental Marapendi  – que para tanto teve eliminada área de 450mil m² do Parque Municipal Ecológico Marapendi por decisão do Prefeito do Rio, atual presidente do Grupo C40, e vereadores de sua bancada, tem repercutido nacional e internacionalmente. Após ocontundente artigo de Elena Hodges publicado no Rio on Watch, aréplica incontestável às afirmações da Empresa Olímpica, e várias reportagens internacionais em 2014, há um mês o movimento Ocupa Golfe tem dado maior visibilidade ao assunto”.

 

Trecho de GOLFE NA RESERVA AMBIENTAL – NOTÍCIAS MUNDO AFORA, e LUAU

 

Rio on Watch – Agosto 2014

 

Golfe para Quem? – Janeiro 2015

 

Semana anterior e textos mais lidos =&4=&

GOLFE NA RESERVA AMBIENTAL – NOTÍCIAS MUNDO AFORA, e LUAU

O Golfe dito Olímpico na Urbe CaRioca
Devastação da APA e Parque Municipal Ecológico Marapendi – Janeiro 2015

Foto: Divulgação movimento Golfe para Quem?
O caso do Campo de Golfe construído na Área de Proteção Ambiental Marapendi  – que para tanto teve eliminada área de 450mil m² do Parque Municipal Ecológico Marapendi por decisão do Prefeito do Rio, atual presidente do Grupo C40, e vereadores de sua bancada, tem repercutido nacional e internacionalmente. Após o contundente artigo de Elena Hodges publicado no Rio on Watch, a réplica incontestável às afirmações da Empresa Olímpica, e várias reportagens internacionais em 2014, há um mês o movimento Ocupa Golfe tem dado maior visibilidade ao assunto.

Não obstante conflitos ocorridos com a Guarda Municipal, o grupo convida para um luau  hoje à noite, às 20h, em frente ao terreno que foi desmatado para abrigar o campo de golfe dito olímpico.


Abaixo, links para algumas notícias recentes e a  nota de repúdio divulgada pelo movimento.


Obs: O assunto também foi mencionado em artigo de nossa autoria publicado no site The Nature of Cities.=&2=&=&3=& =&4=&

Luau da Resistência. Evento comemorativo a Rua é Nossa
Evento comemorativo A RUA É NOSSA. Celebrando o primeiro mês de instauração da zona autônoma temporária, Ocupa Golfe.
A Ocupação Permanece, neste sábado iremos precisar de muita gente para nos ajudar na resistência. Ocupar, Resistir, Lutar para Garantir!

Debate com:
– Advogado da Comissão de Direitos Humanos da OAB, André Barros;
– Cientista social da Universidade Nômade, Marcelo Castañeda.
– Ativistas Gregos com o documentário ‘Futuro Suspenso: o legado dos jogos Olimpicos de Atenas’;
– Ativista brasileira que milita no México, Adelaide Moura;
– Palestrante da área ambiental, a confirmar.

Atrações Musicais:
– Anarco Funk com a música ” A guarda toma, a guarda tira”.
– PH lima com o sucesso “O bandido (Eduardo Paes)”.

Documentário + Debate: ‘Futuro Suspenso: o legado dos jogos Olimpicos de Atenas’
– Sub-evento (https://www.facebook.com/events/353262611525690/)

Atrações culturais:
– Cine varal com o filme o Grande Ditador, de Charlie Chaplin, com Erica Rocha, Cineasta e Mídia Ativista da MIC.
– Exposição de fotos, com Katja Schilirò, fotógrafa profissional e Mídia Ativista
– Atividade teatral com Deo Luiz, do Ocupa Câmara.
– Arte do Coletivo Projetação.

‪#‎OcupaGolfeResiste‬ ‪#‎OcupaGolfeFica‬
=&5=&=&6=& =&5=& =&8=&

SEMANA 29 a 31/12/2014 – MOEDAS E TUDO SOBRE O CAMPO DE GOLFE NA RESERVA AMBIENTAL, e PÃO DE AÇÚCAR DEMOLIDO

“São várias faces:
_ a que a Prefeitura e o COI apresentam,
_ a que a grande imprensa defende,
_ e a face verdadeira: (…)”

 

Trecho de GOLFE – MUITAS FACES, UMA SÓ MOEDA

 

Semana anterior e textos mais lidos

A semana passada; as muitas faces de uma só moeda no Campo de Golfe construído sobre o Parque Municipal Ecológico Marapendi, na Barra da Tijuca, Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro que, neste ano de 2015, comemorará o 450º aniversário de fundação; e o inacreditável desaparecimento do Pão de Açúcar, a CrôniCaRioca que fechou o ano de 2014 no mês em que chegamos a 175.000 visualizações em 2 anos e sete meses desde que o blog foi criado. Obrigada e, mais uma vez, Feliz 2015!

 

=&3=& =&4=& =&4=& =&6=&

SEMANA 22/12/2014 a 27/12/2014 – CRÔNICA VIVA CARIOCA, OUTUBRO, NATAL PELO PARQUE MARAPENDI

ÁGORA SEM VALOR, CAMPO OCUPADO, BRT, OBRAS NA MARINA DA GLÓRIA – SEMANA 15 a 20/12/2014

RIO: CRÔNICA VIVA, AGONIA, E ÊXTASE*

O MÊS NO URBE CARIOCA – OUTUBRO 2014

NATAL AO AR LIVRE, POR 45 HECTARES DO PARQUE MARAPENDI

Terça, 30/12/2014

GOLFE – MUITAS FACES, UMA SÓ MOEDA

 

=&8=&

EXTRA! EXTRA! PÃO DE AÇÚCAR SERÁ DEMOLIDO!

=&9=&

EXTRA! EXTRA! PÃO DE AÇÚCAR SERÁ DEMOLIDO!

CrôniCaRioca
Foto: Camila A. G. R.

A notícia: “A municipalidade acaba de anunciar mais uma decisão em prol da Cidade do Rio de Janeiro: o Pão de Açúcar será demolido. Para compensar tal perda fica proibido construir no Recreio dos Bandeirantes. Os terrenos vazios do Recreio dos Bandeirantes serão transformados em praças, beneficiando toda a população carioca. Os proprietários desses terrenos, com baixo aproveitamento e em área pouco valorizada, também serão compensados. Poderão usar o potencial construtivo (isto é, os metros quadrados que poderiam construir em seus terrenos QUE AGORA SERÃO PRAÇAS) em outros lugares na Barra da Tijuca, em Jacarepaguá e em outras ruas do Recreio, que, para tanto, terão seus gabaritos de altura aumentados, a ATE também aumentada, e a área livre exigida no lote, diminuída. Por exemplo, em vez de construírem predinhos, restaurantezinhos e casinhas-de-chá, usarão esse potencial para construir edifícios grandes, shoppings, hotéis, etc.”. =&2=& =&3=& =&4=&E o Pão de Açúcar? Onde ele está nessa história? 
Responde a Municipalidade: “O Pão de Açúcar tem problemas, as trilhas estão cheias de mato, o bondinho balança muito, o calor refletido na pedra aumenta a temperatura da cidade e, além de tudo, não há necessidade daquele mirante, o Rio de Janeiro tem muitos outros. Bem melhor do que aquela pedra sem-graça (não fará falta, a cidade tem muitas por aí!) será criada uma grande esplanada à beira-mar, em parte para construção de grandes edifícios de luxo com vista para a Baía de Guanabara, para o oceano e para Niterói. Na outra parte será construído um imenso campo para o mais um esporte popular que, após 80 anos, retornará aos Jogos Olímpicos 2028, evento internacional a ser mais uma vez realizado na Cidade Maravilhosa: o Pólo Equestre, ou Hockey com Cavalos”.
Guia da Semana

Indaga novamente o ouvinte: “O Rio de Janeiro tem Campo de Pólo no Itanhangá. O Pólo poderia ser disputado lá, e o Pão de Açúcar continuar onde está?”.



Esclarece a Municipalidade: “Não, o campo do Itanhangá não atende aos padrões olímpicos. O campo para o Esporte dos Príncipes, ôpa, quero dizer, esporte popular, será no lugar do Pão de Açúcar, eu já disse! E o Recreio ganhará muitas praças com enormes benefícios para a população. Se o Carlos Sampaio demoliu o Morro do Castelo, por que eu não posso pôr abaixo o Sugar Loaf?”.

The End=&15=& =&16=&

GOLFE – MUITAS FACES, UMA SÓ MOEDA





São várias faces:

_ a que a Prefeitura e o COI apresentam,

_ a que a grande imprensa defende,

_ e a face verdadeira:

A eliminação de 450 hectares de uma área ecologicamente protegida, a supressão de uma avenida parte do sistema viário da Barra da Tijuca, e um grande negócio imobiliário, com reserva de terra caso um dia o dito campo olímpico venha a ser desativado: um golpe de mestre contra a urbe carioca, atos questionados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, ambientalistas, urbanistas, advogados, biólogos, engenheiros florestais, e cariocas de todas as profissões e atividades.

Abaixo, links para as análises de novembro/2012 a dezembro/2014.


[...] Leia mais