CRIME CONTRA O PATRIMÔNIO DA CIDADE DO RIO: PALACETE SÃO CORNÉLIO, de Sonia Rabello

E o relato de Claudio Prado de Mello
O Palacete São Cornélio, que fica na Rua do Catete nº 6, é bem tombado federal. Pertence à Santa Casa de Misericórdia. Está abandonado há anos.

O PASSEIO PÚBLICO DO RIO DE JANEIRO E AS ÁGUAS DA ANTIGA LAGOA DO BOQUEIRÃO DA AJUDA

Passeio Público, 20/09/2016 – Foto: Marconi Andrade
Passeio Público, 20/09/2016 – Foto: Marconi Andrade
Na última terça-feira, dia 20/09/2016, o Passeio Público do Rio de Janeiro amanheceu alagado, após as chuvas fortes que ocorreram durante a madrugada anterior.  =&0=&

MEC x MINC x PATRIMÔNIO CULTURAL

ATUALIZAÇÃO EM 27/05/2016:
A lista inicial já está na página Urbe CaRioca do Facebook, na forma de enquete. É possível votar, conforme preferências, em vários bens culturais. A página é pública e divulga as postagens do blog, que podem ser acompanhadas também por aquela rede social.

Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro
Wikimedia
=&0=&

MARINA DA GLÓRIA – NOTÍCIA E ANÁLISE NO SITE DE SONIA RABELLO

GOVERNADOR CARLOS LACERDA APREENSIVO POR CAUSA DO ELEFANTE QUE ATERRISSA NA MARINA DA GLÓRIA ENQUANTO EMPREENDEDOR E PREFEITURA CUIDAM DAS FORMIGAS.
Arte Livre do Blog Urbe CaRioca criada para o texto ‘Marina da Glória – Os Mistérios não Interessam’ sobre imagem do Jornal O Globo publicada no Caderno Especial de aniversário da Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, em 01/03/2013.
“Nova decisão judicial considera nulo contrato da Marina da Glória” =&1=&

SEM GLÓRIAS – DOIS FINADOS HOTÉIS E A MARINA

=&0=&=&1=&

Folha de São Paulo
Em 2013/2014 a tentativa – mais uma – de construir um empreendimento de grande porte na Marina da Glória, situada no Parque do Flamengo, objeto de polêmica, críticas negativas e alguns debates, foi tema de várias postagens neste blog. Entre os muitos aspectos analisados apontamos que a proposta de criar um Centro de Convenções, restaurantes, lojas e centenas de vagas de veículos, naquela área pública, era parte de um conjunto que extrapolava os limites do parque, na figura que chamamos de O TRIÂNGULO DA EBX-REX: HOTEL GLÓRIA, HOTEL PARQUE DO FLAMENGO E MARINA DA GLÓRIA. =&2=&

MARINA DA GLÓRIA, O RETORNO – CARTA DA ASSUMA PARA O IPHAN AGOSTO/2014

PARQUE DO FLAMENGO, RIO DE JANEIRO

Em primeiro plano, o parque integrado visualmente à Praça Paris, o Monumento aos Mortos na II Guerra e a pista de aeromodelismo. À esquerda, o terreno da Marina da Glória com edificações de apoio às atividades náuticas. Ao Fundo, Praia do Flamengo, Baía de Guanabara,  Morro Cara de Cão, Pão de Açúcar e Morro da Urca e Morro da Babilônia. À direita as construções dos bairros da Glória e Flamengo, com destaque para o prédio do Hotel Glória, inaugurado em 1922, antes propriedade da EBX/REX, recém-adquirido pela Acron AG.
 A imagem mostra com clareza a separação entre área urbana edificável – os bairros – e a área pública non-aedificandi, o Parque do Flamengo, bem de uso comum do povo.

A Associação De Usuários da Marina da Glória – ASSUMA teve importante participação nos fortes movimentos da sociedade civil contrários ao projeto para construção de um empreendimento comercial de grande porte com centro de convenções na Marina da Glória – Parque do Flamengo, que ocorreram na ocasião em que a Prefeitura e o Grupo EBX pretenderam aprovar. Rechaçada a proposta de ocupar de modo indevido aquele equipamento público situado na Enseada da Glória entre o Monumento aos Mortos na II Guerra Mundial e o Museu de Arte Moderna – Lugar de Barco, cabe lembrar -, o assunto saiu da mídia, em especial depois dos problemas financeiros do grupo empresarial que pretendia erguer um “elefante”no parque público, vértice de um triângulo virtual que seria completado com o Hotel Glória e outro hotel a ser instalado em prédio existente na Avenida Rui Barbosa, ambos abandonados. Atenta à situação precária das instalações da Marina da Glória a ASSUMA enviou uma carta ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN em agosto último, onde externa “sua grande preocupação com o atual andamento dos fatos relativos à revitalização e utilização da Marina (…)” e aborda vários aspectos do caso, inclusive as ações em andamento na Justiça, lembrando ainda que “(…) nos deparamos no ultimo mês com a inusitada ‘venda’, deste mesmo contrato, à empresa BR MARINAS. Para nossa surpresa a empresa já administra o local e deu entrada na Prefeitura com pedido de aprovação de um projeto para a Marina da Gloria, de acordo com o processo que tramita da Prefeitura nº 01/005.494/2000 (anexo 3)”. Agradecemos à ASSUMA pela oportunidade de divulgar esses fatos, conforme carta reproduzida abaixo. Boa leitura. =&3=& NOTA – Postagem mais recente neste blog sobre o tema: 

Artigo: MARINA DA GLÓRIA, SANEAMENTO E OLIMPÍADAS – CARTA AO PREFEITO E OUTRAS AUTORIDADES, de Antonio Guedes

EM 2013 – GOVERNADOR CARLOS LACERDA, DO ALÉM, APREENSIVO POR CAUSA DO ELEFANTE QUE ATERRISSA NA MARINA DA GLÓRIA ENQUANTO EMPREENDEDOR E PREFEITURA CUIDAM DAS FORMIGAS. EM 2014, O QUE NOS AGUARDA COM A DESCULPA PRA OLIMPÍADA?
Arte Livre do Blog Urbe CaRioca criada para o texto ‘Marina da Glória – Os Mistérios não Interessam’ sobre imagem do Jornal O Globo publicada no Caderno Especial de aniversário da Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, em 01/03/2013.
=&5=&