SUGESTÃO AO IAB-RJ, TEMAS PARA DISCUSSÃO

Na candidatura. Sem Golfe
Mapa: Internet
Hoje acontecerá o seminário* Londres e Rio, Metrópoles Olímpicas em Transformação, no Instituto de Arquitetos do Brasil IAB-RJ. Conforme divulgado “O seminário colocará em debate três temas: eventos esportivos globais e mobilidade urbana; revitalização da frente marítima (waterfront regeneration); e revitalização urbana e habitação social, todos com inspirações em Londres e no Rio de Janeiro”. =&1=&

MARINA DA GLÓRIA – MANIFESTAÇÃO AMANHÃ ÀS 15H e MAIS NOTÍCIAS

Rio, 50 graus
Dizem que uma imagem vale mais do que mil palavras – Marina da Glória, Parque do Flamengo. 
Foto: Valéria H. Goldfeld, 
09/01/2015
Em 2013 os leitores deste blog acompanharam as tentativas para construir um empreendimento comercial com Centro de Convenções, restaurantes e shopping na Marina da Glória, obra incompatível com o local que é bem cultural tombado e área pública e, ainda, por óbvio, Lugar de Barco. A proposta não se concretizou: houve intensa mobilização da sociedade civil contra o projeto que não obedecia aos critérios de proteção do Parque do Flamengo nem ao projeto original que prevê ocupação restrita e específica. =&1=&

O ASSACU DE COPACABANA SALVO EM 2014 E A AUDITORIA

Em 2014 moradores se mobilizaram para salvar a árvore que havia sido declarada imune ao corte.
Deu resultado! Na imagem, o folder distribuído há quase um ano.
=&0=& A Urbe CaRioca tem um assacu famoso. Fica em Copacabana e quase morreu. Porém, o indivíduo arbóreo teve mais sorte do que as árvores da Freguesia, em Jacarepaguá, as da Marina da Glória, no Parque do Flamengo e as da Praça Nossa Senhora da Paz, estas centenárias, retiradas para dar lugar à Estação do Metrô da Linha 1, rebatizada de Linha 4 por conveniência e interesse dos gestores públicos, enquanto a Linha 4 virou Linha 5! =&1=&

GOLFE ABERRAÇÃO – NOTÍCIAS INTERNACIONAIS, PELÉ E SILVIO TENDLER


Sábado, dia 10/01/205, publicamos GOLFE NA RESERVA AMBIENTAL – NOTÍCIAS MUNDO AFORA, e LUAU, que teve muita repercussão.

Abaixo estão os links para mais duas notícias divulgadas pela mídia internacional: nos sites (1) Econoticias – Uma Aberração Contra a Natureza – e (2) The Washington Post – nesta o caso do Golfe é um dos aspectos mencionados – em 05/01 e em 12/01/2015, respectivamente.

MENSAGEM DO MOVIMENTO OCUPA GOLFE

Depois da remoção das barracas de lona pela Prefeitura, no início da semana, a criatividade do carioca ressurgiu na forma de
Segundo os organizadores, a ocupação pacífica em questão tem amparo constitucional e não infringe nenhuma outra lei.
Foto: Golfe para Quem?


Na madrugada de 18/12 a Guarda Municipal providenciou a desocupação do canteiro lateral da Avenida das Américas onde um grupo defensor da Reserva Ambiental de Marapendi estava acampado e divulgava o escandaloso caso da obra que retirou 45 hectares do Parque Municipal Ecológico Marapendi. O movimento Ocupa Golfe convida para nova manifestação no local, conforme mensagem abaixo divulgada nas redes sociais.[...] Leia mais

MARAPENDI E ÁGORA – O ESPERADO, A VERSÃO OFICIAL, O ENGODO, E A VERDADE

Depois de MARAPENDI – O MONÓLOGO ENGANOSO E O CAMPO PESSOAL, de RESERVA, GOLFE, PARQUES E FAVELAS – MPRJ, VÍDEO E NOTÍCIAS e de

POR 45 HECTARES – MANIFESTAÇÃO CONTRA A OBRA DO GOLFE ÀS 15H[...] Leia mais

RESERVA, GOLFE, PARQUES E FAVELAS – MPRJ, VÍDEO E NOTÍCIAS

APA Marapendi – Rico Surf / P-Reserva

NOTA DE ABERTURA


Operação flagra desmatamento e loteamentos irregulares em parque urbano” (RJTV 09/12/2014)

Não se trata do desmatamento realizado pela prefeitura para a construção de um do campo de golfe. Segundo o repórter a área desmatada no parque da Pedra Branca equivale a 10 campos de futebol. O ato no maciço da Pedra Branca é crime ambiental. O lugar poderá abrigar mais uma favela. O poder público interveio para impedir. Na reserva ambiental de Marapendi o desmatamento é ato oficial : devasta 45 hectares. Abrigará um campo de golfe dito olímpico. O poder público interveio e mudou a lei para permitir. Não se trata aqui de defender o desmatamento na Pedra Branca e a possível ocupação irregular com moradia: apenas mostrar dois pesos e duas medidas para situação similar na Urbe CaRioca.

______________

No post do último dia 09, MARAPENDI – O MONÓLOGO ENGANOSO E O CAMPO PESSOAL, comentamos uma série de inverdades apresentadas pelo prefeito do Rio de Janeiro sobre a proposta do blog levada ao projeto Ágora, um chamado do Chefe do Executivo para ouvir a sociedade, que sugeriria ideias de ações públicas para melhorar a cidade e a vida dos cariocas. Embora tratadas como possíveis legados dos Jogos Olímpicos, as sugestões trazem assuntos gerais sobre vários campos de atuação do poder público, a maioria muito interessantes. Poderiam ser implementadas a qualquer tempo, sem relação com os JO 2016.


PRESERVAR O PARQUE MUNICIPAL ECOLÓGICO MARAPENDI ÍNTEGRO, no entanto, não pode esperar. A devastação da área de reserva executada deliberada e conscientemente pela prefeitura abrange um conjunto de aspectos prejudiciais ao Rio de Janeiro, apenas para mencionarmos questões afetas ao meio ambiente, urbanísticas, da mobilidade urbana, lazer e desrespeito ao interesse público, sem entrarmos no mérito de aspectos éticos e uso do chamado poder discricionário, nemr questões que contém alguma carga de subjetividade.


Conforme já se sabe, o juiz da 7ª Vara de Fazenda Pública não acolheu o pedido de suspensão do licenciamento ambiental feito pelo Ministério Público do Rio de Janeiro. Segundo o noticiário na grande imprensa e outras em plataformas virtuais o MPRJ recorrerá dessa decisão.


Enquanto isso, um grupo de defensores do parque Marapendi e da Reserva Ambiental de mesmo nome deu início a um novo movimento, o Ocupa Golfe, previsto para se estender até 31/12/2014: consiste em um ‘acampamento’ no canteiro da Avenida das Américas em frente ao terreno onde o campo de golfe está sendo construído. A instalação de faixas alusivas que chama a atenção de passantes e motoristas dará conhecimento mais amplo do assunto. Afinal, o próprio prefeito afirmou que a desinformação é geral. É necessário explicar a verdade à população!

Quanto a esse aspecto, o post citado acima – MARAPENDI – O MONÓLOGO ENGANOSO E O CAMPO PESSOAL, esclareceu vários pontos e desmentiu as afirmações. O vídeo do Monólogo do Prefeito foi divulgado e pode ser conhecido a seguir. A fala que pretensamente pretende defender a obra executada sobre a reserva ambiental com um discurso confuso que desvia a atenção do assunto começa a partir dos 6 minutos. O tempo é de 6 minutos e 26 segundos.


O tema tem sido difundido.  Além de MP-RJ recorrerá para embargar obra no campo de golfe em área de reserva, do G1, e de Movimento”Golfe pra quem?” acampa em frente ao Campo de Golfe Olímpico, do Jornal do Brasil, mais uma vez sites internacionais divulgam o assunto, como em Manifestantesprotestam contra campo de golfe olímpico, do SAPODESPORTO.

Outras afirmações no vídeo ainda serão comentadas. Abaixo, mapas esclarecedores.

[...] Leia mais

SEMANA 01/12/2014 a 06/12/2014 – O BAIRRO REJEITADO, A MARINA VOLTA, O MONÓLOGO, E MENOS 45 HECTARES EM MARAPENDI

“Quanto ao Parque Marapendi eliminado para a construção do campo, entretanto, não fará diferença. Sendo o monólogo que se anuncia ou mesmo caso o Sr. Prefeito respondesse a perguntas, sabe-se que virá o conhecido conjunto de falácias ouvidas há mais de dois anos em relação ao esporte que retornou aos JO depois de 1 século.”

Trecho de O ÁGORA, O PARQUE MARAPENDI, O GOLFE, E O MONÓLOGO DO PREFEITO DO RIO DE JANEIRO

 

O chefe do Executivo afirma que retirou 58.000,00 m² do parque.
A área eliminada é de mais de 450.000,00 m², conforme polígono indicado.
A compensação alegada é falaciosa, além do que tal perda não poderia
ser compensada em nenhuma hipótese (v. Parque das Benesses).

Indicação sobre imagem do Google Maps.

 

Publicações da semana anterior e textos mais lidos

Postagens imediatamente anteriores; moradores da Barra da Tijuca, de Jacarepaguá, e de Camorim não querem que seus bairros mudem de nome; IPHAN aprova novo projeto para a Marina da Glória; prefeito do rio comenta as ideias classificadas no projeto Ágora, das quais PRESERVAR O PARQUE MUNICIPAL ECOLÓGICO DE MARAPENDI ÍNTEGRO apresentada por este blog foi a mais comentada e a segunda mais votada entre 378 propostas; e nova manifestação contra a obra do campo de golfe sobre a reserva ambiental.

NOTAS:

1.    Sobre os mascotes dos Jogos Olímpicos – que não são o Macaco nem a Arara – batizados pelos cariocas com nomes curiosos, uma declaração do presidente do COI deixou a todos espantados. A as justificativas apresentadas na entrevista causam vergonha.

2.    “Caso o Prefeito do Rio, presidente do C40, queira ouvir a voz da sociedade civil carioca, respeitar o Parque Ecológico Marapendi, e garantir a construção da Avenida Prefeito Dulcídio Cardoso, que protege a reserva, nada o impedirá. É a oportunidade que tem para apresentar-se como um verdadeiro estadista”. O Chefe do Executivo não ouviu. Em breve, comentários sobre o Monólogo do Prefeito que discorreu sobre o resultado do Desafio Ágora, convite feito aos cariocas para sugerirem ações a serem incluídas no chamado “legado olímpico”. O link para o vídeo ainda não está disponível.

3.    O movimento Ocupa Golfe está previsto para continuar até o dia 31/12. Corre nas redes sociais abaixo-assinado divulgado pelo site Panela de Pressão que pede o apoio dos vereadores para instalação de CPI sobre a obra do campo. Assinar é bem simples. O link está AQUI.

=&2=&

Foto: Golfe para Quem?

 

=&4=&

O ÁGORA, O PARQUE MARAPENDI, O GOLFE, E O MONÓLOGO DO PREFEITO DO RIO DE JANEIRO

Conforme divulgado nos últimos dois meses o Desafio Ágora da Prefeitura consistiu em convidar a população para dar ideias à administração municipal sobre legados para a cidade fruto dos Jogos Olímpicos e outras sugestões para melhorar o Rio de Janeiro. Dividido nas várias fases Proposição, Discussão, Avaliação Cidadã, Documento, Análise da Prefeitura, e “Hangout”, a proposta deste blog – =&0=& – passou à quarta etapa sendo a MAIS COMENTADA e SEGUNDA IDEIA MAIS VOTADA entre 358 sugestões enviadas pelos cariocas. Os antecedentes e os percalços da trajetória estão explicados em muitos posts no Urbe CaRioca, bem como foram divulgados nas redes sociais pelos apoiadores da proposta, em especial arquitetos, urbanistas, advogados, biólogos, ambientalistas, e grupos que se mobilizaram em defesa do Parque, em especial o Grupo Rio Antigo, o NIMA-Jur e o Movimento Social Golfe para Quem?. Hoje, às 20h, acontecerá o Hangout via internet. Ao contrário do que esperávamos, não se tratará de um diálogo ou debate ao vivo, durante o qual o chefe do Executivo responderia a perguntas dos participantes do Ágora e dos cariocas em geral. Apenas Prefeito e o coordenador do projeto falarão. Nem ao menos responderão a perguntas feitas por escrito. O Prefeito comentará as 25 propostas finalistas compiladas no Relatório Final, baseando-se nas informações deste. É pena. Quanto ao Parque Marapendi eliminado para a construção do campo, entretanto, não fará diferença. Sendo o monólogo que se anuncia ou mesmo caso o Sr. Prefeito respondesse a perguntas, sabe-se que virá o conhecido conjunto de falácias ouvidas há mais de dois anos em relação ao esporte que retornou aos JO depois de 1 século: “será ótimo; preservará o Meio Ambiente, fauna e flora; a área estava degradada; recuperamos a área; o Rio precisa de um campo de golfe; não gastamos dinheiro público; houve compensações; o campo será público, etc. etc.”, tudo justificado pelos bem conhecidos sofismas que defendem o indefensável e o injustificável.
Internet
Segundo esclareceram os organizadores a transmissão deve estender-se por cerca de 1h30min porque são muitas propostas – 25 e, se cada uma fosse aberta para perguntas o tempo dobraria: “A ideia da compilação do documento colaborativamente com os usuários é exatamente que eles se sintam 100% confortáveis com o texto que foi entregue ao prefeito!”. =&1=&

MANCHETE, REPORTAGEM O GLOBO E OPINIÃO DO MOVIMENTO GOLFE PARA QUEM?

Hoje, 30/11/2014, o principal jornal da urbe carioca traz entre suas principais manchetes: =&0=& =&1=&

A reportagem Prefeitura prepara modelo de concessão do campo de golfe, na Barra, para depois da Olimpíada descreve alguns aspectos do caso essencialmente o ponto de vista da Prefeitura, com declarações repetitivas do Prefeito que, infelizmente, carecem de credibilidade e servem àqueles que não conhecem o assunto em profundidade como, por exemplo, usar a figura do “Parque das Benesses” para justificar a obra do campo, entre outros sofismas. =&4=&

PARQUE MARAPENDI ÍNTEGRO – PARABÉNS, PEDIDO DO ÁGORA, E PEDIDO AOS LEITORES E APOIADORES DA IDEIA

=&0=& =&1=&Sua proposta foi uma das 25 selecionadas para serem avaliadas pela prefeitura e, se implementada, poderá mudar o Rio para sempre! (Mensagem padrão recebida do Desafio Ágora Rio)
Imagem: Júlio Cesar Guimarães/UOL em reportagem do dia 21/10/2014
Prefeitura cede e procura MP para evitar paralisação de obra contestada da Justiça


Caros leitores e apoiadores da ideia PRESERVAR O PARQUE MUNICIPAL ECOLÓGICO MARAPENDI ÍNTEGRO apresentada por este Urbe CaRioca ao projeto Ágora da Prefeitura do Rio,
Os parabéns são para vocês!

Conheçam o resultado da Fase 3, obtido graças aos votos positivos e estrelados de vocês, e à divulgação das decisões equivocadas da Prefeitura em relação ao Parque Marapendi, na Barra da Tijuca, moldura da Lagoa de Marapendi: a ideia passou para a Fase 4, o que significa que estará entre as 25 PROPOSTAS QUE SERÃO ENCAMINHADAS AO PREFEITO no próximo dia 24/11.
Propostas finais
O presente documento contém a lista das propostas finalistas do Desafio Ágora Rio, que serão compiladas em um documento único e que no dia 24 de novembro serão entregues ao prefeito Eduardo Paes. A partir dessa data, o prefeito terá uma semana para avaliar a possibilidade de execução das 25 propostas finalistas. A resposta oficial será dada em uma videoconferência no dia 4 de dezembro! Abaixo, você pode clicar nas ideias que mais lhe interessam para ver o texto que deverá constar no documento entregue a prefeito e contribuir com seu desenvolvimento (sempre levando em consideração os debates feitos aqui na plataforma e nos encontros presenciais)!
2.      Preservar o Parque Municipal Ecológico de Marapendi íntegro 3.      Cestos Ecológicos de bueiros para evitar enchentes 4.      Crédito Verde 5.      Ciclovia em Jacarepaguá 6.      Projeto REC (Rede Energia Cidadã) 7.      Implantar o trecho 6 do anel viário do Rio 8.      Aterramento dos Fios 9.      Estação Rodoviária em Curicica 10.   Fotos ajudando a Guarda Municipal no trânsito 11.   Ciclovia e Ciclofaixa ligando estações BikeRio 12.   Municipalização das calçadas do Rio de Janeiro 13.   Colocação de cancelas nos principais cruzamentos dos BRTs 14.   Mobilidade urbana via Baía de Guanabara 15.   Qualidade Cidadã para o Ônibus Urbano Comum 16.   Estacionamentos de integração 17.   Redes Hidroviárias – Mobilidade e Conectividade 18.   Disponibilização de horários, frequência e tarifa das linhas de ônibus nos pontos, terminais e sites Rioonibus e Fetranspor 19.   Criação de um Sistema de Sinalização para Pedestres 20.   Adolescentes Politizados – Educação Política e Cidadã 21.   Criação da Escola Pública de Idiomas do RJ 22.   Operações Urbanas na zona norte 23.   Rio. Maracanã. Parque 24.   Programa Plazas Cariocas: criação de projeto piloto na Tijuca 25.   Avaliação coletiva das linhas de ônibus do Rio No trecho referente à ideia que consta do texto preliminar elaborado pelos organizadores do Ágora a descrição da ‘ideia’ é enganosa, pois a proposta não pretende “eliminar o campo de golfe” – o Ministério Público Estadual, inclusive, propôs o deslocamento do campo para resguardar o parque. =&8=&
The golf course for the 2016 Olympics is being built in
this ecologically sensitive area, which is supposed to
be protected by law. (Photo by Elena Hodges)


Parabéns! Sua proposta foi uma das 25 selecionadas para serem avaliadas pela prefeitura e, se implementada, poderá mudar o Rio para sempre!

Agora estamos na fase de compilação das informações mais relevantes que surgiram ao longo das etapas do Ágora Rio (tanto na plataforma, quanto nos eventos no Imperator e no MAR). E para isso, estamos pedindo a sua ajuda!
No link acima, você poderá conferir e contribuir com as informações que serão compiladas no documento final que será entregue nas mãos do prefeito na tarde da próxima segunda-feira, 24 de novembro!
Não se sentiu contemplado(a) com a descrição da sua ideia? Comente!
Lembrou de um comentário super relevante feito durante a fase de proposição? Comente!

Viu algum erro de ortografia? Comente!
Acesse e contribua com a construção do documento através do
 link: https://desafioagorario.crowdicity.com/page/view/1760
Mas lembre-se; você só tem até o domingo para contribuir com o documento!


Aquele abraço,
Bernardo, Fran e toda a Equipe Ágora Rio!


[...] Leia mais

DESAFIO ÁGORA – CARTA ABERTA AOS ORGANIZADORES E PARTICIPANTES

Aniversário de 125 anos da República Federativa do Brasil


Aos organizadores do Desafio Ágora e a todos os participantes autores das 50 ideias que passaram para a Fase 3 – Avaliação Cidadã,


Na qualidade de responsável pelo blog Urbe CaRioca, autor da ideia PRESERVAR O PARQUE MUNICIPAL ECOLÓGICO MARAPENDI ÍNTEGRO, apresentada ao projeto da prefeitura chamado Desafio Ágora, cabem as seguintes considerações:

Embora não tendo comparecido à reunião realizada no último dia 11 no Museu MAR, enviei mensagem aos organizadores e participantes, publicamente, através do site, desejando que os debates fossem produtivos, entendendo que “Por certo todas as ideias são boas para a cidade, pois nenhum carioca apresentaria algo em prejuízo da nossa Cidade Maravilhosa”. Mesmo ciente de que os temas do dia seriam Educação e Lazer, na mensagem fiz questão de lembrar a todos o que repito agora: PRESERVAR O PARQUE MUNICIPAL ECOLÓGICO MARAPENDI ÍNTEGRO enquadra-se em todas as classificações de ideias: Sustententabilidade (por motivos óbvios), Mobilidade (a construção do campo de golfe sobre a reserva elimina a possibilidade de completar uma importante avenida do sistema viário da Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes, que ajudará a diluir os fluxos de trânsito para além desses bairros), Lazer(também por motivos óbvios – trata-se de um parque e a Via “Parque” ao longo da Lagoa proporciona lazer contemplativo, passeios, etc.) e Educação(projetos de educação ambiental, visitas de escolas, etc.).

Acrescentei que “Devido ao risco iminente da perda, o Parque não pode esperar. As demais ideias podem ser implementadas a qualquer tempo. Quem quiser conhecer o problema mais a fundo encontrará mapas e explicações no blog Urbe CaRioca”. Finalmente, desejei boa reunião e pedi que, se possível, lessem a mensagem para o grupo, transmitindo e nossos votos de que muitas ideias se concretizassem em favor do Rio de Janeiro.
_____
Para os leitores recém-chegados, o texto abaixo copiado do site da Prefeitura explica o chama de ‘plataforma colaborativa’:

– Nossa ideia com essa plataforma é que o povo informe à prefeitura quais são os seus desejos. É um instrumento que gera um governo melhor e permite que a prefeitura acerte mais nas decisões. Essa ferramenta consolida os esforços que a prefeitura já vem fazendo para ampliar essa participação e interação com a população, como a realização de hangouts, o aplicativo Rio+, a Central de Atendimento 1746, e os debates sobe os 450 anos do Rio. Tudo isso pode significar um enorme diferencial para a tarefa de governar no Brasil – disse o prefeito. (…)

– A prefeitura quer fazer novas formas de políticas. E hoje está sendo dado o primeiro passo, trazendo uma experiência antiga da Grécia para o que tem de mais moderno atualmente, buscando criar uma nova experiência de transformar a cidade. É o que chamamos de Polisdigitocracia. Essa plataforma faz do Rio a primeira cidade do Brasil a criar uma rede social para discutir com a sociedade e com a prefeitura as políticas públicas. Queremos ouvir os cidadãos e dessa discussão sairá sempre o próximo desafio, pois as pessoas podem sugerir temas sobre os quais elas querem falar – explicou o coordenador do Ágora Rio,Luti Guedes. (link para o texto completo)

A pouco mais de 24h do encerramento da Fase 3 – quando serão selecionadas as 25 propostas que constarão de documento para ser avaliado pela Prefeitura – e tratando-se, portanto, de um programa criado para, em tese, ouvir a voz da sociedade, é necessário apontar aspectos importantes constatados até aqui.

Segundo o site, “A primeira etapa é a fase de proposição, na qual os participantes poderão dar suas ideias e discutir com os demais na plataforma. Nesta fase, todos os órgãos da Prefeitura do Rio envolvidos com as sugestões estarão acompanhando as postagens e esclarecendo os cidadãos sobre o que já está sendo realizado e o que pode vir a se tornar concreto”. Estranhamente esta fase 1 não consistiu apenas em debates virtuais (comentários por escrito sobre as propostas que permitiam respostas, bem como sua aprovação ou desaprovação), mas em uma votação em cada ideia que aceitava votos positivos e negativos. A cada voto negativo um voto positivo já recebido era retirado. 

O mesmo procedimento continuou durante a segunda fase – discussão.

PRESERVAR O PARQUE MUNICIPAL ECOLÓGICO MARAPENDI ÍNTEGRO foi a ideia mais comentada entre as 378 em debate. Poderia ter sido a mais votada não fosse a enxurrada de votos negativos recebidos (92) – caso único no projeto. O critério de escolha é altamente questionável no mínimo por três motivos: a votação negativa que elimina votos positivos não faz sentido – quem não concordar com uma proposta simplesmente não deve escolhê-la; o sistema permite manipulação dos votos, conforme a capacidade de mobilização dos interessados. Assim, as ideias selecionadas não necessariamente refletirão o que o carioca considerar melhor para sua cidade, mas, as que obtiverem mais pessoas disponíveis a “fazer campanha” pela sua candidata; o Ágora, que deveria ser apenas um receptor das ideias e administrador da plataforma, também vota, conforme constatado por um atento participante! Inexplicável e inaceitável!

Quanto aos votos negativos que apenas o “PARQUE” recebeu, o estranhíssimo comportamento de tantas pessoas não diminuiu o interesse de grupos de ambientalistas, urbanistas, advogados e defensores do Rio em dar visibilidade ao problema da Reserva Ambiental de Marapendi, cortada para receber um campo de golfe cuja necessidade nunca ficou clara. A proposta passou à fase 3.

Durante etapa 3, após o contato de várias pessoas com o blog indagando sobre a classificação da ideia – que não aparecia na página do Ágora – pedimos esclarecimentos aos organizadores que, de imediato, mudaram a página e incluíram a aba ‘mais votadas’ ao lado de ‘aleatório’ e ‘mais comentadas’, permitindo que os participantes pudessem acompanhar o desempenho de cada ideia.

Mas, a etapa, ou Fase 3, contém o mesmo sistema questionável.

Encerrados os comentários, a seleção agora de 25 ideias se dá pela aprovação apenas através de pontuação obtida com a escolha de 1, 2, 3, 4, ou 5 estrelas. Ao consultar as ideias mais votadas (11/11/2014, depois que o site foi modificado) verifiquei que a média da pontuação comanda a classificação. Nesse dia o PARQUE ECOLÓGICO tinha 26 votos e estava na 6ª posição.  Porque o PARQUE teve 1 voto com apenas 1 estrela (provavelmente devido a uma “pegadinha” do sistema) e 1 voto com 4 estrelas, a média caiu. Ideias com apenas 2 votos e média 5 estavam na primeira posição. Ou seja, se o PARQUE tivesse 1000 votos de aprovação sendo 999 com 5 estrelas e 1 voto com 1 estrela teria média abaixo de 5. Se outras 25 ideias tivessem apenas 1 voto com 5 estrelas a “média” será 5. Todas estariam na Fase 4 e o PARQUE não!

Mais uma vez, esse estranho sistema deu margem a que grupos com interesses contrariados pela permanência da reserva ambiental, ou mesmo outros ‘contribuidores’ do Ágora, mais uma vez se manifestassem para eliminar a ideia do Desafio.

Neste momento, às 23h 30min do dia 15/11, PRESERVAR O PARQUE MUNICIPAL ECOLÓGICO MARAPENDI ÍNTEGRO recebeu mais um voto de 1 estrela, mas continua em 3º lugar na classificação entre 50 ideias.

O sistema do Desafio Ágora não permite avaliar em profundidade as ideias apresentadas nem conhecer verdadeiramente a opinião dos cidadãos em relação às mesmas, quer pelas enormes dificuldades de acesso dos interessados em participar (plataforma não “amigável”), quer pela absoluta ausência de transparência no processo de votação, que enseja a real manipulação de resultados, por exemplo, votos contrários x votos favoráveis, 1 estrela x 5 estrelas, e pela superficialidade.

Preservar a reserva de Marapendi tem, no mínimo, o apoio de 3697 pessoas do movimento Golfe para Quem? (apenas os cadastrados na rede Facebook, o que pode ser acrescentado de familiares, amigos e muitos outros que não têm conta em redes sociais), inúmeros leitores do blog Urbe CaRioca, os que não tiveram acesso ao Desafio Ágora pelas dificuldades citadas, número que está muito além das 92 pessoas (fases 1 e 2) que se manifestaram nessa plataforma contrariamente à preservação do desenho urbano que estabeleceu uma Via Parque na Barra da Tijuca contornando e protegendo uma faixa de reserva – o parque Marapendi – ao longo da Lagoa de mesmo nome.

No caso de Marapendi essas vozes também devem ser ouvidas, e não somente aquelas que conseguiram participar do que até aqui tem se provado estar mais próximo de um game onde vencerá o mais ágil, o que mais conhecer sobre o mundo virtual e o que tiver maior capacidade de mobilização nas redes, aspectos que se mostram distantes de um processo democrático como o nome escolhido pretende sugerir.

Os Predadores do Rio ainda têm cerca de 24h para tentar retirar a proposta de salvaguardar o Parque Marapendi do documento que será encaminhado ao Prefeito.Se ocorrer o mesmo que aconteceu nas Fases 1 e 2, nas próximas horas haverá uma chuva de estrelas, uma a uma rebaixando a proposta de preservação do Parque Ecológico.

Esperamos que não o façam, ou reduzirão mais ainda a credibilidade do projeto Ágora, coincidentemente no aniversário da Proclamação da República do Brasil.


Pela Cidade do Rio de Janeiro, boa sorte a todos os cariocas participantes de boa-fé.


[...] Leia mais

SEMANA 03/11/2014 a 08/11/2014 – GOLFE NA RESERVA, ÁGORA, ELEITORES MISTERIOSOS, E O VÍDEO-PARÓDIA

“O projeto Ágora Rio, que ao chamar a população para debater ideias sugere a imagem de transparência nos projetos da prefeitura relacionados aos JO, bem como para projetos futuros baseados na opinião da sociedade civil carioca, tem obrigação de esclarecer os pontos nebulosos detectados por vários “contribuidores” que aceitaram o convite para participar. É necessário garantir, neste sistema, que os interesses privados não se aproveitem de um projeto, essencialmente bom, para legitimar ações ilegais e imorais e que vão de encontro aos melhores interesses da própria população!”.

Trecho de Artigo: O ÁGORA RIO E OS ELEITORES MISTERIOSOS, de Sérgio de Oliveira Galvão

OBS: O site Ágora mostrava classificação errada quando este slide foi preparado. Entramos em contato com os organizadores e eles providenciaram a correção. No momento desta postagem a classificação é nº 10. Participe da Guerra das Estrelas!


Publicações da semana que passou e textos mais lidos. =&2=&

Artigo: O ÁGORA RIO E OS ELEITORES MISTERIOSOS, de Sérgio de Oliveira Galvão


Mesmo com o movimento de grupos contrários a PRESERVAR O PARQUE ECOLÓGICO MUNICIPAL MARAPENDI ÍNTEGRO, que se encarregaram de providenciar uma enxurrada de votos negativos – caso único durante a fase =&1=&, a proposta deste blog ao projeto da Prefeitura do Rio de Janeiro batizado de Desafio Ágora continua entre as primeiras mais votadas e comentadas, entre 381 ideias, número final de proposições em prol da cidade indicado pelo site administrado por www.crowdicity.com. Conforme já relatado, após divulgarmos que havia pesos diferentes para votos negativos e positivos (redução de dois votos positivos para cada voto negativo concedido à ideia), o critério foi modificado. Infelizmente não verificamos se o mesmo ocorreu com outras ideias apresentadas. Em seguida, um atento participante detectou que o sistema de aprovação e desaprovação dos comentários funcionava de modo diverso para a ideia PRESERVAR O PARQUE… em relação à melhor colocada entre as mais votadas. Após a divulgação dos vídeos que comprovavam oocorrido, o sistema foi igualmente modificado. Agora, outro atento interessado no projeto, fez longa análise sobre a votação das ideias que alcançaram maior visibilidade, a correlação entre votos positivos, negativos, e o perfil dessas propostas perante a administração pública. Em suas palavras, tem “sérias e graves considerações a fazer sobre o assunto transparência no sistema Ágora Rio”, o que consideramos devido compartilhar com os leitores do blog, em especial aqueles que apoiaram a permanência do Parque Ecológico Marapendi, na Barra da Tijuca, em sua integridade. =&2=&
freepick

O ÁGORA RIO E OS ELEITORES MISTERIOSOS
Sérgio de Oliveira Galvão*
03/11/2014
Ao conhecer o Desafio Ágora Rio e as várias propostas ligadas a questões ambientais – inclusive PRESERVAR O PARQUE ECOLÓGICO MUNICIPAL MARAPENDI ÍNTEGRO – sugeri no campo ‘comentários’ que fosse encaminhada uma comunicação para todos os demais participantes dos outros temas, visando o apoio amplo, enfatizando não apenas a preservação do parque em si, mas, sobretudo para proporcionar o aumento da representatividade popular e fazer frente aos interesses privados que se julgam acima das leis e do interesse público. Do mesmo modo os outros grupos poderiam conhecer os questionamentos apontados nas discussões já ocorridas. A possibilidade de entrar em outros grupos e fazer comentários e ‘assinatura da ideia’, possibilita aumentar a dinâmica do processo, bem como a divulgação, pelo menos, das ideias mais votadas e comentadas de todos os grupos. Porém, tenho sérias e graves considerações a fazer sobre a transparência no sistema Ágora Rio, função de um rápido levantamento. Analisando os dados das propostas mais bem votadas (nada contra as ideias em si, muito pelo contrário), descobri coisas muito interessantes, e, depois disso, tive convicção de que nós, participantes, estivemos sendo enganados. Senão, vejamos, uma  pesquisa entre as propostas mais votadas de todos os grupos: =&6=&

SEMANA 27/10/2014 a 01/11/2014 – DO GOLFE PARA QUEM? À REVISTA EXAME, BÚSSOLAS E TERRITÓRIOS, e NOVO PROTESTO CONTRA O GOLFE NA RESERVA AMBIENTAL

“…nas últimas semanas a proposta deste blog ao projeto chamado Desafio Ágora, também da Prefeitura –PRESERVAR O PARQUE ECOLÓGICO MUNICIPAL MARAPENDI ÍNTEGRO, obteve votação expressiva entre mais de 370 ideias apresentadas, e é uma das mais comentadas. Alguns questionamentos apontados pelo Urbe CaRioca foram resolvidos (…) …ainda é possível votar pela salvaguarda do parque. Acessar o link abaixo e votar preferencialmente através da rede social Facebook, por ser mais fácil é rápido do que pelo cadastro do sistema que, como já mencionamos, ‘afasta o mais paciente carioca’.”
https://desafioagorario.crowdicity.com/post/62170

Trecho de PROTESTO CONTRA O CAMPO DE GOLFE NA RESERVA, OUT./2014

 

Internet

Publicações da semana que passou e textos mais lidos. =&1=&