CLUBE FLAMENGO – AGORA É UM ESTÁDIO. ACÚSTICO.

Entre os posts publicados neste blog desde 2015 sobre a polêmica que envolve o clube rubro-negro e a construção de um equipamento urbano no terreno que fica na confluência dos bairros da Leblon, Lagoa e Gávea, um perguntava: CLUBE FLAMENGO – AFINAL, ARENA OU ESTÁDIO? (Urbe CaRioca, abril/2016). Em setembro, a grande imprensa informou que a Arena do Clube fora autorizada (Urbe CaRioca, 17/09/2016 – ARENA DO CLUBE FLAMENGO É AUTORIZADA).[...] Leia mais

CLUBE FLAMENGO – AFINAL, ARENA OU ESTÁDIO?

Atualização em 10/04/2016 – Afinal, o que quer o Clube Flamengo?

Prédio pertencente ao Clube de Regatas Flamengo, Avenida Rui Barbosa, Flamengo
Foto: Internet

Quase exatamente um ano após publicarmos NO FLAMENGO e DO FLAMENGO – MORADIA, HOTEL, ABANDONO e INVASÃO – AI QUE EDIFÍCIO COMPLICADO! uma pequena nota publicada no jornal O Globo (coluna Ancelmo Gois 03/04/2016) traz o prédio situado na Avenida Rui Barbosa assunto de volta a este blog:

=&0=&

CLUBE FLAMENGO – ARENA ESTÁ A CAMINHO


O post CLUBE FLAMENGO – A ARENA DESTRAVADA foi publicado neste blog em 29/07/2015. Não houve retorno às questões sugeridas no final do artigo: Resta saber se hoje o Rio de Janeiro comporta, em meio a um nó de trânsito, o que pleiteia o clube da Nação Rubro-Negra. Espera-se que instituições afins analisem o assunto, e que a Prefeitura informe ao público as bases para sua decisão.


OG, 01/10/2014
Segundo a notícia parceria com rede de lanchonete vai viabilizar o projeto 
[...] Leia mais

CLUBE FLAMENGO – UMA ARENA, UM NÓ DE TRÂNSITO, E UM BEM TOMBADO

Todescan Siciliano Soluções Integradas

ATUALIZAÇÃO EM 18/03/2015: Nota no Jornal O Globo (Coluna Ancelmo Gois) informa que o Clube construirá uma Arena para 40 mil pessoas.

URBE CARIOCA: O Clube e a Prefeitura poderão esclarecer qual é o projeto em andamento e aprovação na Secretaria de Urbanismo, no Conselho Municipal de Patrimônio Cultural, e no IPHAN. Há que pedir vistas ao processo de 1984!


SEGUNDA ATUALIZAÇÃO EM 18/03/2015: O Jornal O Globo noticiou que o Clube pretende erguer um estádio de médio porte, a princípio para 20 mil pessoas, na Gávea ou em outro lugar, que a iniciativa conta com o apoio do Governo Estadual, e que as estruturas podem ser provisórias. Ou não…

URBE CARIOCA: Nem 4 mil nem 40 mil. “A princípio” 20 mil (Mais de 20 mil, menos de 20 mil?). “Na Gávea ou em outro lugar” (Onde?). “Arquibancadas provisórias” ou não: Na cidade não faltam exemplos de construções provisórias que se tornaram permanentes. Possivelmente a nota divulgada no O Globo teve o objetivo de fazer governos estadual e municipal conhecerem a reação da sociedade. 


_________________

Os dirigentes do Clube de Regatas do Flamengo – que fica na confluência entre os bairros Gávea, Leblon, Lagoa e Jardim Botânico – pretendem construir uma Arena Multiuso em parte do terreno cedido ao rubro-negro, na esquina das avenidas Borges de Medeiros e Mário Ribeiro, ao que consta com patrocínio da rede de hambúrgueres e sorvetes McDonalds, notícia que circulou na imprensa no ano passado.



O Globo, 01/10/2014: “O Flamengo aguarda apenas a liberação do prefeito Eduardo Paes, que deve sair em breve, para iniciar a construção de uma arena multiuso na área onde até há pouco funcionava um posto de gasolina em sua sede social, na Lagoa, Zona Sul do Rio. (…) Bancada pelo MacDonald’s, a arena receberá não apenas jogos de basquete e vôlei, mas outros esportes olímpicos. O projeto já está pronto e aprovado pelo comando do clube, que encomendou uma animação com detalhes da localização da arena na sede da Gávea e como ela será”.

O blog Ninho da Nação informou ontem que o processo de construção está em fase final de análise pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, segundo o qual há apenas uma pendência: “A assessoria de imprensa do IPHAN entrou em contato com o blog e informou que espera apenas que seja encaminhado pelo Flamengo a planta referente ao recuo que a construção terá em relação à Rua Mário Ribeiro”.

Por outro lado, quando o dirigente de outro clube de futebol pediu ao Prefeito do Rio que impedisse a construção da Arena do Flamengo, este declarou-se favorável à obra para ajudar o clube. O Urbe CaRioca entende que mudar o uso do solo e índices urbanísticos não salva clubes, e ainda pode destruir a cidade, mas, isso é assunto para outro post!

vimeo.com

As informações disponíveis no blog referido causam várias estranhezas, a começar pelo número do processo enviado pela Prefeitura ao IPHAN, iniciado em 14/09/1984, isto é, há 30 anos! Não é um engano, como comprovam a imagem abaixo e o informado no parecer nº 491/2014/COTEC/IPHAN/RJ DE 16/12/2014. Além disso, o objeto do processo é Construção da Sede Social do Clube de Regatas do Flamengo, denominação inespecífica quanto a Estádio ou Arena.




Em setembro/2013 o site Geração Rubro Negra noticiou estudos para construção de arena para 25 mil a 30 mil pessoas, ideia que não agradou ao então governador Sérgio Cabral: “Ele já vetara outro projeto de estádio na Gávea para 30 mil, e voltou a se mostrar desfavorável”.  Em junho/2014, segundo o blog O Meu Mengão, a Construtora Odebrecht esperava “definir Arena do Flamengo até janeiro” de 2015, para 25 mil a 30 mil pessoas sem, no entanto, mencionar o local.

“Alexandre Póvoa, vice-presidente de esportes olímpicos (…): Não estamos pedindo favor nenhum e ninguém para facilitar nada. Só queremos que os órgãos responsáveis resolvam os trâmites burocráticos e liberem a licença. Nosso projeto está todo financiado, com dinheiro 100% privado. Nenhum dinheiro estatal. Só dependemos da licença para começar a construção. Estamos a um ano e meio das Olimpíadas no Rio, temos um projeto pronto e o processo segue tramitando em órgãos públicos há um ano sem nenhuma solução. De lá para cá não tivemos nenhum avanço. Em qualquer lugar do mundo nós seríamos incentivados a construir um ginásio, menos aqui. O Flamengo tem o estacionamento dele, daqui a um ano vamos ter um metrô, não vejo mais porque não ser liberado. É um ginásio de 4 mil pessoas, não estamos falando de nada excepcional. Temos o Maracanãzinho e a Arena, mas que são inviáveis para os jogos do dia a dia”.

[...] Leia mais

TRAMBOLHOS JÁ VISTOS E À VISTA – BICICLETÁRIOS COM CHUVEIRO E OFICINA


Rua Maria Eugênia esquina com Rua Humaitá, Botafogo
Foto: Urbe CaRioca


Os caros leitores do blog conhecem a série “Trambolhos”, onde mostramos construções permanentes e temporárias que, em geral, obstruem áreas públicas seja impedindo a livre circulação de pedestres, causando impacto negativo sobre a paisagem urbana do Rio de Janeiro, além dos que chamamos de ‘provisório-permanente’, isto é, estruturas que deveriam permanecer no local durante curto espaço de tempo e que acabam por tornarem-se definitivas, tanto pela perenidade quanto pelas idas e vindas que caracterizam sua continuidade.


Foto: SAC – AMIGOS DE
 COPACABANA, jan. 2015



Nas imagens alguns exemplos: bancas de jornal que impedem a passagem nas calçadas, extensão de quiosques na orla marítima, cobertura de lona no Estádio de Remo da Lagoa, cobertura no Forte de Copacabana, na Avenida Atlântica







Há pouco a Prefeitura anunciou a intenção de instalar contêineres para guarda de bicicletas na cidade, com chuveiros para os usuários tomarem banho. e prestação de serviços de oficina. O que em princípio parece ser boa providência – incentivar o uso do transporte individual via as simpáticas “magrelas” – não deve sobrepor-se à qualidade do espaço urbano, nem áreas públicas serem transformadas em oficinas que, evidentemente, se alastrarão em volta dos contêineres. Os gestores públicos têm o dever de buscar solução adequada que não prejudique mais ainda nossa tumultuada paisagem urbana e os espaços urbanos que são de todos.

Por que não pequenos depósitos nas muitas lojas hoje vazias espalhadas pela cidade, que poderão até oferecer sanitários e banho aos ciclistas mediante pagamento módico, como no caso dos postos de salvamento da orla? Que a Prefeitura alugue os espaços ou proponha sua administração pela iniciativa privada!

E, antes de tudo, que crie ciclovias seguras em todos os bairros.


[...] Leia mais

SEMANA URBE CARIOCA 04/08/2014 a 10/08/2014 – COM A PALAVRA O CARIOCA, ZONA PORTUÁRIA SEM PERIMETRAL, A PARÓDIA SOBRE O CINEMA LEBLON, DIA DOS PAIS CARIOCAS


=&0=& =&1=& =&2=& =&3=& =&4=&

 

Trecho de CINEMA LEBLON, UM “BRAINSTORM” NO ESCURO

 

Carla Crocchi Fotos em Arte

 

=&5=& Os posts imediatamente anteriores; um espaço no blog para o leitor; a Zona Portuária sem a Perimetral e com o trânsito caótico; a paródia sobre o estranho caso do Cinema Leblon a partir de música animada de Rita Lee e Roberto de Carvalho; e a CrôniCaRioca que homenageia os Pais através de um passeio pelo Rio pós-Copa do Mundo e pré-Jogos Olímpicos. =&6=& =&7=&

SEMANA URBE CARIOCA 28/07/2014 a 02/08/2014 – CINEMA REABRE COM O DEDO DO ESTADO, A LEI DAS QUITINETES NO PORTO, MÊS DE JUNHO

=&8=&

Artigo: IRRESPONSABILIDADE NO CENTRO HISTÓRICO DO RIO TERÁ CONSEQUÊNCIAS INCALCULÁVEIS! , pela Newsletter Ex-Blog

CENTRO DO RIO
Biblioteca Nacional, Avenida Rio Branco, Cinelândia
Internet



Em 23/01/2014 publicamos CENTRO DA CIDADE: O TRÂNSITO, A AVENIDA RIO BRANCO, E O CAOS, sobre as mudanças previstas pela Prefeitura para a acessibilidade por automóveis, táxis, e, é claro, da população, ao coração do Rio de Janeiro, com especial menção ao proposto para a utilização da Avenida Rio Branco, que o governo municipal justifica como necessário devido à demolição do Elevado da Perimetral. =&0=&

SEMANA 20/01/2013 a 24/01/2014 – ARTIGO SOBRE O CENTRO, TRÂNSITO NA AV. RIO BRANCO E VIZINHANÇA, E DEVASTAÇÃO NA SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE

“As decisões basearam-se em divergências desse grupo quanto à gestão das Unidades de Conservação do município estabelecidas pela Coordenadoria Geral de Áreas Verdes e pelo Gabinete do Secretário.”

Trecho de EXTRA! MUDANÇA NA SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE – SMAC

São Sebastião
Internet

Publicações da semana que passou e textos mais lidos Os posts imediatamente anteriores; o Centro do Rio comparado a um ‘João-Teimoso’; as mudanças no trânsito, também do Centro e, em especial, na Avenida Rio Branco; e exoneração de cargos de chefia: mudança na Coordenação de Proteção Ambiental da SMAC.=&0=& =&1=& =&2=& =&3=& SEMANA 13/12/2013 a17/01/2014 – NOTÍCIAS DIVERSAS, DEZEMBRO, MANIFESTAÇÃO NAS PAINEIRAS

 

SEMANA 06/12/2013 a 10/01/2014 – PARQUE ARI BARROSO, RODA-GIGANTE EM BOTAFOGO

=&6=& =&7=& =&8=&