2014, a Copa (das obras de mobilidade) que nunca acabou, de Hugo Costa

“Eliminados ou não das Copas de 2014 e 2018, não ganhamos este jogo ainda”

Neste artigo, o geógrafo Hugo Costa nos remete a um comparativo entre a histórica, e ainda não esquecida, derrota do Brasil para a Alemanha, na Copa de 2014, e a ainda presente “goleada” promovida pelas obras de mobilidade iniciadas em virtude do evento, mas ainda inacabadas pelo país.”As obras de mobilidade não concluídas colocam em risco a vida dos cariocas, dos antes orgulhosos subúrbios, desprovendo crianças de áreas de lazer e de contato com a natureza”.[...] Leia mais

A Ciclovia que nasceu errada

Além de erro urbanístico, paisagístico e estrutural, para citar o mínimo, agora é objeto de furto. Mais uma vez, dinheiro público rasgado em nome dos Jogos Olímpicos, sem que responsáveis sejam responsabilizados.

Veja mais detalhes no vídeo abaixo que circula nas redes sociais feito por um ciclista e também na matéria do jornal “O Dia”.

Urbe CaRioca

Abandonada, ciclovia Tim Maia é alvo de saqueadores[...] Leia mais

Por que não enfeitamos as ruas? – Por André Luis Mansur

Neste artigo, o jornalista e escritor André Luis Mansur destaca as grandes mudanças observadas nos bairros do Rio de Janeiro para preparação da Copa do Mundo. Enquanto, em mundiais anteriores, moradores se reuniam e se confraternizam, enfeitando e colorindo de verde e amarelo as ruas da cidade, desta vez o cenário é outro. Confiram a sua análise afiada e os seus destaques.

Urbe CaRioca

POR QUE NÃO ENFEITAMOS AS RUAS? – Por André Luis Mansur[...] Leia mais