O MÊS NO URBE CARIOCA – AGOSTO 2016

Desenho: Urbe CaRioca
Durante o mês de =&0=& no blog tivemos postagens recordistas e grandes emoções. O Campo de Golfe dito olímpico frequenta estas páginas virtuais desde o final de 2012 e parece delas não querer sair! Em agosto os comentários foram muito além de capivaras e tacadas. =&1=&

PEDIDO AO PREFEITO ELEITO: 1 – RESPEITO ÀS ÁREAS PÚBLICAS E À PAISAGEM CARIOCA

Após ELEIÇÕES MUNICIPAIS: SEM PEDIDOS AOS CANDIDATOS (30/09/2016), publicamos hoje um pedido ao prefeito eleito. Esperamos que seja o primeiro de uma série. O blog aceita sugestões dos seus caros leitores, com vistas a novas postagens.

Estádio de Remo da Lagoa, segunda arquibancada. Com trambolho.
Festas durante a Copa do Mundo – 2014.

Foto: Urbe CaRioca
Estádio de Remo da Lagoa, segunda arquibancada. Com trambolho.
Festas pós-Copa do Mundo – 2014/2015.

Foto: Urbe CaRioca
Daqui a um mês um novo prefeito do Rio de Janeiro estará à frente do Poder Executivo, um dia após tomar posse no cargo para o qual foi eleito. Não obstante seu futuro antecessor tenha realizado alguns projetos interessantes – com destaque para a demolição do Elevado da Perimetral e a reurbanização da orla marítima no Centro da cidade, do ponto de vista urbanístico houve equívocos. Neste post o Urbe CaRioca pede ao futuro prefeito que olhe a cidade com “olhos de ver” e repare (em ambos os sentidos) a invasão de áreas públicas, ora excessivamente e permanentemente privatizadas. São areias das praias, praças, canteiros centrais, e calçadas, ocupados por verdadeiros trambolhos, na maioria das vezes esteticamente inadequados, mal localizados, e com dimensões exageradas, que desqualificam e enfeiam a nossa paisagem urbana, além de retirar o caráter do que é público, isto é, para ser usufruído por todos, sejam os espaços em si ou a paisagem a ser vista. Das muitas postagens neste blog a respeito (ver marcadores ‘trambolho’, ‘paisagem urbana’, entre outros) exemplos gritantes são a estrutura construída sobre a segunda arquibancada do Estádio de Remo da Lagoa Rodrigo de Freitas, instalada há anos; a ocupação contínua das areias de Copacabana junto ao calçadão que já impede a visão da areia e do mar, em especial a estrutura gigante erguida para os Jogos Olímpicos e que lá continua com outro uso; e inúmeras praças que ao invés de espaços livres para todos passam a ser espaços ocupados de poucos; bancas de jornal gigantescas e desproporcionais aos locais onde foram instaladas; etc.
Estádio de Remo da Lagoa, segunda arquibancada. Sem trambolho, por pouco tempo: estrutura coberta retirada logo após após os Jogos Olímpicos e Paralímpicos retornaria em seguida.Foto: Urbe CaRioca, 02/10/2016.



Estádio de Remo da Lagoa, segunda arquibancada. Sem trambolho, por pouco tempo: estrutura coberta retirada logo após após os Jogos Olímpicos e Paralímpicos retornaria em seguida.Foto: Urbe CaRioca, 02/10/2016.


No caso do Estádio de Remo ao menos as ditas “arquibancadas provisórias” não foram construídas, devido à falta de verbas, antes mesmo  de a crise no Estado do Rio ser anunciada oficialmente.

21/11/2014 LAGOA RODRIGO DE FREITAS – COMUNICADO DO MOVIMENTO S.O.S. ESTÁDIO DE REMO

13/07/2015AS ARQUIBANCADAS FLUTUANTES NA LAGOA RODRIGO DE FREITAS

06/01/2016A ARQUIBANCADA – DITA PROVISÓRIA – NA LAGOA RODRIGO DE FREITAS

Abaixo, exemplos de ‘trambolhos urbano-cariocas’ que deveriam ser retirados de pronto pela nova administração.
NOTA: O leitor pode enviar fotos, para o e-mail do blog, de intervenções que considerar inadequadas, com o respectivo endereço, para análise e publicação.
Urbe CaRioca[...] Leia mais

O MÊS NO URBE CARIOCA – JUNHO 2016

A Vila dos Atletas – ou Condomínio Ilha Pura, a Zona Portuária do Rio de Janeiro, os problemas sobre a Mobilidade Urbana, hotéis ditos “olímpicos”, Região das Vargens, e o Jardim Zoológico, foram alguns assuntos abordados pelo blog em JUNHO passado.
Além da Ilha Pura, que Nem é Ilha Nem é Pura, a entrevista de Atilio Flegner ao blog Metrô do Rio, aqui reproduzida, e o post sobre luminárias antigas no SAARA (Centro do Rio de Janeiro) estiveram entre os mais lidos no período, e continuam a ser visualizados, como mostra a lista dos mais populares nos últimos 30 dias, hoje, na coluna à direita do blog.

Boa leitura.


Urbe CaRioca

Autoria: Atilio Flegner
  

JUNHO 2016


O FLAMENGO E O TRAMBOLHO – SÓ UMA BENESSE PARA O CLUBE É POUCO

A postagem do último dia 26 sobre uma estrutura gigantesca sendo erguida sobre o edifício que pertence ao Clube Flamengo situado na Avenida Rui Barbosa – =&0=& – teve recorde de acessos no blog, praticamente u’a marca olímpica. No fim-de-semana a figura tomou forma. Parece um personagem forte e invencível saído de histórias em quadrinhos, provavelmente retratando a modalidade do atletismo, quem sabe um salto com vara, ou sem, que quis vencer o gabarito do edifício rubro-negro?=&1=&

FLAMENGO: UM TRAMBOLHO NO PRÉDIO ABANDONADO – FIM DO MISTÉRIO

Foto: Antonio Pedral, 21/07/2016
No fim de semana postamos na página Urbe CaRioca do Facebook imagens de uma estrutura metálica que estava sendo construída dia e noite no telhado do prédio do Clube Flamengo, situado na Avenida Rui Barbosa, no bairro de mesmo nome. =&0=&

A ARQUIBANCADA – DITA PROVISÓRIA – NA LAGOA RODRIGO DE FREITAS

Internet


Na reportagem Arquibancada móvel na Lagoa subiu no telhado (OG on line 04/01/2015) o jornalista usa a expressão de piada recorrente, para informar que talvez a construção não seja mais feita, por falta de dinheiro.


A ser verdadeiro o motivo, a falta de recursos públicos fez bem neste caso, pois o projeto nem deveria ter sido cogitado!

A obra que se pretende erguer sobre as águas da Lagoa Rodrigo de Freitas maculará permanentemente, e ainda mais, a paisagem magnífica que vem sendo entregue à cidade gradativamente desde a retirada de construções irregulares que ocupavam a beira d’água, a fixação dos limites da orla e dos clubes Caiçaras e Piraquê – impedindo novos aterros – a construção do Parque da Catacumba, e a criação de uma ciclovia. 

Infelizmente a torre gigantesca construída ‘pra Olimpíada’ – de fato um edifício – é uma aberração, e o trambolho provisório-permanente sobre a segunda arquibancada permanece lá há alguns anos.

A propósito, a área livre sob a arquibancada principal do antigo Estádio de Remo (arquibancada que foi desativada para construção do complexo Lagoon) está sendo mais e mais ocupada a cada dia, aos poucos impedindo a desejada integração espacial e visual entre a chegada e a Lagoa.

Obs. Caso surja algum recurso, que seja usado nos hospitais do Estado, em situação só não mais precária do que a população desassistida.

Urbe CaRioca
Foto: Urbe CaRioca, outubro/2014

[...] Leia mais

ENTRE BANCOS, PLACAS, TRAMBOLHOS, UFAs E REMOÇÕES… DE PESSOAS

Divulgação – Prefeitura

Divulgamos na Página Urbe CaRioca do Facebook a notícia de que a Prefeitura, dando sequência às comemorações pelos 450 anos de fundação da Cidade do Rio de Janeiro, encomendou 160 bancos de concreto no formato dos números seccionados que compõem a marca comemorativa daquela data e pretendem formar o perfil de um carioca. Segundo o jornal Extra no último dia 05 cada banco custará R$4.300,00. Não pretendíamos comentar o assunto no blog, mas devido ao número de visualizações na Página, muito acima da média, repetimos a pergunta: “O que acha o leitor do Urbe CaRioca?”.

[...] Leia mais

O MÊS NO URBE CARIOCA – FEVEREIRO 2015

Caros leitores,
Em FEVEREIROo Campo de Golfe dito olímpico continuou a repercutir aqui e no exterior. =&1=&  
Rio, 50 graus
Dizem que uma imagem vale mais do que mil palavras – Marina da Glória, Parque do Flamengo. Foto: Valéria H. Goldfeld, 
09/01/2015

[...] Leia mais