CLUBE FLAMENGO – AGORA É UM ESTÁDIO. ACÚSTICO.

Entre os posts publicados neste blog desde 2015 sobre a polêmica que envolve o clube rubro-negro e a construção de um equipamento urbano no terreno que fica na confluência dos bairros da Leblon, Lagoa e Gávea, um perguntava: CLUBE FLAMENGO – AFINAL, ARENA OU ESTÁDIO? (Urbe CaRioca, abril/2016). Em setembro, a grande imprensa informou que a Arena do Clube fora autorizada (Urbe CaRioca, 17/09/2016 – ARENA DO CLUBE FLAMENGO É AUTORIZADA). Hoje, uma surpresa. O prefeito do Rio assinou um protocolo de intenções sobre a construção do que foi chamado de um “estádio acústico”, naquele terreno (O Globo on line, 12/05/2017, com vídeo). Segundo o presidente do clube, o estádio construído na Ilha do Governador pode ser usado durante os próximos três anos, enquanto o estádio da Gávea é construído. Portanto, a resposta ao post de abril/2016 chega pouco mais de um ano depois:(Leia mais)

O TÁXI, O MOTORISTA, A MALA, E O FINAL FELIZ – PARTE 2

CrôniCaRioca “Há 40 minutos esqueci uma mala de mão vermelha no chão de um táxi, na frente do banco do carona. Ele me trouxe do Hospital (X) até bairro (X). O táxi não é de cooperativa, é modelo SPIN, motorista é um homem jovem, talvez 45 anos, cabeça raspada, e, no papo, me disse que mora em São Cristóvão. Há documentos importantes dos quais preciso. Agradeço por toda ajuda.” Internet PARTE 2 – PERDIDOS E ACHADOS DE VÁRIAS NATUREZAS Depois do susto, o que fazer? Como encontrar o taxista silencioso? “Era um táxi sem nome, de motorista autônomo do qual eu não sabia o nome. Vídeos das câmeras de segurança para procurar a placa do carro só poderiam ser vistos no dia seguinte”. Com a ajuda da ala jovem da família, fomos às redes sociais via perfil, isto é, a(Leia mais)

SEM ‘MÃES CARIOCAS’

CrôniCaRioca Ontem pela manhã, buscando inspiração para a CrôniCaRioca sobre o Dia das Mães, como fiz em 2012, 2013 e 2015, encontro notícia terrível sobre mais uma morte sem sentido na nossa querida Cidade do Rio de Janeiro.Desta vez foi uma jovem de dezessete anos que – triste ironia do destino! – dirigia-se ao Aeroporto Internacional do Galeão, o Tom Jobim, para recepcionar sua mãe que chegava de viagem! Dolorosa ironia! Tragédia absoluta! Ao invés de procurar boas memórias sobre a mãe amorosa e presente que – sorte e felicidade! -, me acompanhou durante quarenta anos – tão pouco! -, não pude deixar de sofrer ao imaginar aquela outra mãe recebendo a pior de todas as notícias, no lugar do abraço filial certamente aguardado. Junto com revolta e tristeza vieram lembranças sobre tantas balas – perdidas ou certeiras – que(Leia mais)

CLUBE FLAMENGO – AFINAL, ARENA OU ESTÁDIO?

Atualização em 10/04/2016 – Afinal, o que quer o Clube Flamengo? Prédio pertencente ao Clube de Regatas Flamengo, Avenida Rui Barbosa, FlamengoFoto: Internet Quase exatamente um ano após publicarmos NO FLAMENGO e DO FLAMENGO – MORADIA, HOTEL, ABANDONO e INVASÃO – AI QUE EDIFÍCIO COMPLICADO! uma pequena nota publicada no jornal O Globo (coluna Ancelmo Gois 03/04/2016) traz o prédio situado na Avenida Rui Barbosa assunto de volta a este blog: Flamengo quer vender prédio no Morro da Viúva para construir estádio Toque rápido O Flamengo sonha em vender o prédio no Morro da Viúva, no Rio, por uns R$ 160 milhões. O desejo do clube é usar o dinheiro para construir um novo estádio, na Gávea, para 40 mil pessoas.   O prédio “complicado” continua abandonado. Para quem não acompanhou o caso, o imóvel pertencente ao Clube Flamengo foi(Leia mais)

CLUBE FLAMENGO – ARENA ESTÁ A CAMINHO

O post CLUBE FLAMENGO – A ARENA DESTRAVADA foi publicado neste blog em 29/07/2015. Não houve retorno às questões sugeridas no final do artigo: Resta saber se hoje o Rio de Janeiro comporta, em meio a um nó de trânsito, o que pleiteia o clube da Nação Rubro-Negra. Espera-se que instituições afins analisem o assunto, e que a Prefeitura informe ao público as bases para sua decisão. OG, 01/10/2014Segundo a notícia parceria com rede de lanchonete vai viabilizar o projeto  Nem a grande imprensa nem as instituições ligadas à arquitetura, urbanismo, engenharia de transportes, supostamente interessadas no tema, se manifestaram. Entretanto, no último dia 04 o site Falando de Flamengo noticiou que o ‘Flamengo deve começar as obras da Arena este ano’ e que a ‘Aprovação por parte da CET-Rio era a única que faltava depois que o Instituto do Patrimônio Histórico(Leia mais)

CLUBE FLAMENGO – UMA ARENA, UM NÓ DE TRÂNSITO, E UM BEM TOMBADO

Todescan Siciliano Soluções Integradas ATUALIZAÇÃO EM 18/03/2015: Nota no Jornal O Globo (Coluna Ancelmo Gois) informa que o Clube construirá uma Arena para 40 mil pessoas.URBE CARIOCA: O Clube e a Prefeitura poderão esclarecer qual é o projeto em andamento e aprovação na Secretaria de Urbanismo, no Conselho Municipal de Patrimônio Cultural, e no IPHAN. Há que pedir vistas ao processo de 1984! SEGUNDA ATUALIZAÇÃO EM 18/03/2015: O Jornal O Globo noticiou que o Clube pretende erguer um estádio de médio porte, a princípio para 20 mil pessoas, na Gávea ou em outro lugar, que a iniciativa conta com o apoio do Governo Estadual, e que as estruturas podem ser provisórias. Ou não…URBE CARIOCA: Nem 4 mil nem 40 mil. “A princípio” 20 mil (Mais de 20 mil, menos de 20 mil?). “Na Gávea ou em outro lugar” (Onde?). “Arquibancadas provisórias”(Leia mais)

TRAMBOLHOS JÁ VISTOS E À VISTA – BICICLETÁRIOS COM CHUVEIRO E OFICINA

Rua Maria Eugênia esquina com Rua Humaitá, BotafogoFoto: Urbe CaRioca Os caros leitores do blog conhecem a série “Trambolhos”, onde mostramos construções permanentes e temporárias que, em geral, obstruem áreas públicas seja impedindo a livre circulação de pedestres, causando impacto negativo sobre a paisagem urbana do Rio de Janeiro, além dos que chamamos de ‘provisório-permanente’, isto é, estruturas que deveriam permanecer no local durante curto espaço de tempo e que acabam por tornarem-se definitivas, tanto pela perenidade quanto pelas idas e vindas que caracterizam sua continuidade. Foto: SAC – AMIGOS DE COPACABANA, jan. 2015 Nas imagens alguns exemplos: bancas de jornal que impedem a passagem nas calçadas, extensão de quiosques na orla marítima, cobertura de lona no Estádio de Remo da Lagoa, cobertura no Forte de Copacabana, na Avenida Atlântica … Há pouco a Prefeitura anunciou a intenção de instalar contêineres(Leia mais)

Artigo: GRANDES OBRAS DE MOBILIDADE NO RIO SEM PLANEJAMENTO, de Sonia Rabello

Ilustração – Afonso Carlos / CZN obtida em Motor Dream Uol A Mobilidade Urbana continua na “ordem do dia”, ao menos na grande imprensa e nas promessas dos gestores públicos. Enquanto isso, a prática vem sendo outra, como demonstrou Reclamilda, engarrafada no Metrô justamente no dia de São Sebastião do Rio de Janeiro! Crônicas e críticas bem humoradas à parte, o sério artigo de Sonia Rabello publicado originalmente em seu site no último dia 26 – reproduzido a seguir – nos informa sobre decisões tomadas de forma isolada, isto é, as obras “feitas sem que o Plano de Mobilidade da Cidade, ou mesmo da Região Metropolitana, estivesse pronto e publicado”. A visão da jurista nos faz perguntar inevitavelmente o que a empresa que será contratada para elaborar o “plano” fará, por exemplo, diante das transtudocom suas pontes estaiadas caríssimas (e(Leia mais)