“Morro e Mirante do Pasmado no caminho da proteção da Paisagem Cultural Mundial”, de Sonia Rabello

No artigo publicado no site “A Sociedade em Busca do seu Direito”, a professora e advogada Sonia Rabello destaca as manifestações lidas na reunião do Comitê Gestor da Paisagem Cultural Mundial do Rio, na última terça-feira, dia 19 de junho. Na ocasião foi lido o parecer do técnico do IPHAN, no qual é negado a pretensão de se construir uma edificação no Morro / Mirante do Pasmado. “As reações da sociedade merecem e devem ser ouvidas”, destaca. Confira abaixo:[...] Leia mais

Morro do Pasmado – IPHAN protege a paisagem e nega a construção

Decisão do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN

PARECER TÉCNICO nº 108/2017/COTEC IPHAN-RJ/IPHAN-RJ

ASSUNTO: Memorial do Holocausto

​REFERÊNCIA: Proc. 01500.900598/2017-17

Rio de Janeiro, 29 de novembro de 2017.

Trata-se de solicitação formulada pela Sra. Subsecretária de Urbanismo/UIH/SUBU, Verena Vicentini Andreatta, para que o IPHAN-RJ analise o Projeto de Memorial às Vitimas do Holocausto, ” a ser implantado em área do Parque Yitzak Rabin, Morro do Pasmado, bairro de Botafogo IV RA”.[...] Leia mais

Morro do Pasmado – A paisagem maculada e a opinião de Hildegard Angel

Morro do Pasmado – Triste notícia sobre a paisagem carioca

Ontem a Câmara de Vereadores aprovou o Projeto de Lei Complementar nº 39/2017, que “estabelece condições para a implantação do memorial às vítimas do holocausto e dá outras providências”. A barbaridade urbano-carioca irá agora à sanção do Prefeito, que, obviamente, sancionará a medida de sua autoria.

Comentamos o assunto nas postagens,

MORRO DO PASMADO – A FAVELA, O PARQUE, O QUIOSQUE, O MONUMENTO, E A PAISAGEM MACULADA, (05/05/2017)[...] Leia mais

MORRO DO PASMADO – Prefeito insiste em construir monumento que ofende a paisagem carioca

É o que se depreende do envio da Mensagem nº 31 de 11/10/2017 à Câmara de Vereadores, que deu origem ao Projeto de Lei Complementar nº 39/2017.

Contra a falta de sensibilidade não há remédio. Indaga-se de que serve o Plano Diretor do Município do Rio de Janeiro, e o que diz o Conselho Municipal de Patrimônio Cultural.

Reiteramos que as vítimas de tal barbaridade merecem todas as homenagens. Entendemos, entretanto, que o local escolhido é inadequado.[...] Leia mais

MORRO DO PASMADO E A PAISAGEM MACULADA – HOMENAGEM E DESPRESTÍGIO

Não é a primeira vez que a Enseada de Botafogo e seu entorno – parte da paisagem urbana que deu título da UNESCO ao Rio de Janeiro – são ameaçadas por elementos estranhos.

Houve quem quisesse instalar uma dupla inesperada na beira d´água – estátuas de Mané Garrincha e de Machado de Assis lado a lado, próximo ao Morro da Viúva que ninguém vê -, salpicar o piso do calçadão de estrelas pretas, e instalar um chafariz no espelho d’água. Por ali também foi cogitada a instalação do monumento às vítimas do Holocausto, objeto desta postagem.[...] Leia mais

BOTAFOGO – MORADORES QUEREM RUA NELSON MANDELA COMPLETA. COM RAZÃO.

A Associação de Amigos e Moradores de Botafogo – AMAB organizou manifestação pela construção e abertura da continuação da Rua Nelson Mandela, trecho não executado que corresponde ao terreno onde funcionou um canteiro de obras da construtora Odebrecht. O evento está marcado para o próximo dia 10 de junho, às 11 horas, em frente ao terreno Rua Prof. Álvaro Rodrigues, ao lado do mercado Hortifruti.[...] Leia mais

MORRO DO PASMADO – A FAVELA, O PARQUE, O QUIOSQUE, O MONUMENTO, E A PAISAGEM MACULADA

O Morro do Pasmado, em passado recente, era ocupado pela favela do Pasmado. Esta foi removida, dando lugar ao Parque que recebeu o nome de um líder político israelense e israelita, primeiro ministro de Israel, Yitzhak Rabin. O local foi escolhido para receber o nome justamente por estar próximo da Associação Religiosa Israelita – A.R.I., e apenas por isso. Lá também foi instalado um busto de Yitzhak Rabin.[...] Leia mais

À PREFEITURA DO RIO DE JANEIRO, PARA CUIDAR DAS PESSOAS, EM BOTAFOGO

E uma triste realidade carioca, na linda e triste poesia de Alberto Cardoso.   
Lapa, à noite. Imagem: Revista Trade Clube

No último dia 14 a Presidente da Associação de Moradores e Amigos de Botafogo – AMAB, Regina Chiaradia, publicou uma lista de ruas, praças e jardins situados no bairro, onde existe grande concentração de moradores de rua.[...] Leia mais

PEDIDO AO PREFEITO 10 – PRAÇAS EM BOTAFOGO, etc.

Desenho: Nelson Polzin, 2012

Este pedido do blog Urbe CaRioca é antigo. Nova gestão da Cidade do Rio de Janeiro, hora de relembrar.

Em várias postagens sugerimos que a Prefeitura observasse a carência de espaços livres para atividades de lazer e contemplação, ou seja, praças públicas, nos bairros de Botafogo e Humaitá.

Em VENDO O RIO, NO ESTADO – ESTUDO DE CASO: BOTAFOGO (03/07/2012)mostramos que as poucas áreas livres existentes são insuficientes e, por vezes em local inadequado. É o caso do Largo do Humaitá, nesgas verdes entre pistas de automóveis com tráfego intenso, possivelmente lugar agradável há mais de meio século quando Botafogo era ainda aprazível. =&1=&

METRÔ – O QUE A ESTAÇÃO GÁVEA DISSE PARA A ESTAÇÃO CARIOCA?

A considerar o relato de Atilio Flegner publicado na página do Facebook Metrô que o Rio Precisa reproduzido a seguir, o fato de que as obras da Estação Gávea foram paralisadas, e a divulgação sobre a existência de uma segunda plataforma na Estação CaRioca – nunca entregue ao público porque a Linha 2 jamais foi concluída (trecho Praça XI – Carioca) -, a resposta à pergunta do título se encaixa na velha piada: “Eu sou você amanhã”!

Agradecemos a Atilio Flegner por autorizar a reprodução do texto, e lembramos que todos os posts neste blog que tratam sobre transporte público na Cidade do Rio de Janeiro têm grande repercussão: o artigo de Miguel Gonzalez UM PROJETO REAL E VIÁVEL PARA O METRÔ DO RIO publicado em 27/06/2012 ainda é um dos mais acessados, o que demostra a preocupação do carioca e dos moradores da Região Metropolitana quanto à mobilidade urbana, prestes a se transformas em imobilidade, tal a saturação do Metrô. A propósito, das dez postagens mais lidas nos últimos trinta dias, três são sobre o Metrô do Rio (v. coluna à direita no blog).


Esperamos que a Prefeitura arquive a ideia de implantar uma Linha de VLT em Botafogo e faça esforços junto ao governo estadual para que a verdadeira Linha 4 seja construída nos bairros de Botafogo, Humaitá, Jardim Botânico e Gávea, bem como para que se conclua a imprescindível Linha 2.

Boa leitura.

Urbe CaRioca



HOJE A ESTAÇÃO GÁVEA E A ESTAÇÃO CARIOCA TÊM ALGO EM COMUM
=&3=&

ATRASO NA OBRA DA “LINHA 4” E BRT NO LUGAR DO METRÔ OLÍMPICO – UM FESTIVAL DE INCOMPETÊNCIAS, de Atilio Flegner.

Frase estampada no ônibus de 2 andares que operou 
em SP pela CMTC, hoje preservado no museu dos
 transportes públicos. Foto: Atilio Flegner

Segundo notícia publicada pelo O Globo on line em 20/0, na véspera o Prefeito do Rio pedira ao Comitê Olímpico Internacional – COI que considerasse um plano de contingência elaborado pelo Município – a criação de um corredor BRT provisório na Zona Sul da cidade – afirmando que existia um risco de as obras da hoje chamada Linha 4 do Metrô não serem concluídas a tempo para os Jogos Olímpicos (na verdade trata-se de prolongamento da Linha 1 pelos bairros de Ipanema e Leblon para unir-se à Linha 4 original no trecho Gávea-Barra da Tijuca, conforme explicado em diversas postagens neste blog).




No mesmo dia 20 o falante então Secretário Estadual de Transportes – hoje, dia 21, já demissionário – se contrapôs ao Prefeito ao dizer que a Linha 4 “funcionará durante os Jogos Olímpicos em agosto”. =&4=& =&1=&



Atílio Flegner comentou o assunto na página que administra – METRÔ QUE O RIO PRECISA – em artigo que reproduzimos a seguir. Esse sítio virtual e o Blog Metrô do Rio, de Miguel Gonzalez, são fontes reais de inúmeras informações e análises sobre os sistemas de transportes do Rio de Janeiro: Estado e Capital.


Nota: Outra notícia, também no dia 20/02, informa que a Prefeitura pretende dar prosseguimento à implantação do VLT em Botafogo: o trecho corresponde à Linha 4 original do Metrô, trocada pelo prolongamento da Linha 1 em Ipanema e no Leblon, como é de conhecimento geral! No mesmo tema sugerimos conhecer o artigo UM TRAÇADO CIRCULAR, de Hugo Repolho, publicado em 09/02/2016, também no jornal O Globo, texto no qual destaca a importância da ligação Gávea-Uruguai, sob o Maciço da Tijuca.
[...] Leia mais

A RODA GIGANTE E O PÉ DE FEIJÃO, de Carla Crocchi

UM CONTO INFANTIL SOBRE ALTURAS E PAISAGENS

Inspirada pelas idas e voltas de uma roda-gigante*que volta e meia volta a ameaçar a paisagem do Rio de Janeiro, a arquiteta e artista plástica presenteia este blog com uma breve narrativa que traz poesia e magia para cariocas e amantes da cidade, além de uma bela ilustração também de sua autoria.
Boa leitura.
Urbe CaRioca

Fonte: Carla Crocchi Fotos em Arte 

A RODA GIGANTE E O PÉ DE FEIJÃO

UM CONTO INFANTIL SOBRE ALTURAS E PAISAGENS
Autoria de Carla Crocchi  =&11=&

O MÊS NO URBE CARIOCA – MAIO 2015

Caros leitores,
Em MAIO tivemos artigos importantes de Jean Carlos Novaes e Sonia Peixoto, sobre questões ambientais, jurídicas e administrativas relacionadas ao Parque Nelson Mandela – o “Parque das Benesses Urbanísticas” – e o caso do Campo de Golfe construído em área de reserva ambiental. Mais uma vez, agradecemos por colaborarem com o Urbe CaRioca.=&1=&

COLUNA DO ANCELMO E GABARITOS EM BOTAFOGO

Palacete Linneo de Paula Machado, Rua São Clemente, Botafogo, Rio de Janeiro

Sobre foto e notícia publicada na coluna de Ancelmo Gois no último dia 25, a respeito de um novo prédio que será construído para a FIRJAN – assunto que volta à mídia depois de alguns anos – em 2013 publicamos o post cujo link está mais abaixo.
O Globo, Coluna Ancelmo Gois, 25/07/2015
FIRJAN – Divulgação
Pergunta-se: Para que existe lei urbanística? Idem ocorre em relação a um projeto previsto para a casa de Rui Barbosa. Resposta: Para ser desrespeitada. Exemplos recentes foram o escandaloso caso do Campo de Golfe dito olímpico e a “mais valia” que se eterniza e agora permite que o contribuinte pague ao município pelo direito de cometer a irregularidade! Enquanto isso, índices e mais índices estão a caminho, para serem desrespeitados daqui a algum tempo!


Uma das primeiras postagens sobre modificações especiais de gabaritos de altura para construções no bairro de Botafogo também tratava de lei especial em vias de ser aprovada para beneficiar imóvel de um famoso cineasta

Esse foi retirado de pauta.

[...] Leia mais

APAC – BOTAFOGO, UM GRAVE PRECEDENTE ESTÁ A CAMINHO

Está em tramitação na Câmara de Vereadores o Projeto de Lei nº 1827/2008de autoria do vereador Adilson Pires, que propõe retirar o imóvel situado na Rua Álvaro Ramos nº504 – Botafogo, da listagem de bens preservados pelo decreto que criou a Área de Proteção do Ambiente Cultural – APAC de Botafogo em 2002. =&1=&

QUESTIONAMENTOS OLÍMPICOS NA MÍDIA INTERNACIONAL – GOLFE, ETC.

De burgemeester van Rio de Janeiro, Eduardo Paes,
wijst en geeft uitleg op de golfbaan.
© AP





Muito além do caso do inexplicável Campo de Golfe, as polêmicas que envolvem as obras em andamento apresentadas como “Pra Olimpíada” continuam a repercutir aqui e no exterior, algumas, senão a maioria, negativamente. Pena.

No final da postagem, dois vídeos e uma reportagem em outros idiomas. As imagens falam língua universal. Para o texto, um site de tradução é suficiente.

Os artigos de Helena Hodges estão traduzidos em outras postagens.


Devastação na Reserva de Marapendi próximo a praia e na beira da
lagoa: remoção de vegetação de Mata Atlântica. Trecho do Hotel Hyatt.
Fotos: Golfe para Quem? – 23/04/2015

Ao mesmo tempo a margem sul da Lagoa de Marapendi no trecho do complexo do Hotel Hyatt, é também desmatada, inexplicavelmente, como se não bastassem as leis especiais que permitiram construir com número de blocos, número de andares, volumetria e áres de construção infinitamente maiores do que o previsto na regulamentação da Área de Proteção Ambiental Marapendimentiras não envergonham seus autoresdesmentidos não adiantamengôdos prevalecem; e as assinaturas para instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito na Câmara de Vereadores – CPI DO CAMPO DE GOLFE OLÍMPICO – RIO 2016 – não alcançam o número mínimo necessário.

Urbe CaRioca
________________

Alemanha, 13/04/2015: Nicht ganz sauber
09:18 Min. | Verfügbar bis 13.04.2016 | Quelle: WDR In gut 500 Tagen werden in Rio de Janeiro die Olympischen Sommerspiele 2016 eröffnet. Doch statt Vorfreude auf die Spiele am Zuckerhut überwiegen die Probleme. Im Zentrum steht diesmal nicht wie bei der WM der Stadionbau, sondern der Umweltschutz. Eine vermülltes Segelrevier und ein Golfplatz im Naturschutzgebiet drohen die Olympiastimmung nachhaltig zu beeinträchtigen.

[...] Leia mais